Reviews

Dec 7, 2017
Osyy (All reviews)
[Portuguese] De inicio, eu não gostei do anime. Porém comecei a assistir mais uns episódios e agora coloquei ele no meus favoritos, muito bom.

O que eu mais gostei foi de como o anime trabalha com a expressão, tanto facial quanto emocional. No momento em que o Shinchi muda a sua personalidade, eu não consegui de parar de olhar o anime pois ele tinha ficado muito fodão.
A história então, falando sobre a humanidade e sua especie que se põem no topo da cadeia alimentar, os parasitas vem com o intuito de acabar com isso, penso eu. Pena que teve algumas coisas que não foram bem explicadas, por exemplo: como o Gotou conseguia administrar todos aqueles parasitas absolutamente?
O romance na trama é muito legal, da uma discrontaida a aquele clima tenso, juntamente com a comédia.
Quanto ao design dos personagens, eu achei muito bom. Se você olhar bem da para perceber a semelhança entre Sinchi e seus pais, diferente de muitos animes em que os pais só são parecidos na cor dos cabelos. Além do mais, não temos muitas personalidades clichês, para não dizer nenhuma.

[English-USA] At first, I did not like the anime. But I started to watch a few episodes and now I put it in my favorites, very good.

What I liked the most was how the anime works with the expression, both facial and emotional. By the time Shinchi changed his personality, I could not stop staring at the anime because he had become really fucking.
The story then, talking about humanity and its kind that put themselves at the top of the food chain, the parasites come with the intention of ending it, I think. Too bad there were some things that were not well explained, for example: how did Gotou manage all those parasites at all?
The novel in the plot is very cool, from a discrontaida to that tense atmosphere, along with the comedy.
As for the design of the characters, I found it very good. If you look well to see the similarity between Sinchi and his parents, different from many anime in which parents are only similar in hair color. What's more, we do not have many personalities clichés, to say the least.