Report Vi-'s Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 208.2
Mean Score: 6.44
  • Total Entries1,444
  • Rewatched28
  • Episodes13,182
Anime History Last Anime Updates
Kanojo mo Kanojo
Kanojo mo Kanojo
10 hours ago
Completed 12/12 · Scored 7
Manga Stats
Days: 42.6
Mean Score: 6.37
  • Total Entries267
  • Reread4
  • Chapters6,011
  • Volumes650
Manga History Last Manga Updates
Nakigoe Kikasete? Kanade-san
Nakigoe Kikasete? Kanade-san
Yesterday, 4:07 PM
Completed 14/? · Scored 8
Shuumatsu no Harem
Shuumatsu no Harem
Sep 13, 9:47 AM
Reading 85/? · Scored 8
Yankee JK Kuzuhana-chan
Yankee JK Kuzuhana-chan
Sep 12, 12:58 PM
Reading - · Scored -

Favorites

All Comments (1401) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
Luteus22 Sep 16, 11:57 AM
Vlw pelo request, prazer em conhecê-lo :)
VitorZ7 Sep 13, 12:12 PM
Exatamente. E olha só que coisa, achamos que não teríamos uma segunda temporada de Shadows House (pelo menos não tão cedo) e foi anunciado uma sequência para o anime; então vamos ver mais dessa obra (pelo menos eu, já que eu não iria pro mangá caso não houvesse continuação).

Eu vi o trabalho de tradução da novel por aqui, acho que não está completo, mas é feito (pelo que deu pra perceber) por apenas uma pessoa, então é mais do que plausível que demore.

Você já me falou bastante sobre sua situação com Overlord, e também já deve saber que eu sou quase que totalmente o oposto, eu amo a obra, kk. E amém que vai ter uma sequência, apesar de que eu já sabia e sempre falava que iria ter, é sempre bom ter garantias.
E Re:Zero é a mesma coisa.

Sei não, ein... Obra já finalizada ganhando continuação... Eu já vi essa história antes... Na verdade acontece algumas vezes, e os resultados não são muito satisfatório. Mas tomara que não seja o caso aqui. E eu ainda acho que seria uma idéia melhor fazer uma outra coisa sem relação direta ou qualquer coisa.

Eu colocaria ele na categoria "animes absurdos de bom", kkk. Mas então, as chances dele ganhar uma temporada nova são interessantes, então vamos ver no que pode dar. Shadows House tá ganhando sequência, tipo, vamos esperar que aconteça com esse anime também.

—————

Eu também achei a última temporada a pior, mas a idéia do anime é bem de boas mesmo, dá pra levar tranquilo. Esse é um que eu não apostaria minhas fichas em uma nova temporada, mas não vou mentir de que não gostaria de ver uma sequência, mesmo que não tenha terminado tão bem assim.

—————

Sim, tem, mas não achei tão puxado quanto os outros animes do gênero que eu já assisti (que não foram muitos, vale dizer).

—————

Já eu, se não conseguisse fazer um ranking de uma das minhas franquias favorita dos games, seria estranho. Donkey Kong é genial, não tem como. Tem uns jogos meio aleatório, mas da série principal, todos são bons.

Mas isso é natural e é a direção que as coisas vão rumar. E é bom, de certa forma, que tenha esses tipos de coisa, porque é sinal que a humanidade está evoluindo; a 30 anos atrás ninguém poderia sequer imaginar a facilidade de jogar com alguém do outro lado do mundo, sendo que tinha que ficar grudado pra jogar. E, realmente, isso pode até afastar as pessoas, mas acho que vai de pessoa pra pessoa também; eu, por exemplo, não sou tão afetado por isso, minhas relações e coisas afins, mesmo com muitas formas de comunicação a distância, sempre se mantém pessoalmente; e eu sempre destaco, eu sempre priorizo experiências pessoais, não tem comparação pra mim.

Genshin não é um MMO?

Caramba, que da hora! Esse jogo é muito bom mesmo, um clássico; seu pai fazia bem jogando esse jogo, bom gosto. E é um jogo que marcou muitas pessoas que tiveram a oportunidade de jogar, principalmente por conta do seu modo multiplayer que era extremamente divertido.

Eu conheço esse acessório aí, só não lembro de ser algo obrigatório; e, nossa, admito que não lembro de detalhes sobre essas coisas, mas achava que as fitas, os cartuchos dos jogos de Nintendo 64, vinham com um chip de salvamento interno; e caso não fosse o caso, seria bem triste visto que no Super Nintendo, que é antecessor, os cartuchos tinham essa funcionalidade. Mas, claro, vender o acessório de salvamento separado é melhor, mais dinheiro (a Sony que o diga).

Deve ser, eu vi até ele em exposição em uma loja um dia desses (a versão de PS4, no caso). E, sim, o jogo parece ser bem legal, divertido, deve valer a pena a jogatina. E eu já gosto de jogos assim, com uma idéia bem diferente de algo que vemos normalmente.

—————

Acho que eu sou meio a meio nesse quesito. A maioria dos animes eu tenho personagens específicos que me cativaram mais que o normal, mas também tem alguns animes que eu realmente não dei a mínima para os personagens mas que ainda assim acabei gostando. Acho que os personagens contam bastante pra mim, mas claro que não só de personagens vive um anime, então é um somatório das coisas. Mas diria que os personagens tem muito peso sim.

Mas dá temporada passada a gente comentou a maioria dos animes que vimos, você citava quando terminava algum e falava se gostou ou não, tipo Vivy (que eu dropei). Podemos fazer da temporada passada se quiser, mas enfim, dessa nova temporada eu também vou começar a ver os animes ainda, e provavelmente vou demorar bastante, se pá termino ano que vem, então já viu; claro que vou tentar ver o mais rápido possível, se dependesse de mim eu terminaria tudo em menos de um mês, mas vou me esforçar pra não demorar muito.

Eu espero que o anime possa melhorar caso eu veja o mínimo de esperança nele, mas caso eu veja só depressão... Aí não tem como, kkk.

—————

Ela é fã da Kyoto Animation?! Bom, pelo menos não posso dizer aqui que ela não tem bom gosto, kk. A KyoAni é top de mais, pelo menos nisso você deve concordar com ela.

Nossa. Então que bom que ela mandou mensagem então. Realmente as coisas não estavam em um trilho muito bom. Mas aparentemente foi uma ótima retomada, ela com certeza não é um monstro de sete cabeças. E já que ela fez questão de voltar atrás, vale a pena continuar sim. Acho que foi um good ending pra vocês, com direito a drama clichê de anime genérico de temporada no meio.

Realmente, não da pra voltar exatamente a como estava, pelo menos não tão rapidamente, mas eu entendi sim.

Você fez o correto. É sempre bom deixar as coisas bem explicadas, porque nunca se sabe o que uma interpretação errada pode causas, e normalmente não são coisas muito boas. O que importa é que conseguiu se resolver.

Nossa, esse seu pensamento de isolamento me soou algo bem depressivo. Mas aquele dia meu (já faz uma semana, caramba, passou rápido essa) foi apenas bem ruim num geral, as coisas fugiram do meu controle e o dia terminou de uma forma bem ruim; mas enfim, o que importa é que agora eu tô no "futuro", então deixa pra lá (tô vivo, já é bastante coisa).

—————

Nisso aí eu concordo, não tem o que dizer, foi uma péssima escolha do autor/diretor/roteirista ou seja lá de quem foi essa idéia maluca.

Imagino... Ainda bem que eu passei longe, mas muito longe mesmo, de chegar perto desse filme. Então os bons sentimentos que tive ficaram apenas na capa mesmo, kkk.

Bom, no fim, eu posso acabar voltando e lendo, ou você pode falar com mais detalhes posteriormente, então não tem problemas.

Olha, apesar de eu não ter visto esse anime completo, eu concordo com você. Essa característica dele, de ter tanto mulheres quanto homens afim da protagonista, o torna bem diferente; e se ela terminar com outra, seria algo bem da hora e fora da curva; mas se tão dando foco aos caras... Não sei, mas tomara que não. Enfim, futuramente você me diz, você com certeza vai assistir.

—————

De boa, kkk.
VitorZ7 Sep 4, 6:37 PM
Eu até entendo um pouco o fato deles não adaptarem 100%. Se bem que a adaptação em si já não é 100% do original, e ainda pode contar com adicionais, mas eles deixarem o final menos "completo" que no mangá/novel é uma boa estratégia para fazer as pessoas lerem a obra original, afinal, é pra isso que serve o anime.

Nunca assisti esse anime, mas já ouvi falar dele, muito bem inclusive. Não pretendo ver por hora, mas a novel está sendo traduzida, e eu acho uma escolha mais interessante ler essa história; mas só vendo aí, nada garantido.

Sim. Overlord já tem temporada nova anunciada. E Re:Zero também tem boas chances, eu esperei muito pra um anúncio da segunda temporada, e fora que foram 4 anos de intervalo, então podem até demorar, mas as chances de ter uma nova temporada não são ruins; e caso dê ruim, eu leio a novel.

Rapaz... Pior é que, recentemente, eu vi alguns comentários sobre uma possível nova temporada desse anime; não é nada certo, mas a esperança existe. E lembremos que tem casos desses, como Mahouka que teve um anime lá atrás (não lembro exatamente quando, mas faz tempo) e veio ter uma segunda temporada só agora (por outro estúdio, mas enfim); Re;Zero demorou 4 anos pra sair uma continuação; Shingeki, que foi um sucesso tremendo, teve que esperar de 2013 até 2017 pra ganhar uma segunda temporada; e nem vou citar Bleach já citando que vai receber uma continuação com mais de uma década de intervalo.
––
E sobre o anime de Yojitsu em si: comentamos sobre ele antigamente, mas só pra reforçar. Eu acho um anime muito bom, gostei bastante dele. A história em si eu nem acho tão genial, é até medíocre algumas coisas e situações do roteiro, mas os personagens e as questões que o anime trata, além das idéias, eu acho tudo muito interessante e bem feito; fora a produção que é muito da hora. E só uma "pequena" menção ao Ayanokouji, o protagonista, que é um dos meus personagens favoritos de todos os animes.

————

A última temporada de Shinmai foi a mais fraca mesmo. Mas, mesmo com tudo isso, eu ainda queria uma nova temporada, só pra concluir e termos um final digno na versão animada. Mas as chances são bizarras de baixas, pelo estilo da obra e também que o material original já finalizou a um tempinho.

————

Sim. Acho que não é só mais interessante para os veteranos como para qualquer pessoa que preze por uma boa obra; acho que só aquela galera bem fanática por romances e coisas do gênero, ainda gostam desse tipo de "abordagem".

E sobre o anime de romance que eu disse no comentário anterior que eu iria falar sobre: Tada-kun wa Koi wo Shinai, anime de 2017, apenas 13 episódios, original. Eu olhei na sua lista e não vi ele, então vou assumir que você não viu e não vou entrar em detalhes. Mas é um romance que trabalha muito melhor essa questão do amor. Eu gostei bastante do anime, é bem divertido (pelo menos na sua maior parte), recomendo.

———

Mas, apesar de tudo isso, no meu ranking de jogos do Donkey Kong, esse entraria em uma das últimas colocações. O melhor, pra mim, é o 2; após ele, o 3; após o 3, o Tropical Freeze (Wii-U e Switch); depois o primeiro; aí vem o Returns (Wii) e depois, aí sim, vem o de 64.

Eu te entendo. Realmente, também não é dos meus favoritos, como eu já disse, prefiro muito mais o estilo dos jogos da série principal. E essa do Rapidash perder em velocidade só tem uma explicação: roubo, kkk.

Era contra mesmo, modo versus, porque não tinha co-op no jogo; quer dizer, eu e quem jogava comigo, as vezes, jogava o modo história juntos, mas não jogávamos simultaneamente, era no esquema clássico de passar o controle; fazíamos isso quando estávamos em falta de um memory card, aí precisávamos liberar os personagens na raça.
E a questão da tela dividida, isso não era um problema pra mim, eu até gosto, sempre achei um charme muito da hora de jogos multiplayer. Hoje em dia isso quase não existe mais nos jogos atuais.

Essa questão do roubo é o maior problema do jogo mesmo, mas no meu caso é o sistema que não me é agradável, eu só jogava por ser Yu-Gi-Oh, e pra ver monstros/cartas emblemáticas, mas fora isso... Fora que eu nunca fui muito longe também.

Eu também tenho preferência por jogos co-op (acho que já disse isso algumas vezes), muito mais inclusive. Pra mim, o ranking de tipos de jogos que eu gosto, pelo menos atualmente, são:
• co-op (principalmente se for jogo de plataforma 2D)
• rpg (clássico, de ação ou tático) e jogos de estratégia num geral

Os Mario Party são ótimos pra se jogar com alguém, eu nunca joguei todos, mas joguei os de 64 e os de Wii. São bem divertidos.

Das menções que você citou, os jogos do Mario dispensa comentários meus, gosto de tudo relacionado.
Perfect Dark e Conkers são dois dos melhores jogos do 64, acho que só perde pros Zelda mesmo (pelo menos pra mim); e... Talvez pro 007 de 64; acho que estão no mesmo patamar. E se for fechar um top 5, coloca o Mario 64 e temos, talvez, os 5 melhores jogos do console pra mim (pelo menos dentre os que eu consegui lembrar).

Nossa, teve disposição de sobra. Eu realmente não sei se conseguiria, kkk. Mas depois de tanto trabalho, até eu não iria escolher outro time. Se bem que eu acho maneiro diversificar.

Então eu creio que você jogou o God of War 2 mesmo; no começo a gente enfrenta Zeus.

Eu vi o jogo do próprio Capitão Tsubasa que lançou, que é literalmente isso mas estamos falando do próprio, então... Esse outro aí eu não vi não, vou ver se pesquiso depois.

————

Exato. No meu caso, pelo menos até onde eu lembro, quando eu fui assistir Big Order, eu não fazia idéia que era do mesmo criador, então eu não tinha nenhuma perspectiva em relação a obra, eu só esperava algo minimamente legal (o que é meio que a minha expectativa mínima pra quase tudo).

Entendo. De fato, Angel Beats eu também não gosto de nenhum personagem em especial, até menos que você (que curte a que você citou). Mas se for tirar por essa questão, de "gostei desse anime por causa desse personagem", tem muitos animes que eu posso colocar que eu gostei e não foi por conta de nenhum personagem em específico.


Uma lista geral da temporada mesmo, que nem fizemos lá na temporada de janeiro. Vai demorar um pouquinho pra eu terminar os animes, mas antes tarde do que nunca.


Plunderer é pérola, kkk.

Também já teve animes que dropei mesmo gostando de algum(s) personagem. Se bobear, mais de 2/3 dos animes que eu dropei, teve algum personagem que eu curti no meio. E eu não estou contando animes que eu vi apenas alguns poucos minutos e dropei, porque aí não tem como.

Realmente. Minha taxa de drop é ok, e até um pouco maior se contar os animes que eu não terminei o primeiro episódio, acho que deve aumentar em quase 100% do valor atual, mas ainda assim não chega a ser nada absurdo, até porque eu sou uma pessoa simples: não tenho motivos pra continuar, dropo.

Nossa, você até que durou bastante. E tem gente que, até hoje, mantém a regra de não dropar nenhum anime (se bem que essas pessoas que tem muitos animes completos e nenhum dropado, eu tenho a teoria de que já droparam, mas não adicionam e dizem que nunca droparam nada; mas nem eles deve ter essa paciência de ferro e se der o azar de pegar um anime extremamente chato e monótono, eles param mas não adicionam; mas é só uma teoria, deve ter gente que realmente não dropar independente).

————

Realmente, você parece ser bem paciente, pelo menos nessa questão (porque tem uns animes que nem mesmo um monge da paciência suportaria, kkk).
Eu acho bem bizarro que, mesmo com você dizendo tudo claramente, ela simplesmente nem deu bola, isso é muito estranho. Tenta falar de novo, estratégia de persistência. Não é possível que ela esteja simplesmente deixando pra lá. Você é realmente bem paciente...

Acho que pra maioria das pessoas a qualidade é mais importante que a quantidade. É melhor ter poucos amigos mas que são muito bons, do que ter 10x mais, porém amigos medíocres/ruins.
Talvez exista algo que a quantidade seja tão importante quanto ou até mais importante que a qualidade, acho que existe, mas são situações e eu tô com preguiça de pensar nisso agora...

Sim. A nossa conversa já chegou no nível de ruim?! Eu não acho. Talvez tenha tido tempos que não estava tão boa quanto de costume, mas acho que nunca desceu tanto.

Ela provavelmente ficou assim por conta dos ocorridos recentes. Ela pode não estar sendo "natural" com você por causa das coisas que você disse que aconteceu. Mas é realmente bem ruim quando apenas uma pessoa carrega a conversa, tipo, muito mesmo. Quando as duas pessoas querem conversar, a conversa flui de boa e não exige esforço de nenhum dos lados.

É, a sensação de respostas "beco sem saída" é exatamente essa, muito isso daí mesmo. Responder por responder é tenso, mas pode ser isso. Tem casos que, se a pessoa não deixa uma brecha ou dá uma resposta finalizadora (no caso, sem gancho), eu simplesmente nem respondo mais. As vezes, quando a pessoa realmente quer, mesmo que ela não tenha mais o que falar a veja que a conversa terminaria ali, ela pode continuar com um "eae, mas e esse anime X, o que achou?" ou algo do tipo; eu falei sobre isso na mensagem anterior também.

Realmente, sábia escolha. O jeito agora é esperar...

Ps: aproveitar que estamos falando sobre problemas, uma coisa aleatória: meu dia hoje (dia que estou escrevendo e enviando essa mensagem) foi péssimo, mas é só um ponto aleatório pra destacar mesmo.

————

Caraca, essa cena do arranque das asas me deu agonia daqui, e realmente não tem nada a ver com a obra, muito discrepante; bem bizarro isso, ainda bem que nem cheguei perto dessa parte. Se bem que o anime é bem zuado e viajado num geral, mas não pra um lado macabro assim, é bem estranho mesmo.

Esse filme da obra é interessante por dois motivos (pra mim):
- primeiro: finaliza a história.
- segundo: a arte da capa é linda.
Mas, aparentemente, as pessoas dividem muito a opinião em relação a esse filme. Tem gente que odeia e gente que... Odeia menos. Algumas pessoas até curtem um pouquinho, mas num geral, falam que é bem ruim mesmo.

Bom, não vou descobrir nada dessas coisas pois não vou ver, mas valeu a minha tentativa.

————

Esse anime que você viu, eu não li a barra da história pois acho que vou ver ele. Então futuramente eu comento a respeito (se eu fizer a lista lá, eu comento na lista).
Lucas_7500 Sep 2, 1:55 PM
Existe louco pra tudo nessa vida ne.

E falando em ecchi aí, vi q to love ru darkness tá aí nos seus fav e tal. Presta? Ou depende e não é pra todo mundo?
Lucas_7500 Sep 2, 4:23 AM
Teve um maluco que mando "O mangá é ótimo, mas se tu tem um senso de moral forte, não leia". Tipo... oi?

Eu só queria ler um mangá genérico de dungeon e prota foda com harém meio fodase só pra passar o tempo e tomei um cara drogando a mina pra estuprar ela, é mole?
Lucas_7500 Sep 1, 4:22 PM
Carai, quem diria q o autor da única review lúcida de Sex & Dungeon!! é br kkkkkkk, parabéns pela review.
VitorZ7 Aug 31, 8:13 PM
Exatamente. E o importante mesmo, na verdade, são aqueles que vimos no "arco" do debute; aquele lá são os personagens principais mais relevantes da obra.

A Shirley... Realmente, ela é uma personagem muito intrigante, inclusive eu sentia um pouco de dó do "rosto" dela. Mas eu não cheguei a gostar, de fato, da personagem; achei ela interessante e acho bacana até. E o final dela eu achei muito bom, apesar de triste, curti também.

———

Sim, sorte a sua, kkk. Eu queria poder dizer isso de alguma obra que amo, tipo Zero no Tsukaima que teve quatro temporadas e que "finalizou" o material original, só que aquele caso é bem bizarro, com direito a morte do autor e coisas do tipo, foi mais pra algo conturbado do que qualquer outra coisa. Das adaptações que eu mais gosto, até então, não teve nenhuma que levaram até o final. Tirando Erased que é uma obra muito curta e deu pra adaptar em apenas uma temporada. Exemplos de adaptações que amo e não estão com a história totalmente adaptada: Overlord, Re:Zero, Yojitsu... e por aí vai.

Eu acho que consigo visualizar a personalidade dele, mas ainda assim não acho que chegue num nível Basara da vida. Porém não precisa nem ser muito diferente, basta não ser igual a maioria dos personagens que vemos nesses tipos de anime que já é um ponto muito positivo.

E entre Shinmai e Strike the Blood, qual o melhor pra você?
Apesar de eu nunca ter assistido Strike the Blood, acho que eu ainda iria preferir Shinmai; na verdade tenho quase certeza, visto que eu já tentei ver Strike the Blood e não deu muito certo.

———

Esse "fora a bunda da Aqua" foi ótimo, kkk. xD
Mas é, Konosuba é isso: personagens.

———

Real, tá concordando de mais, algo de errado não está certo...
Mas então, sobre essa de amor a primeira vista, realmente pode acontecer (apesar que eu considere ser praticamente impossível, coisa de 0,000001%, nesse nível), mas eu acho muito mais interessante ver um amor que floresce na relação, algo mais trabalhado. E eu tô vendo isso em um anime de romance que estou quase terminando, na próxima mensagem eu dou mais detalhes.

Sim, acho que essa foi a intenção que quiseram passar, de que ela gostou dele desde o início e coisa assim. Não me desceu muito bem não. Mas ainda bem que é algo extremamente irrelevante pro plot central, tanto que se colocassem eles como "apenas" amigos sem interesse romântico, além de não mudar nada na história, seria bem melhor, na minha opinião.

———

É tipo isso mesmo, o GTA V é muito grande. E também não é um jogo que eu jogue recentemente. Sobre o sexto jogo da franquia, acho que ainda vai demorar pra lançar (o que, pra mim, não faz diferença).

- O Mario de 64 é muito bom, joguei bastante também; mas não está no meu top 5 de jogos do Mario favorito, apesar de ser o top 1 de muita gente, kk. Mas Mario World sempre será top 1 pra mim, não tem como.
- Esse Donkey Kong de 64 eu também joguei, e apesar de eu achar um jogo até que bacana, não acho que se compara a série "Country". O mais legal desse jogo de 64 era que dava pra jogar com vários personagens diferentes.
- Os Pokémon Stadium de 64 são legais, mas eu não consegui jogar por muito tempo pelo estilo dele, que não é aventura como os jogos principais da franquia. E o Pokémon Red/Blue é muito bom, e com os pokémons nesse nível, você provavelmente estava até um pouco a frente da metade do jogo.
- Ocarina of Time tá no meu top de melhores jogos de todos os tempos (junto com Chrono Trigger e companhia), mas esses de Gameboy Color são ótimos jogos, quase tão incríveis quanto, e tem um final absurdo de bom. E quase todas as músicas de Zelda são boas, até a do primeiro jogo é da hora, kk.
- The King of Fighters deve ter sido o "rei dos arcades", porque o que tinha de gente que jogava esse jogo... E jogavam muito. Meu trio no jogo era Kim, Athena e Yuri; você não deve conhecer nenhum desses, mas fica aí a menção.
- Eu ainda tenho o cd desse Dragonball aqui, e também o do Infinity World (Ps2), esse último que é muito bom também mas que não tem nem metade do peso do Budokai Tenkaichi 3. E o sistema de luta é ótimo mesmo, e eu curtia muito o modo história também, mas esse jogo brilhava mesmo era no modo versus entre amigos.
- Provavelmente você deve estar falando do Forbiden Memories (Ps1), talvez o jogo clássico mais famoso de Yu-Gi-Oh. E esse jogo era ladrão mesmo, a máquina roubava. Mas eu não curtia muito ele por não seguir as regras do tcg, era um sistema próprio do jogo, bem mais simplificado; curtia muito não. Tinha um jogo de cartas do Digimon pra Ps1 que eu curtia até mais.
- Cs é Cs. E o CS GO é muito bom também.
- Captain Comando é um jogo que não é extremamente popular como os outros que citamos. Mas é um jogo de porradaria e passar de fase, tipo Cadillac Dinossaurs (Arcade), Final Fight (SNES e outros) ou Street of Rages (Mega Drive?!). E eu gosto bastante desses tipo de jogos, principalmente porque sempre tem modo co-op.

Nossa, aja paciência pra fazer essas coisas, principalmente se você editasse as características físicas do personagens e não apenas os status. Eu as vezes criava um jogador próprio pra ser um "eu" dentro do time e, no máximo, mais um amigo; mas criar um time inteiro deve ser um trampo e tanto, kk.

Tem dois God of War pra Ps2, eu finalizei os dois, e também finalizei os pra PSP. O terceiro, pra Ps3, eu fui mais ou menos até a metade. E o quatro eu não joguei muito. É uma excelente franquia.

E, cara, nos jogos que mais me marcaram, eu cometi um pecado a não citar nenhum dos jogos da franquia Inazuma Eleven. Vou citar o Inzuma Eleven 2: Blizzard, que eu acho que é o que tem a história mais bacana comigo (se bem que o 3 também tem). Futebol + RPG, e é a história que inspirou o anime.

———

A relação é que os autores de Mirai Nikki e Big Order são... A mesma pessoa (plot twist).
Cara, eu vi apenas um episódio desse anime e... Eu não gostei, e não precisei de decepção e nem nada, eu realmente achei bem zuado, então não sei se foi um caso parecido com Neverland pra galera (fora que Neverland é um caso bem diferente do que costumamos ver... final alterado, resolução estranha, etc...).

———

Mas pior é que tem animes que eu gosto mas que não tem nenhum personagem que eu goste em especial, as vezes acontece. Eu consigo pensar, de cabeça, em Made in Abyss agora; eu gosto do anime, mas os personagens, não são ruins (pelo contrário), mas não sou muito fã de nenhum deles; até gosto de algum aqui e ali, mas deu pra entender o que eu quero dizer.

É tipo: Rem >>> Beatrice >>> outros.

Hmm... Eu acho que você já havia comentado sobre isso, mas faz muito tempo e eu não lembro se você deu detalhes daquela vez como você deu agora.
Mas enfim... Realmente, a Rem ama o Subaru, e ele não ama ela de volta, ele "apenas" gosta muito dela, muito mesmo, em um nível absurdo, mas não ama ela como ela gostaria. E se você acha que eu gosto disso, não, eu não gosto; eu acho interessante para a história, mas é isso.
E o Subaru exagerado, é da personalidade dele mesmo, não tem o que fazer. Ele é forçado, muito, mas de propósito.
Aquele anime crossover de comédia dos isekai é muito divertido, kkk. Tem Overlord lá, não tinha como dar errado.

Também mal posso esperar pra ver essa segunda temporada, com certeza está muito boa. Se quiser que eu faça uma daquelas listas de animes da temporada quando eu terminar de ver os animes, pode dizer.

E tem muito disso, como em Plunderer, onde tem um personagem de cabelo branco que eu acho muito bacana mas o anime dele não se ajuda; ou Arifureta, onde a coelhinha é uma personagem muito da hora mas o anime em que ela se encontra não é tão da hora assim.

———

Esse último trecho, nossa, muita coisa...
Mas como diria Jack, o estripador: “vamos por partes”.

Acho que você já havia comentado sobre essa pessoa que você conversa/conversava bastante e há muito tempo. Mas não sabia que existia essa questão que você citou. Realmente é algo meio chato, e se for exatamente da forma que você descreveu, não sei como você conseguiu aguentar por tanto tempo... Pois, se você disse que as conversas estavam tóxicas e que elas estavam destinadas a morrer, só não tentar mais impedir que ela morra.

Mas, realmente, conversar durante anos deve levar seus méritos também, apesar que isso não torna instantâneamente a pessoa boa ou legal apenas por causa disso, porém é um ponto a se considerar. E uma conversa de anos pode ser uma boa conversa, uma conversa ok, uma conversa medíocre, uma ótima conversa... Durar nem sempre quer dizer que é bom.

Bom, sobre esse ponto da natureza e tendência, eu... Não acho que seja necessariamente assim. Mas não acho que você esteja necessariamente errado também, acredito que vai da experiência de cada um. Eu, por exemplo, nunca tive esse tipo de problema lidando com garotas. Mas os estilos de conversa ainda são diferentes, mesmo que não queiramos, acaba acontecendo.

Realmente, nossa conversa é bem saudável acho. (。•̀ᴗ-)✧

Sim, eu te entendo perfeitamente. Esses tipo de resposta são sem tempero, não tem graça. Claro, as vezes a gente pode dar quando realmente não tem o que fazer, mas cada pessoa pode ter uma estratégia diferente pra continuar a conversa. Eu, por exemplo, quando ganho um "ah, entendi" mas sei que a pessoa quer conversar, eu puxo um gancho de outro mundo e continuo, seja naquele assunto ou até outro. E tem sempre um "mudando de assunto..." que pode salvar.
Mas as vezes a pessoa só não quer mais conversar, mas dá pra saber, e nesses casos, só deixa pra lá; não se importar faz bem pra saúde.

Se não está adiantando... Você está tendo muita paciência. Mas enfim, você já deve saber o que fazer.

Simm, beem aleatório. Mas tudo bem, kkk.

———

Só pra voltar pros animes:
– eu dropei Sora no Otoshimono, um ecchi aí. você já assistiu e parece que gostou bastante. eu achei... ruim, mas a história parece que vai ter um desenvolvimento muito top lá na frente, mas até lá, muita comédia "wtf" pra mim, então não dá.
VitorZ7 Aug 26, 4:47 PM
Nossa, realmente, foi velocidade +8x, extremamente rápido mesmo. E que bom, né. Mas eu não consegui dar seguimento, kk, infelizmente. Mas tamo aí, o que importa é isso.

———

Também, mano. Achei que elas teriam papéis fundamentais para a história como um todo mas, pelo menos nessa primeira temporada, não foi bem assim. De qualquer forma, acredito que elas ainda terão mais relevância no futuro da obra.

Sim, e eu não gostei tanto do Patrick, ele é meio inútil; o Rick, por sua vez, se mostra bem mais ativo e contribui mais. Claro que, pelo contexto, as sombras acabam fazendo mais coisas, mas mesmo assim, o Patrick nem se esforçou, e menos que o normal.

———

Sim, sim, já havia comentado antes. E Strike the Blood tem várias temporadas, que anime bom pros fãs, tiveram todo material adaptado. Raridade.

Fala do protagonista de Strike the Blood? Se sim, do que eu vi dele, parece ser esse tipo mesmo. Parece ser um cara que se faz curtir, mas nada extravagante.

Cara, cuidado ao comparar um protagonista com o Basara de Shinmai, porque o cara é referência e dificilmente se vê algo parecido. Do que eu vi, o cara de Strike the Blood não parece ser do tipo do Basara, pelo menos não tão extremo. Mas se for, eu vou ter que ver Strike the Blood pra conferir isso, kk.

———

Exatamente, kkk. Ah, mas a Aqua, apesar de bem exagerada, é bem legal. Os personagens desse anime são tudo doido. E, sim, parece que ela nem usa, kkk, mas a realidade é que usa. Enfim, Darkness >>> Aqua.

———

É, o anime agrada, isso já é o suficiente.

Ah sim, essa cena. Eu lembro dela, mas agora não lembro se ela chegou no local por conta da localização (gps ou coisa assim), se ela seguiu eles (vai saber...) ou alguma outra coisa. Bom, deve ter alguma razão. Ainda que seja algo aleatório, tem uma versão estilo áudio book do anime, que revela várias coisas e explica várias outras, dá uma enriquecida legal pra obra.

Sim, a relação do Odokawa com a ovelha, apesar de existir e fazer sentido, a parte dela gostar dele é muito jogada, não tem como dizer que aquilo foi bem feito. Pessoas podem dizer que foi amor a primeira vista, mas eu não gosto de ver as coisas dessa forma, é uma solução extremamente sem graça. E olha que vemos muito disso na maioria dos animes, aquela cena do casal se olhando pela primeira vez e, ali mesmo, eles se apaixonam. Também não sou fã desse tipo de coisa.

Um ova eu acho bem improvável (principalmente se for fã service no estilo dos tipos que vemos por aí, o anime nem tem estrutura pra isso, kkk). Mas acredito que a idéia era fazer esse final mais interpretativo mesmo, tipo, a história já fechou, o que tem de principal pelo menos, então os produtores resolveram jogar esse tempero no final só pra deixar os telespectadores imaginando coisas.

———

Que merda... Ainda bem que dropei.

———

Só os jogos de PC, kkk, e principalmente jogos online. Mu é das antigas, e Counter Striker 1.6 é o clássico dos fps, acho que, principalmente CS, marcou muita gente, muitas mesmo.
GTA San Andreas é, pra mim, o melhor jogo da franquia, melhor até mesmo que o V. World of Tanks e Genshin Impact você citou que são os que você mais joga atualmente.
E os jogos de Nintendo 64 e PS2 são outros que marcaram muita gente, o PS2 aqui no Brasil foi febre por um tempo (e a pirataria reinava).
––
Os meus, vou citar alguns dos que mais me marcaram; mas vou me controlar porque se não a lista vai até 100, kk:
- Super Mario World (Super Nintendo): primeiro jogo que joguei, não tem como não pôr.
- Donkey Kong Country (Super Nintendo): entra no mesmo critério do Mario, não foi o primeiro mas tá lá.
- Pokémon Gold/Silver/Crystal (GameBoy Color): não foi o primeiro que joguei (foi o Blue) e nem o meu favorito (que é o Platinum), mas foi o que mais me marcou, sem dúvidas.
- The Legend of Zelda: Oracle of Ages/Seasons (GameBoy Color): basicamente a minha introdução a essa que é top 3 das minhas franquias favoritas.
- The King of Fighters 2002 (Arcade): jogava nós fliperamas da vida, o jogo que mais me tirou fichas, o vício era muito, kk.
- Dragonball Z Budokai Tenkaichi 3 (Ps2): eu pensei se colocava, mas acho que, apesar de ter jogado jogos como MK 3 Ultimate e Killer Instict no SNES que me marcaram de mais, esse DBZ foi muito importante, então vai ele.
- Yu-Gi-Oh GX Tag Force 3 (PSP): comprei um console só pra jogar um jogo... isso explica muita coisa. Fora que eu tenho quase 1000 horas nesse jogo, isso é bizarro pra um jogo offline e extremamente limitado.
- Counter Strike 1.6 (PC): pelos tempos de Lan House...
- Coptain Comando (SNES): pela ótima história que eu tenho com esse jogo, nossa... lembrei aqui, sempre fico feliz, kkk, adoro esse game.
- quase esqueço, mas não tem como... foi bom pra fechar com chave de Platinum; Chrono Trigger (Super Nintendo): o melhor jogo que já joguei na vida.
Fecho com 10, acho que tá bom. Óbvio que teve mais 'Marios" que me marcaram, mais jogos do Donkey Kong também, mas não quis citar vários jogos da mesma franquias; a excessão de Zelda e Pokémon porque são versões diferente de um jogo só.
E vai menções para as franquias: Bomberman, Metal Slug, Megaman (clássico), Call of Duty, Pitfall, Crash, Sonic, Final Fantasy e... PES/FIFA, kk.
– Kratos: ei, esqueceram de mim...
– Eu: esqueci de muita gente... perdão...

———

Ainda verei Monogatari um dia, então vou guardar meu comentário.

———

Ah, sim, entendo. Bom, esse episódio focado nela deve ser bom mesmo. É ótimo quando tem esses tipos de episódios com personagens que gostamos. Te entendo muito bem, kk.

Eu tô na mesma onda que você. Eu gosto da Lala, mas não amo, e acredito que você gosta até mais do que eu. E acho que, se eu tivesse dado continuidade ao anime, era bem capaz que ela seria ultrapassada por outras personagens.

Sim, ela é sua excessão mesmo, porque... Nossa... Kkk. E a Yuno de Miraí Nikki, gosto muito, personagem muito da hora, mas longe de mim, aquela menina é psicopata, então não quero. Até mesmo o amado dela, ela já tentou matar, então não colocaria ela de jeito nenhum.

Entendo... Cara, ela parece ser uma boa personagem, pelo menos por essa descrição. Bem interessante mesmo, curti.

———

Já comentamos sobre a Rem no passado, provavelmente deve ter sido uma das nossas primeiras conversas, pois lembro que falávamos bastante sobre os nossos animes favoritos. E eu já sei que você curte muito mais a Ram, que eu adoro também, então tudo bem. Mas meu segundo lugar em Re:Zero é a Beatrice mesmo; se bem que todo mundo é adorado por mim nessa obra, então não tem nem graça, kk. E sobre o que te incomoda na Rem, provavelmente você já falou nas nossas conversas passadas, mas pode dizer. E ela estar no meu harém e ser a líder é a escolha mais óbvia e lógica pra mim, sem nenhuma surpresa.

