Report MithewZ's Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 256.6
Mean Score: 5.81
  • Total Entries756
  • Rewatched35
  • Episodes15,108
Anime History Last Anime Updates
Kimetsu no Yaiba Movie: Mugen Ressha-hen
Kimetsu no Yaiba Movie: Mugen Ressha-hen
Apr 28, 10:12 AM
Completed 1/1 · Scored 4
Jujutsu Kaisen (TV)
Jujutsu Kaisen (TV)
Apr 5, 9:11 AM
Completed 24/24 · Scored 6
Horimiya
Horimiya
Apr 4, 2:12 PM
Completed 13/13 · Scored 6
Manga Stats
Days: 167.3
Mean Score: 7.06
  • Total Entries343
  • Reread7
  • Chapters27,259
  • Volumes2,861
Manga History Last Manga Updates
blanc
blanc
May 11, 3:55 PM
Completed 12/12 · Scored 6
Hellper
Hellper
May 7, 2:00 PM
Completed 188/188 · Scored 6
Nonnonbaa to Ore
Nonnonbaa to Ore
May 4, 8:04 PM
Completed 25/25 · Scored 7

Favorites

All Comments (2161) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
Reisquin Mar 21, 12:30 AM
Thanks a lot fam <3
Daniel_Phiro Mar 20, 8:42 PM
...enfrentar alguns problemas fundamentais da literatura. O excesso e a repetição. Aceitar a mudança da sensibilidade do público leitor. Aceitar que esse público leitor mudou. Reconhecer a importância dos grandes autores. Explorar a potencialidade da linguagem. Reconhecer que não há somente uma linguagem. A literatura como estética e filosofia. Buscar superar-se. O diálogo entre o Romance e a Poesia. Definir os limites da compreensão. Encontrar os leitores impossíveis.

Tais problemas afetavam a mente de um homem no começo do século XX: o japonês SCA-JI. Suas primeiras tentativas de resolver tal questão já haviam estabelecido o seu nome dentre os principais autores do mundo: Tsui no Sora (uma coletânea de contos), Tsui no Sora Remake (uma espécie de manifesto estético adolescente), coletâneas de poemas e o romance Subarashiki Hibi. Subarashiki Hibi tornou-se rapidamente um livro considerado impossível, gigantesco e ambicioso, escapou do alcance do leitor comum ao paradoxalmente tornar um homem comum um personagem épico.

Sim, pois o Homem Infeliz é Kusanagi Noya, um homem comum em Tokyo. O que restava?

Restava completar o ciclo. Giambatistta Vico foi um filósofo italiano que no século XVIII defendeu a idéia de que o tempo era cíclico e que vivíamos a última das idades (dividira o mundo em três idades: dos Deuses, dos Heróis e dos Homens, que são similares às idades do mundo que Hesíodo utilizara na época de Homero) e que estávamos chegando ao fim da Idade os Homens. Vico também criticava o cartesianismo, apontando que a mente não poderia ser uma evidência para a própria existência. Como SCA-JI havia criado o épico do homem comum, era sua obrigação finalizá-lo. Como o Romance era a forma de escrita do leitor comum, era também hora de finalizá-lo. Por isso Subarashiki Hibi é importante para situarmos Sakura no Uta: não pelas alusões que encontramos, mas por que nele SCA-JI trabalha com pontos distintos do outro. Sakura no Uta é durante a noite, Subarashiki Hibi durante o dia. Subarashiki Hibi é uma sequência de acontecimentos, Sakura no Uta é uma constante expressão sem linha narrativa.

SCA-JI já havia demonstrado sua capacidade espetacular de manipular os arquétipos literários. Reconhecendo-os como valores de linguagem, SCA-JI desconstrói o romance para apresentar arquétipos espalhados em uma espécie de sopa genética: cada história que SCA-JI apresenta, cada personagem, vem em diferentes versões. As histórias bíblicas são misturadas com as histórias celtas e com outras histórias como Tristão e Isolda. Por exemplo: Caim e Abel são misturados com Osíris e Set e com Rômulo e Remo. O caminho inverso da história da literatura. A própria paixão de SCA-JI pelo jogo de linguagem fez com que utilizasse um repertório gigantesco de idiomas, tornando a técnica da palavra-valise, criada por Lewis Carroll, em um tornado criativo. Mas não é algo sem sentido, SCA-JI guiava-se pela regra da poesia: as melhores palavras na melhor hora. Sakura no Uta impulsiona o leitor a realizar a leitura em voz alta. É como quase disse Baudelaire: um grande poema em prosa.

Acusaram Sakura no Uta de ser o maior engodo da história da literatura, que SCA-JI queria rir dos leitores. Talvez. Não devemos confundir as coisas: Voltaire queria rir dos seus leitores e Borges produziu diversos engodos: mas Sakura no Uta é, acima de tudo, uma das produções estéticas mais ambiciosas da humanidade. Comparável à Divina Comédia ou Hamlet. Se era uma brincadeira, pouco importa. O importante é dizer se funciona como experiência estética. Sua obscuridade pode ter sentido, pois será que podemos confiar no próprio SCA-JI, que afirmava querer obscuridade por se tratar de um livro noturno e que a linguagem aparentemente desestruturada deveria representar a linguagem básica, anterior à palavra, dos sonhos? Pois Joyce brinca com a ambigüidade: o título vem de uma canção de luto popular irlandesa e: Morrer, talvez sonhar? Nada mais resta.

As questões, se SCA-JI respondeu, não nos informou, pois o desbocado homenzinho japonês que ficou cego, preferia rir um pouco.
Daniel_Phiro Mar 20, 7:36 PM
Bem cult você, hein, amigão?
Reisquin Mar 19, 11:47 PM
Hey, is the 9th Volume of Zaregoto out?
yShana Jan 19, 5:39 PM
Ainda bem que demorei só um pouco pra responder... Tava jogando com esse retardado e ele falou que já tinha usado Mal, fui pesquisar e acabei achando o perfil de um futuro Cineasta.
yShana Jan 5, 12:11 PM
Você conhece um Carioca Vascaíno de nome José?
UrsoJudeu- Dec 18, 2020 2:30 PM
Muito obrigado mesmo
UrsoJudeu- Dec 18, 2020 12:51 PM
Amigão, por onde que tu leu os últimos dois volumes de Zaregoto?
Brottoy Dec 15, 2020 10:55 AM
Thanks a lot man
Brottoy Dec 14, 2020 6:48 AM
btw can you send the link pls? thanks
Brottoy Dec 13, 2020 7:45 PM
Oh damn. Dope. Time to feel ecstatic before empty.
entract Dec 3, 2020 5:59 PM
Feliz aniversário.
Kotoneko-chan Dec 3, 2020 12:32 PM
Happy birthday!
Jhonny_Santos Dec 3, 2020 12:47 AM
­čÄëFeliz aniversário­čÄë
Joh_n Nov 20, 2020 12:20 PM
É aquela lá: