Report Leon-Snk07's Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 87.4
Mean Score: 7.46
  • Total Entries335
  • Rewatched0
  • Episodes5,304
Anime History Last Anime Updates
Danshi Koukousei no Nichijou
Danshi Koukousei no Nichijou
May 10, 2:48 PM
Dropped 3/12 · Scored -
Saiki Kusuo no Ψ-nan 2
Saiki Kusuo no Ψ-nan 2
May 10, 2:48 PM
Watching 2/24 · Scored -
Saiki Kusuo no Ψ-nan
Saiki Kusuo no Ψ-nan
May 10, 2:48 PM
Completed 120/120 · Scored 8
Manga Stats
Days: 4.5
Mean Score: 7.63
  • Total Entries26
  • Reread0
  • Chapters763
  • Volumes89
Manga History Last Manga Updates
Tsurezure Children
Tsurezure Children
May 10, 2:49 PM
Reading 120/212 · Scored -
Claymore
Claymore
Feb 19, 3:28 PM
Completed 159/159 · Scored 8
ES: Eternal Sabbath
ES: Eternal Sabbath
Feb 12, 4:08 PM
Completed 83/83 · Scored 8

Favorites

All Comments (35) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
CrimsonQ Jan 12, 6:50 AM
Feliz aniversário atrasado, anjo. <3

Eu também adoro ler ouvindo música. Às vezes quando está em um momento muito tenso eu prefiro desligar, mas de resto aprecio bastante. Um dia desses li Kagen no Tsuki com a trilha sonora de NANA e do primeiro álbum do HYDE, e foi uma das melhores experiências da minha vida.

E sim, NANA está com um hiatus interminável. Lembro que anos atrás li que a Yazawa tinha até desisto da série, mas desde então não procurei mais saber. Estou amando muito a história, mas lendo com bastante calma para assimilar os acontecimentos com paz no coração.

Faz um tempinho que não assistia filmes. Os últimos que assisti com muito amor no coração foi antes do HD do meu computador queimar. hashashaih Mas amo muito. Eu me encaixo muito naqueles memes cinéfilos de pessoas extremamente chatas, mas acho que não sou. hahah Esses dias vi o desastroso filme de Black Mirror e gostaria de ganhar um prêmio por perder o meu tempo, mas tudo bem, acontece. Você já viu Fallen Angels, de Wong Kar Wai? Amo muitomuitomuito.

Nunca ouvi histórias assim! HUASJAKK Já li em relação a livros, não a mangás, socorro. Não me importo com algumas marcações, depende muito do título e do tipo de papel. hahaah

Ainda não ouvi todas as músicas, mas gostei bastante das primeiras. Não é muito o estilo que ouço, mas gostei de ouvir batidas diferentes por um tempo. Lembrei muito de We are the hearts, de EXGF. Com calma ouço tudo. Muchas gracias, honey. <3
CrimsonQ Dec 31, 2018 7:18 AM
Boa tarde, e feliz Ano Novo! o/

Como eu tô numa liga de construir o meu estilo, atualmente tô tendo uma pegada muito de Sex Pistols, Duran Duran, Goth music, Franz Ferdinand e J-rock, as usual. Ahahah Obrigada pelas recomendações! Vou ouvi-las para ontem. :D

Deixo aqui outra recom.: Le Tigre - Deceptacon. Acho que seria alguma coisa que tocaria nas playlists da Ai Yazawa e do Hirohiko Araki. Hahah

E o meu segredo para achar esses artistas é o maior mistério que me ronda, porque eles só vêm até mim. Hobo Johnson foi recomendação de um amorzinho meu, e o resto são das minhas caçadas. Atualmente tô curtindo PC music. Você já ouviu SOPHIE?

Eu tenho muita curiosidade pelo TED Talk. Alguns artistas que eu conheço já participaram, e eu vejo muitos outros títulos interessantes passando pela interweb. Quando conheci Hobo Johnson eu li algo relacionado a ele e TED Talk, mas nem prestei tanta atenção. Bom saber. :o

E concordo bastante com a sua perspectiva em relação ao aprendizado de idiomas. Nunca tive muita vontade de conhecer o Egito, mas sempre gostei do estudo de caracteres. Em Design eu peguei uma pequena intro disso, já que toda a idealização passa por uma parte da tipografia, mas espero ter uma percepção melhor na optativa. Um lugar que é meu sonho conhecer é Israel, e até mesmo aprender o idioma. Comecei a me interessar a partir de uma série de vampiros (inclusive, para mim, um dos meus monstros favoritos da vida). A pronúncia e as caracteres usados são extremamente interessantes e “clean”. Acho que posso dizer que os meus maiores sonhos em relação a idiomas é poder falar mandarim e hebraico, e eu irei cumpri-los, amém.

Sinto-me muito pé atrás com adaptações de coisas que eu gosto, mas no fundo do meu coração eu procuro ter um pensamento extremamente positivo. Esse ano teve a adaptação de alguns títulos de Junji Ito, e eu amei. Acho que foi uma boa tentativa, mas vi horrores de comentários negativos que talvez não façam tanto jus assim. Ahahah Nunca cheguei a ver I Wanna eat you pancreas. O título parece interessante.

Sobre Monogatari, falta dois episódios para eu acabar a Second Season e estou animada. As coisas começaram a funcionar para mim. Hahahah

Eu não rasgo a terceira página, mas seria tristíssimo. HALDJKKKKEK Normalmente eu gosto de ler o primeiro volume todo, e se eu me convencer que eu devo continuar para saber como termina, eu vou com tudo. Às vezes acontece de os dois primeiros capítulos serem o fim do mundo e eu só desisto sem cumprir a minha doutrina de dar uma chance.

Enquanto eu estava escrevendo a mensagem anterior comecei a leitura de Peach Girl, você já viu? Eu praticamente desisti lá pelo volume 5. Hahahh Para mim, é um amontoado de clichês por uma percepção tenebrosa sobre a cor de pele, e as coisas só vão piorando. Só sei que o primeiro volume foi o resumo de uma história shoujo de 8 volumes, e eu só não sabia o que tava acontecendo. Foi tenso. Desisti. Depois disso passei pra uma liga Ai Yazawa, e tô tentando ler o máximo da sua obra. Ela é incrível!

Quando fui atualizar NANA vi que o meu número de completos continua ainda menor que o de para ler/dropados/em espera, e o meu objetivo era reverter essa situação nesse ano. Hahahah Mais uma meta que se estenderá para 2019.
Anriee Dec 23, 2018 6:55 AM
Bom dia

Nada pra fazer o dia todo, sem contas pra pagar...sem preocupações... to me sentindo até meio nostálgico agora, mas enfim nos dias de hoje eu assisto 2 ou três episódios por dia é o que dá, mas tem dias que não vejo nada tbm.

Eu também sinto saudades desse tempo. Ano passado eu até acompanhava bastante anime, mas agora tá bem difícil por conta do trabalho e estudos.

Esse mês foi bastante movimentado pra mim, um mês muito lotado de obrigações ç.ç por isso demorei de comentar. Tenho tido preguiça até de acompanhar animes, mas por outro lado, estou revendo Pokémon - Ilhas Laranjas.

A minha música favorita de Michael Jackson é Happy, ainda dos anos 70. Eu queria te enviar várias músicas, porém não sei passar pelo myanimelist.

Particularmente música tá no topo da minha lista de coisas que eu não conseguiria viver sem, como toda forma de arte é um grande instrumento de expressão e criatividade.

Gostaria de recomendar uma banda chamada Carpenters. Eu gosto da suavidade da vocalista e de como ela expressa seus sentimentos. Tenho certeza que gostará, escute Close to you. Se não curtir, não tem problema

Até mais, bjs







CrimsonQ Dec 16, 2018 8:45 PM
Boa noite!,
meu celular não tem 10 polegada suhhajsjaks eu escrevi em um dos aplicativos de escrita e depois só passei pro MAL. Sou muito acostumada em escrever no celular, então não tenho tanto problema, mas nossa, às vezes bate muita preguiça. ahushaus

Tens todo o tempo do mundo para ouvir esses artistas. Particularmente, acho eles incríveis. E envio boas vibrações para esses momentos complicados que estás passando~. ;D

Não sei se teve um momento certo. Eu sempre fui good vibes em relação à arte, mas acho que foi quando eu comecei a me apegar muito a mangás, e senti que eu deveria fazer em relação a isso. Digo, todos os lugares tem industrias diferentes, e eu queria criar que fosse único de tudo que eu gostasse. Queria contar uma história que as pessoas amassem pela arte e pela ambição nos textos. Todos os mangakás que listei no MAL me influenciaram muito, e um que não está mais foi um puta engajador nessa minha motivação foi o criador de Prison School. Ele tem um mangá de um ícone do Blues, o Robert Johnson, e a forma que ele narra toda a trajetória sobrenatural do RJ é tenebroso. Foi então que eu pensei muito sobre arte x história, arte x narrativa. Me motivei muito sobre "fazer alguém se emocionar" lendo o que eu faço, e é isso. hahah Ainda tem muita coisa por trás, influência de artistas ingleses, a industria cinematográfica, mas talvez o primeiro impacto começou assim. Uma coisa que eu gosto de trabalhar são as individualidades de todo o conjunto, então eu me vejo como o próprio personagem que sou, o que ajuda muito no que escrevo.

Às vezes Hobbies são o começo de muitas aventuras importantes. Não sei, eu sou muito voltada para o que a pessoa tem mais facilidade de fazer, então eu tento ao máximo incentivar isso.
Eu gosto bastante desse lifestyle também. Antes de entrar na faculdade eu tava muito ansiosa pra tudo isso, principalmente por conta de um amigo que faz Artes. Depois fui percebendo que os nossos modos de vida não contrastam muito bem, e eu tava querendo viver de um jeito para me encaixar com a liberdade dele. No fim, felizmente, eu encontrei o meu próprio jeito de viver e eu tô muito grata com isso. Então, forças ícone. Acho que você tá no seu próprio caminho. :D

Nossa! Perdi a conta de quantas vezes desisti de ver Bakemonogatari. Quando eu voltei a ver animes de outro jeito que eu fui dar uma chance para ele e me apaixonei. E sim! Concordo contigo. Essa particularidade da narrativa é simplesmente incrível. Atualmente tô assistindo a Second Season e não sei... huahshuuas eu tô lutando muito pra acabar. Não que esteja chato, mas tô muito saturada de tudo que tá acontecendo de uma hora pra outra. aaaa

Eu particularmente não consigo definir meu idioma favorito muito bem. Eu amo a expressividade do português, da mesma forma que eu sinto uma curiosidade pela forma de expressão do chinês. Então vêm a singularidade transitante do espanhol, junto com as particularidades do francês e o esquecido Italiano. Adoro essa transição de linguagens e acho cada uma linda, mas acho que concordo contigo sobre o português. É tudo muito rico e delicadamente completo.

SIM. Você tem que assistir Asobi Asobare. Pelo menos dá uma chance. Pra mim simplesmente é um dos melhores e deixa alguns títulos de comédia lá embaixo. Tem um episódio sobre lasers que eu não me aguentei.
E sobre o Hisoka, sim! Eu li em algum lugar que essa particularidade misteriosa dele, e acho que no mangá eles não dão muitas brechas para o desenvolvimento disso. Eu dei uma parada na leitura então não sei muito bem.
Particularmente eu não gostava da Senjougahara de jeito nenhum! Agora que eu voltei a assistir já com a consciência limpa, percebi que ela é uma personagem essencial. Coisas que eu aprendi com o tempo.

Eu fiz uma pintura em café hoje e agora o meu quarto está infestando de cheiro de café. Graças a god eu gosto, mas estou impressionada que até agora não deu sinal nenhum de sair o cheiro daqui. Coisas inusitadas do dia.

Eu vou assistir os que você me recomendou com certeza. Já tinha ouvido falar de Death Parade, mas li uns comentários que me deixaram meio meh em relação a ele. Mas depois da maravilha que foi pra mim Zankyou no Terror tenho que aprender que esses animes tenho que assistir na cara e na coragem.

Sobre Guilty Pleasure, essa é uma boa pergunta. Normalmente quando eu acho que tá tudo indo de mal a pior eu só deixo o mangá às traças. Mas o que se encaixa nessa categoria é com certeza Tokyo Ghoul, não o :Re. Eu passei muito ódio com esse mangá, por vários momentos eu sentia que o meu eu interior poderia chorar sangue e estava tudo bem, porque eu só queria sentir a consciência limpa por terminar esse desastre Shounen. Taí um dos mangás mais intragáveis que eu já li. Ookami Shoujo to Kuro Ouji também, um mangá que eu me forcei até o último segundo de leitura, depois de centenas desistências. Onani Master Kurosawa é outro. Pra mim o começo é simplesmente espetacular, ai do meio pro fim me deu um ódio que eu terminei essa praga sem sono de tanta raiva por tempo perdido. Eu queria muito reler esse mangá pra ver se a minha opinião mudava, porque ele tem uma avaliação muito boa, mas meu temor é passar raiva de novo. AJSIJAKS
CrimsonQ Dec 9, 2018 7:23 PM
Boa noite!
Eu estou escrevendo pelo celular então talvez alguns assuntos fiquem fora de ordem.

Sobre The Neighborhood, conheço sim! Amo eles desde que lançaram o hit Sweather Weather. Eu parei de acompanhar depois do lançamento desse álbum, mas ainda conheço a maior parte das músicas novas. Gosto bastante das músicas deles e acho que fazem uma boa relação ritmo x letra. Atualmente me recomendaram um cara chamado Hobo Johnson e estou afeiçoada pelos assuntos nas batidas dele. Inclusive recomendo também.

Então, sobre HxH, eu tenho o meu favoritismo aaaa mas em relação à história, não é algo particular do tipo "Acho que vou ficar triste se esse personagem morrer", era algo nesse sentido. Inclusive, meu favorito é o Hisoka. Sou fissurada pela personalidade dele. Acho que foi muito bem construída e desenvolvida.

Acho que o mangá mais esquisito e esdrúxulo que já li tinha no MAL, então com essa lógica deixo que ainda não cheguei no patamar de não achar x coisa por aqui. :0
Eu cataloguei muita besteira nessas minhas leituras, então ainda falta muita referência com certeza, mas sim, conheço vários clichês. Talvez por isso que eu ame muito coisas nonsense ou que sejam surreais. Elas quebram muito esse ritmo e deixam tudo com um toque de "o que virá a seguir?". Mas até nisso tem clichê se você não souber trabalhar hahahah

Eu quero muito trabalhar com quadrinhos! Tenho um desapego muito forte com HQs americanas e acho que muitas não sabem trabalhar roteiro x arte, mas isso é uma opinião minha. Gostaria de listar o meu discurso de patamar que eu quero chegar, mas vou abusar muito da minha liberdade akfmelaks
Continuando! Quero trabalhar com quadrinhos, escrever meus próprios roteiros e desenhar minhas próprias narrativas, como quero me criar na literatura, sendo uma mulher de uma orquestra só, saindo por aí com as minhas roupas glamorosas demais para a situação - admito, Paradise Kiss foi um divisor de águas enorme na minha vida.

Atualmente estudo Design, mas meu objetivo era Arquitetura. Passei de cara no curso, e me senti obrigada a cursar porque não queria esperar uma repescagem incerta. Foi uma das melhores portas que se abriram na minha vida, sem medir palavras. Percebi que muitas pessoas tem uma visão distorcida sobre o que nós fazemos, e acho que o meu papel é com certeza poder mostrar que nada é o que parece. Hahahah Enfim. Descobri que Design é um caminho muito mais curto e prazeroso para o meu sonho do que eu imaginava, então me tornei uma apaixonada pelo que faço. Felizmente, criei em mim uma liberdade de testar roupas aleatórias nos dias de aula e acho que isso se tornou uma marca minha que me motiva a ir para a aula também. Pequenas felicidades do cotidiano.

Sobre LN, as únicas que senti vontade de ler foram as de Monogatari e Kagerou Daze, tirando alguns nomes avulsos de volume único. Quero muito ter as versões físicas desses títulos, principalmente de Monogatari porque não acho uma versão legal em nenhum lugar. De resto eram interesses passageiros, mas percebi que você parece gostar bastantes de títulos assim.

Em LN dá pra treinar inglês bem de boa, acho bem legal. Mas no momento estou tentando melhorar meu inglês e meu espanhol. Você gosta de espanhol? Eu amo! É um dos meus idiomas favoritos, mas muitas pessoas odeiam aprender ele. Hahah

Uma das coisas que eu mais amo em Monogatari é o universo fantástico, o que é um contraponto muito adverso para eu gostar, mas toda a narrativa é uma surrealidade que faz sentido. Não gosto muito dos personagens principais, e para mim tendo a Hanekawa tá tudo bem hahahah Acho que o que chama a atenção na série animada é o minimalismo chamativo dos quadros, essa junção entre o 3D e o 2D funcionando bem, e isso me deixa alegre ao ver. Demorei horrores para gostar da Senjougahara e só senti um apego por ela quando ela ajuda a Hanekawa. Assim faz parecer que a série para mim gira em torno da Tsubasa. Talvez, no fundo do meu coração, gire, mas juro que não. Ahsjajkmwjah

Pode pedir recomendação para mim de mangá! Não quero fazer uma propaganda, mas todas as coisas que eu indico fazem meus amigos ficarem fissurados até acabarem – talvez eu não tenha esse mesmo efeito com músicas, já que as em francês que eu escuto nunca parecem agradar muitas pessoas. Inclusive, você já ouviu Françoise Hardy? Nossa, escute. Escute as mais famosas (Tous les garçons et les filles de mon age; Mon amie la rose; Les temps de lamour) e me diga o que achou.

Esses dias terminei “A Bela Junie” e fiquei um tempo tentando pensar sobre as mensagens de filmes franceses. Gosto bastante. Mas amo mais filmes espanhóis. Meu diretor favorito é o Almodóvar – tudo bem, também tem o Lynch, mas aí já partimos para outros assuntos hahaha. A estética conhecidíssima de seus filmes me deixa apaixonada, e as narrativas doidas, nossa, dá um sentimento aconchegante ao ver. Enfim, eles trabalham com um pouco de ode ao fantástico e ao surreal, então se encaixa com minhas paixões. AAAAAA

Atualmente estou lendo Osamu Dazai e gostaria de dizer que o Usamaru Furuya trabalha em roteiros de um jeito tenebroso. Se um dia você se interessar pelos mangás dele, recomendo DE LONGE Palepoli. É Maravilhoso! Depois tente ler a adaptação dele para O Declínio de um Homem. Sem palavras. Eh isto.