Ah, cara, amo a Tooru. E amo a Kanna também, mas apesar de ter centenas de anos (por ser dragão), ela não entra no meu harém por motivos claros, mas adoro ela, uma das minhas personagens femininas favoritas também. Adoros as duas. Também curto muito a Lucoa, mais uma dragão lá. Enfim, Tooru incrível.

Ela era uma empregada da academia mágica, e ela acaba tendo interesse no protagonista (Saito). Ela é ótima (agora que vi, as três até agora são maid's, e juro que não foi de propósito, kk.

Cara, o anime da Usagi é meio merda, kkk; mas, como eu disse, a personagem me ganhou, adorei ela, sério mesmo. Então tá aí.

A Sena é incrível, adoro essa viciada, kk. E a Rika, cara, também lembro e gosto dela, a de óculos, ótima personagem também.

Eu gosto da Fio desde que joguei Metal Slug 2, ou seja, faz mais de uma década que eu gosto dessa mulher, kk. Ah, ela é top de mais, não tem muito o que dizer. Metal Slug não tem histórias profundas, até porque o jogo nem precisa disso, mas os personagens te ganham no carisma.

Na verdade... A Nami é bem diferente, ela é do tipo "mandona" (bem entre aspas), gananciosa (pra cacete!) e com uma grande determinação. Ótima personagem, kk.

Himiko é muito waifu, pena que tem medo de homens, pelo menos até conhecer o amado dela, no caso, o protagonista de Btooom! (Sakamoto).
Nikaido é incrível, espetacular, até dói um pouco deixar ela de fora, mas é, em um "harém b", ela entraria, kk.
Não, kkk. Ela é de boa, só tem medo de homens. Tipo a Himiko, mas aqui o caso é mais "idiota" (por ser uma comédia e tudo mais), o caso da Himiko foi bem mais sério (quase estupro, ela tem seus motivos...).

Sim, as minhas escolhas foram bem surpresas, mas eu queria personagens distintas, e por meu gosto meio peculiar, acabou saindo que no automático mesmo. Muito bom.

VitorZ7 Aug 17, 5:08 PM
Esqueci da "ghost", kk.

- Kasumi (Asobi Asobase): adoro ela, mas nem dá pra por ela porque não daria certo, ela tem medo de homens (a Himiko de Btooom também), então vou por ela aqui pra preencher.
VitorZ7 Aug 17, 5:03 PM
A personalidade dela é bem bacana, achei ela interessante, curti bastante mesmo. Num geral, os personagens principais ali, não teve nenhum que eu tenha desgostado. Se eu não gostei de algum, pelo menos foi relevante na história.

Duas personagens que foram sendo deixadas de lado...?! Só penso naquelas duas que foram as primeiras a ver a Kate e a Emilico juntas fora do quarto. Tem também aquela que quase vira lenda, mas salvam ela, a que parecia ser mais velha. Mas acho que essa galera vai voltar a ter uma importância maior nos eventos posteriores, é que essa parte do debute precisou focar naquele nicho.

———

Acho que não é a primeira vez que você fala essas coisas sobre Strike the Blood. De qualquer forma, não é algo que pretendo ver (pelo menos por hora), e as chances de que eu tenha vontade de ver são bem baixas, não curto muito a temática do anime, e a introdução também não me desceu da forma que deveria.

———

A analogia foi beeem extrema mesmo, kkk. Mas é, o Kasuma é bem histérico algumas vezes, é o jeito dele, não tem muito o que fazer. E não é como se a Aqua fosse uma completa muda também, ela grita e faz bastante escândalo também. Mas o anime é bem zuado, e com propósito, então não tem muito o que fazer.

A irmã da Megumin não aparece muito mesmo, mas gosto da Megumin, acho que, depois da Darkness, ela é a melhor. Mas sei lá, gosto da Aqua também, quando ela não tá sendo chata.

E sobre a calcinha da Aqua... Acho que ela usa, porque se me lembro bem, o Kasuma já usou a habilidade de roubo dele para roubar a calcinha da Aqua. Então a resposta é: sim, ela usa, kk.

———

Sobre a questão dos subplots em Odd Táxi, tem isso, mas não é o fator que mais me encanta na obra não. O que eu vejo de bem positivo e que me faz gostar do anime é o carisma que ele tem. Eu acho ele um anime muito simples visualmente, mas com uma produção agradável; com personagens que não são extremamente complexos e bem escritos, mas que são da horinha e servem ao seu propósito; com uma história que não é genial mas tem seu charme. Acho um anime muito bacana, fez muito bem.

Sobre a questão da ovelha saber o local, se não me engano, explica no anime, só não me recordo muito bem da cena. Mas se você estiver falando da cena do afogamento, também é plausível no anime.
E ela gostando dele... Nada contra, só acho que poderia ter um porquê mais forte, nunca ficou muito claro o porquê ela se fissurou nele. Mas não chega a ser um incômodo, até porque é longe de ser um foco. Fora que o Odokawa também gostava dela.

O Porco Espinho foi top! uma das melhores coisas do anime, kkk. É uma pena que não curtiu, mas entendo. E o estilo de fala dele dá uma identidade maior pro personagem.

Sobre os personagens, eu respondi ali em cima. Mas é isso, nada muito complexo.

É... Também acho que está a muitos quilômetros de distância de ser um masterpiece, porém considero um bom anime, acho ele bem bom mesmo. E acho que vale a reverência, porque eu acho que é um anime que merece o reconhecimento. Muito top.

A idol também vai tentar matar o Odokawa no final do anime, só que termina antes. Ela vai fazer isso pois ele é o único que sabe que ela não é a garota encontrada no lago, e foi ela que entrou no táxi dele lá quando todo mundo queria a gravação da câmera pra tentar saber das coisas. Ela falando com a mãe, e indo silenciar o Odokawa (que, no fundo, não tá nem aí mais pra ela, só quer viver sua vida)... É um final bem interessante.

———

Então não teve nenhuma partida em nenhum dos episódios que você assistiu? Sério? Que anime de futebol que não tem futebol?? Eu realmente tô pasmo, quase indo ver pra confirmar se não tem partidas, porque seria muito bizarro.

———

Hmm... Vou te falar que eu achei um final interessante, kkk. Mas não vou assistir, até porque pedi pra saber, porém deve ser pior na prática do que na teoria. É capaz de que eu ainda acharia o anime uma merda e droparia no episódio 2, tipo isso. Enfim, é um anime descartável mesmo...