Gostaria de dizer que um dos catalisadores para meus problemas de visão foram horas lendo Uzumaki em uma tela de luz ofuscante do meu celular. Então, todas as recomendações necessárias caso você parta para ler mangás pelo celular, por favor. Inclusive, já gostaria de deixar aqui um puta título: Eternal Sabbath. Obra espetacular da Fuyumi, estreia incrível dela em Seinen, e um mangá que perpetua gerações brincando. Mais atual que toda a narrativa só se ela mudasse o ano de publicação de 2001 para 2018. Deixo aqui minhas palavras evocadoras de interesse.

Sobre música, não estou ouvindo muitas coisas aleatórias, só as comuns do que já escutava mesmo. Ah! Você já ouviu Lupe de Lupe? Descobri eles um dia desses e fiquei apaixonada.

Voltei a assistir anime. Ganhei uma TV nova e baixei uns para assistir nela. ACABEI COM ASOBI ASOBARE EM UM DIA. MEUDEUS, você já viu??? Fazia muito muito tempo que não ria de um anime como ri desse. Foi uma surpresa muito boa! Eu preciso muito de uma segunda temporada.
Continuando haujajshaj Tô tentando dar uma chance para Durarara - sempre dormia vendo -, tô vendo uns episódios a miúdos de Nichijou, continuando Sayonara Zetsubou Sensei, e por aí vai. Tudo até o sono bater. Tem algum assim, até no máximo 26ep que você recomende? Tô querendo acabar Steins;Gate para passar para uns de temática mais punk. Por enquanto eu tô curtindo dar umas risadas assim deboassa.
CrimsonQ Dec 7, 2018 8:21 AM
Exatamente. Inclusive, estou tendo o apreço de visualizar o fim de semestre. Acho que até o momento esse foi o mais tenso, pois infelizmente meu estado é de luto atualmente.

Sim, sim! Sou completamente uma mangá girl, também conhecidíssima por caçar mangá desconhecido. No começo eu apreciava muito anime por entretenimento mesmo, então eu me afastei de tudo isso por um ano e voltei com uma nova visão. Acho que isso me forçou a ver de forma diferente muita coisa. hahahah Não é tudo que assisto. Depende muito.

Rapaz, leio em tudo que é lugar. No celular leio pelo Manga Rock, porque não tenho mais paciência de baixar um tipo específico de app só pra ler, e o único que se ajusta ao navegador é ele (tem o app dele também, mas infelizmente meu celular não está mais aceitando a instalação de aplicativos fora da Google Play). No computador eu baixo normalmente em alguma versão em inglês ou que esteja disponível em SCAN de qualidade, porque eu sou chatíssima com a beleza das páginas. Mas no geral, títulos que me agradam mesmo e que estejam em lançamento eu tenho físico mesmo, exemplos disso é JoJo, I am Hero (este está terrivelmente atrasado, mas relevemos, sim?), Vagabond, Akira (sempre espero promoções). Mas não são todos que tenho essa oportunidade, como algumas obras do Furuya Usamaru, que até agora não consegui comprar; os relançamentos de Junji Ito. Enfim. Em obras físicas, eu gosto de ter em mãos tudo que tenha prazer em usar como referência para estudo de roteiro ou desenho, isso envolve também títulos de HQs ingleses. E quando não posso, recorro a versões de qualidade na internet (isso envolve baixar um volume por sei lá, 300MB. It's sad but i can handle it). Perdão, eu adoro falar disso.

Banana Fish está belíssimo! Eu me surpreendi muito com a animação. Ainda não tive a oportunidade de ler Noragami, porque não fui motivada pelo começo da história, mas felizmente eu sou movida por vibes, então uma hora chega. Inclusive gostaria de panfletar que a parte 5 de JoJo está uma coisa TENEBROSA de BELA. De longe uma das melhores adaptações atualmente. Gosto bastante dos estúdios que cuidam dessas três animações, principalmente a de Noragami (Shaft Studio), apesar de ser conhecida como ser aquela que adora "quebrar pescoços", mas eles tem um conhecimento artístico que me faz lacrimejar de tão lindo. Acho que essa é uma das únicas partes de anime que me faz ficar motivada assistindo. hahshahha Desconhecia Bunny Girl. Irei dar uma olhada!

Um dos animes que mexeu comigo e que estou assistindo - atualmente tá paradão porque estou com medo do fim - é Tsuki ga Kirei. Já vistes?? Eu me apaixonei pelo envolvimento dele com autores japoneses que particularmente admiro. E estou achando a história bastante real e sem enrolação desnecessária.

Ah, acho que nessa parte até que eu tô um pouquinho por dentro - grupos legais no facebook, sobre animes, me deixam por dentro de tudo, é gratificante. Mas no restante estou dispersa.

Atualmente estou lendo, FINALMENTE, Hunter x Hunter. Eu estou enrolando a miúdos minha leitura porque, como sabemos, HIATUS! Mas a minha desculpa para continuar a levar à sério a leitura é o fato de que eu vivo relendo D.Gray-man. hahahah
Você já assistiu HxH? Meus sentimentos em relação a ele é que é uma obra meio dispersa propositalmente. Eu não sinto apego por nenhum personagem em particular, e acho que o objetivo do autor é criar um clima maleável em relação à narrativa. Isso é meio incomodo pra mim, mas acho que ele faz isso muito bem.

Um dia desses estava navegando pela interweb e vi um mangá chamado Gakuen Alice. Nossa! Eu não dava nada para ele. Para mim, inicialmente, seria uma história muito à lá As Super Gatinhas - e não que eu não goste, adoro -, e pensei que seria algo muito ameno, muito fofo demais para me preocupar com a narrativa. E eu fui totalmente DEVASTADA. De longe está no meu Top de melhores mangás lidos esse ano. Talvez o final seja meio distorcido, alguns por menores no começo e no meio sejam meio estranhos de desenvolver, mas tudo o que esse mangá trás é estarrecedor. Eu me motivei a escrever sobre ele no blog, mas achei que merecia uma releitura conjunta com Hikaru no Go e Hana to Akuma, porque ambos me passaram o mesmo sentimento de "life goes on". Enfim. Lindo, lindo, lindo.

Como estava muito ocupada com a faculdade, quis me dispersar um pouco de mangás, já que eu me envolvo muito com tudo, então no momento estou lendo algumas Webcomics não terminadas, livros, treinando idiomas, ouvindo umas músicas. e me preocupando com a minha escrita. Esses dias comecei um projeto meu que estava deixado às traças e me inscrevi em um concurso de poesia. Quero me dar uma nova motivação. hahah Nesse meio eu me envolvi em fazer umas playlists aleatórias no Spotify e agora eu acumulei um tremendo número de 100 playlists que ouço às escuras com capas de Oyasumi Punpun. HAHAHAH não é algo que eu deveria me orgulhar, mas fico muito grata pela minha organização.

Bueños dias!
Anriee Dec 6, 2018 8:03 AM
Boa tarde, Leon


Sabe One piece é um daqueles animes super famosos mas que eu nunca assisti, a quantidade de episódios sempre foi um dealbreaker pra mim, acho que esses animes de 12 eps me deixaram mal acostumado...tbm eu tenho a estranha tendência de não assistir animes super famosos de imediato(posso levar literalmente anos pra assisti-los), mas deixando minhas peculiaridades de lado espero que vc curte ele, afinal se tem tantos episódios assim dever ser um anime bem rico e com uma premissa bem intrigante.


Eu comecei a ver One Piece em 2014 quando eu tinha tempo pra tudo :/.. eu chegava a assistir15 episódios por dia, algo impensável hoje em dia. Como você, acabei me acostumando com os animes curtos justamente por conta do tempo. Acredita? Nunca vi Naruto..


Meu gosto musical é um pouco diferente do que o pessoal da minha idade costuma escutar, não que seja pior nem melhor. Geralmente vou muito pela melodia e depois vejo a letra.. e se a músiva vier acompanhada com uma melodia que agrada aos meus ouvidos junto com uma letra legal, ela já me conquista. Então, meus gêneros favoritos variam um pouco.. gosto de Jazz, Soul, Dance, Funk, r&b, disco music, Hip Hop, músicas românticas (tanto as antigas quanto as mais novas) e um pouco de mpb. Quando estou triste, escuto mais jazz ou soul, mas quando fico muito pra cima escuto disco, dance ou pop rock, músicas que possuem um certo groove. Meus artistas favoritos inclui Amy Winehouse, Jamiroquai, Michael Jackson, Kali Uchis, Daniel Caesar, The Internet, Michael Buble, Tyler The Creator, Whitney Houston, Tim Maia, Marisa Monte, Legião Urbana. Tenho tido curiosidade de conhecer mais sobre a cantora IZA também, quando eu tiver um tempo eu escuto.

Mudando um pouco de assunto, tipo tem uma frase que vi na internet há um tempo que dizia “You can tell a lot about a person by what’s on their playlist" vc acredita nisso? se sim , o que minha playlist de artistas diz sobre mim? eu considero essa pergunta um pouco difífcil então responda só se quiser ツ


Acho também complicada >< No seu caso eu não sei muito bem. No meu acho que talvez há duas pessoas em mim:uma pessoa melancólica, triste e dramática e outra pessoa enérgica, positiva, good vibe. É como se houvesse uma força dentro de mim, sabe, porém oculta perante à maioria das pessoas. Desculpa se não consegui responder à sua pergunta..


Boa tarde <3
CrimsonQ Dec 3, 2018 5:25 AM
Só uso o app do MAL para fazer atualizações, e ainda fico um pouco estressada às vezes. Então, um pouco dos dois na realidade. Eu tentei dar uma chance à minha dúvida no começo do ano e estou bem feliz, mas bem atarefada também. hahah
Que ótimo que conseguistes mais tempo livre. Aprecio bastante horários vagos que aparecem e gosto de ver outros apreciando também. ;D
Estou, no momento, apenas estudando e tentando focar em alguns projetos. Iniciei meu pé na literatura e mal consigo me aguentar para não iniciar em desenho também! Estou tentando pegar várias referências para poder escrever o que quero, incluindo criticar vários mangás que leio hahusjkakak
Nunca fui de acompanhar muito anime, mas no momento estou vendo a parte 5 (cofcofmelhorparte) de JoJo e Banana Fish. Li vários mangás extremamente interessantes nesses tempos e estou me contendo para não reler eles novamente e encher meu peito de alegria.
E você? Acompanhando algo?

Eu estou realmente lutando com a minha falta de socialização pela internet e espero poder manter por muito tempo! :D
CrimsonQ Dec 2, 2018 12:49 PM
Oi, oi, Leon! Tudo bem?
Eu tô bastante animada por voltar a mexer no MAL direito. Meio que eu só tava usando no app e é muito ruim de responder por lá.
Tudo bem? Como estás em relação aos cursos e coisas do tipo?
Anriee Nov 24, 2018 5:58 AM
Bom dia.

Agradeço pela recomendação. Hajime no Ippo já está na minha lista de planos futuros. Irei começar próximo ano, tenho que assistir uns animes mais antigos e gostaria de continuar LOGH e One Piece. Como eu disse, darei um tempo em relação aos animes da temporada.

Ah e foi mal pela a demora em responder aki, mas tenho andado sem tempo ultimamente (estou num ciclo intenso de estudos)até diminui meu ritmo com animes tbm , dos que estão em lançamento acho que estou vendo Bunny girl e Banana fish, destaque para Bunny girl estou gostando bastante dos diálogos e a química entres os personagens principais.

Não tem problema ^^. Sempre é bom estudar e ter mais conhecimentos. Eu também estou numa fase parecida, diferente do ano passado que eu vivia aqui praticamente. Eu estou gostando de Bunny Girl (embora o segundo arco eu tenha achado fraco), de Banana Fish e Yagate. Quanto ao resto, eu estou atrasado e tive que dropar Radiant.

Meio off topic: gostas de quais tipos de músicas?


Bom final de semana pra você <3
Anriee Nov 2, 2018 1:07 PM
Hanebado começou até muito bem. Sinceramente, muita gente não tinha colocado muito hype antes da estreia, a maioria achava que seria apenas mais um simples anime de esporte. A estreia surpreendeu algumas pessoas e a mídia (blogs) de certa forma começou a explorar a obra. A partir da metade do anime, a história desandou.. a protagonista começou a ter muitas oscilações no comportamento, ora retraída e calma.. ora arrogante sem explicarem muito bem o motivo dessas mudanças. Só depois que eu comecei a entender um pouco através da história do abandono sofrido por ela pela mãe, o que achei mal trabalhado, sendo que o abandono que é um tema sério foi banalizado. Já as partidas são na maioria das vezes boas, graças a uma boa direção e uma animação de qualidade, apesar de cair na reta final.

Shirobako é excelente. Só os primeiros episódios que são bastante tediosos e umas bizarrices que ocorrem no meio me incomodaram.

bye ^^ feliz final de semana
Anriee Oct 21, 2018 4:45 PM
Boa noite :)
Desculpa pela demora

quanto ao início meio morno não tenho problemas com isso! não sei vc, mas pessoalmente ainda prefiro que um anime comece meio assim sem muita pretensão e no decorrer dos episódios as coisas escalem te tal maneira que chega a surpreender, em contrapartida geralmente series que começam super bem tendem a decair bastante da metade pro final ao ponto que vc fica pensando “ caramba, o que aconteceu?”enfim é decepcionante ver tanto potencial ser jogado fora, talvez esse seja o motivo pelo qual eu tento manter minhas expectativas bem calibradas...

Bem isso. Ano passado, retrasado e este ano tiveram animes que começaram super bem, porém cairam de qualidade no quesito roteiro. Dos que me lembro.. Hanebado e Kabaneri foram os mais notórios. No sentido oposto, aqueles que começaram morno e depois engrenaram, tenho alguns exemplos: Durarara, Tengen Toppa Gurren Laggan (depois do time skip só melhora) e Sakurasou e a maioria dos slice of lifes (Aria, Shirobako, etc)

Então é assim que sua lista esta organizada?Entendi.

Na verdade é mera coincidência. Os primeiros favoritos foram aqueles que realmente mais gostei e coincidentemente o gênero drama se destaca :v

Boa noite...
Anriee Oct 12, 2018 5:05 PM
Boa noite. Eu prefiro usar meu notebook também, pelo celular tenho minhas limitações

Durarara é um dos meus favoritos, embora no início não tenha me cativado tanto, depois se revelou interessante.. personagens com histórias singulares dos quais uns servem como ponte para a história dos outros, numa conexão não linear. Faz tempo mesmo o comentário

Interessante seu comentário. Os cinco primeiros animes da minha lista geralmente são animes com foco mais no drama (Juuni Kokuki destoa um pouco, mas não deixa de ter uma carga dramática ao trabalhar o crescimento pessoal da prrotagonista). Sangatsu no Lion, por exemplo, em especial a segunda temporada, me surpeendeu bastante pelos temas que considero relevantes como o bullying e a depressão. Algo em comum entre eles como você disse são temas como a solidão, reflexão acerca dos grupos sociais e comportamento social belamente trabalhado em Oregairu, do qual o protagonista encara a solidão e consegue perceber as sutilezas das relações sociais muitas vezes baseadas no interesse, na mesquinharia e na falsidade, além dos diálogos bem ácidos da Yukinoshita. Eu gosto de conteúdos que tentam buscar uma certa crítica social com base nos relacionamentos humanos.

Já os animes de baixo são mais variados no que diz respeito ao conteúdo, porém geralmente são obras estilo Durarara, Baccano, Cowboy Bebop, m & h.

Anriee Oct 12, 2018 9:25 AM
Olá, bem vindo :)


(confesso q pensei que vc recusaria, como foi um pedido assim super do nada... só por curiosidade o que te fez aceitar?)

Que nada kkk, é que ultimamente eu só tenho usado o myanimelist pra colocar os animes que eu assisto atualmente, então costumo ficar 2 semanas ou mais sem acessar. Ano passado eu interagia mais com o pessoal aqui, mas tenho o twitter, lá sou mais presente.

ah o motivo pelo qual mandei a solicitação foi por conta de um interessante comentário que vc escreveu no site Elfen Lied e depois de dar uma olhada na sua lista de animes notei que tinha algumas obras de destaque e que eu gosto tbm.

Que legal. Que bom que tenha gostado dos meus animes favoritos e do meu comentário, mas eu comentei sobre o quê? A última vez que comentei por lá foi sobre Houseki no Kuni e fui bem conciso... desde então, faz tempo que não comentei.



CrimsonQ Feb 13, 2018 9:10 PM
mil desculpas pela demora. ;(

AJJ é realmente uma banda difícil, mas com o tempo realmente dá pra criar um apego bem forte. hsajsjahs <3 Fico muito feliz que você gostou. Foi o primeiro a quem recomendei que gostou, e não de uma ou duas músicas. hahah

PTM é sensacional. Uma das melhores recomendações que já me deram. Gosto bastante de divulgar essa banda incrível com todos os seus conceitos e simbolismos ahsuhauhsa

Aliás, ouvi as músicas do The Weeknd que você me passou. Nossa, incríveis. Peguei o dia para ouvir com calma, e depois comecei a colocar em minhas playlists. Aproveitei para ouvir outras do gêneros auhsahusha Enfim, foi uma recomendação que me surpreendeu, pois as que tinha escutado antes não me deixaram muito animada para as outras músicas dele, mas mudei bastante minha opinião.

Ah, entendi! É preciso bem tempo mesmo para decidir esses negócios de curso. Eu estou passando por um dilema no estilo, mas preciso de bem menos que um ano pra decidir hahahah Anyway, deve ser meio duro trabalhar e fazer uns cursos assim. Boa sorte, mas acho que já estas acostumado. HAahsiak Queria começar a trabalhar, mas ainda tenho bastante coisa para organizar até enfrentar o mercado. It's hard sometimes.