———

Eu também não jogo muito, tanto que levei meses pra zerar esse Metal Slug (sim... um jogo com 2 a 3 horas necessárias pra se zerar, você zera em uma tarde, e eu levei meses .. eu...), então eu não sou o melhor exemplo de rápido nem nos games e nem nos animes. Mas enfim, Metal Slug é épico.

Eu acho que já falamos sobre, talvez, mas qual seu jogo favorito de todos os tempos?? Ou qual o jogo que mais te marcou na vida?? Pode citar mais de um, claro.

———

Se fosse personagens favoritas, acho que é de boa por lolis, mas pra criar um harém próprio, eu não acho que seria interessante por (talvez se for aquelas personagens milenares...).

Verdade, suas escolhas foram bem padrão, todas são suas favoritas. E das que você escolheu, eu gosto da Kaoru, apesar dela não ser a minha garota favorita de Amagami, ela é muito da hora mesmo. Duas aliens (a Risa é Alien, né?) de To Love Ru, eu gostava da garota que o Rito gostava... okay, eu curtia a Lala no começo. E a Akemi é basicamente sua favorita.

Apesar de tudo que você disse sobre a Akemi, eu ainda não acho ela uma boa pessoa para se ter no harém... mas você não iria deixar sua favorita de fora.
O protagonista de Amagami também não pensou duas vezes quando teve a oportunidade de namorar a Kaoru, kkkk.
Apesar de eu ter visto pouco da Kanon, eu não acho que gostaria dela não, pelo menos não ao ponto de colocar ela em um harém. Mas como seu suposto primeiro anime e, consequente, seu primeiro amor, é muito justo.


Bom, agora as sete que eu selecionados:
- Rem (Re:Zero): claro, não tem outra, seria a "líder", a favorita do protagonista, e tudo mais. nem tem mais graça eu falar da Rem, é óbvio de mais essa escolha e os porquês.
- Tooru (Maid Dragon): cara, a Tooru é uma personagem que eu adoro, e seria uma escolha mais que excelente. ela é prestativa, personalidade muito divertida, pró-ativa pra caramba; é uma ótima personagem, diga-se de passagem.
- Miyoshi (Bakuman): a Miyoshi não só é uma pessoa incrível, como também se mostrou uma ótima mulher na obra em que participou; ela fez o par romântico do Mashiro, e no próprio anime mostrou o porquê de estar aqui. ótima personagem.
- Siesta (Zero no Tsukaima): essa foi uma das minhas primeiras personagens feminina favoritas. amo a Siesta, o jeito dela, a simplicidade... top, foi escolhida.
- Usagi (Taimadou Gakuen...): essa é a que eu vi mais recentemente, terminei o anime faz pouco tempo. adorei essa personagem, chamou minha atenção. personalidade fofa e simpática, muito top. e é uma sniper, meu tipo de gameplay em jogos de tiro. o anime não é bom não, mas a personagem me ganhou, kk.
- Sena (Boku wa Tomodachi...): escolha meio alternativa. representando os animes meio genérico, a Sena se destaca muito. ela é viciada em games, só isso já justifica a escolha, mas além disso ela é muito divertida. poderia entrar outras nessa posição, mas... Sena.
- vou "roubar" um pouco nessa última escolha, pois estou selecionando a Fio!! (Metal Slug): sim, personagem de game. foi mal, kkk, mas adoro ela, uma de minhas personagens favorita de todas as mídias, então burlei um pouco as regras, por ela.
––
Ficou de fora personagens que eu posso até gostar mais do que algumas citadas, como Nami (One Piece) ou Himiko (Btooom), ou até mesmo a Nikaido (Dorohedoro), mas apesar de eu adorar elas, no contexto que colocamos, acho que tem personagens que se encaixariam melhor (se bem que eu quase ponho a Nami, acho ela muito linda, mas seria apenas por estética, o que não seria bacana, apesar de eu amar ela e seu jeito, ela é bem implicante, seria uma ótima amiga pelo menos... e ainda é uma personagem absurda, não tem como).
VitorZ7 Aug 12, 6:21 PM
Sim, bons tempos, kkk. Bons tempos não só na vida mesmo, mas também nos animes; a época era boa até nos títulos que eu consumia (se bem que eu venho consumindo cada vez menos).

———

A Emilico é muito boa mesmo, ela é muito fofa e sua personalidade é adorável. Não sei se escolheria outra a não ser ela (dentre as meninas). A Rum definitivamente não seria uma escolha minha, não porque eu não gostei dela (ela é uma personagem que eu considero ok ali), é só porque a concorrência foi mais forte. Curti a Kate também, a "mestre" da Emilico.
Meu favorito foi o John, ele foi o personagem mais interessante pra mim; poderia ter tido mais tempo de tela até, mas foi satisfatório. Citaria ele e a Kate, pra diferenciar de você, kkk.

———

Sim, exatamente. Por isso estranhei o fato de Strike the Blood ter aparecido de repente. Mas foi explicado. E eu já falei que tentei ver Strike the Blood antes e... Não consegui sair do primeiro episódio. Enfim, bem aleatório mesmo, mas é a vida.

Sim, sim, você havia comentado que não curtia o protagonista (o oposto de mim, que acho o protagonista um dos pontos mais diferenciados do anime fora o fato do cara ser BR, o que aumenta muito a minha empatia com ele). A minha personagem favorita é a Darkness (e acho que já comentei isso também), a loira masoquista.
É um isekai de comédia escrachado e com uma aventura bem simples ali, é um anime que eu gosto, mas entendo que não é nada de mais, acho plausível não curtir muito. É bem de boa.

———

Essa cena da conversa entre a chefe do protagonista e a Sayu... Realmente deixa um clima de "vai rolar uma passada de perna aí...". E tem o fato da chefe sentir ciúmes da garota, por mais que soubesse que ela era muito nova para o seu amado e que ele não queria a menina, ainda deixa ciúmes.

Essa personagem que trabalhava com a Sayu é bacana mesmo. No início eu pensei que ela faria algum tipo de merda durante a história, mas ela me surpreendeu, foi tranquila o anime inteiro; parabéns pra ela (aplausos).

E a colega de trabalho do protagonista... Vai ter seu final feliz, no final das contas.


Obras tem que ter apenas um final, no caso, excluindo obras interativas (tipo vídeo games, ali é até interessante ter mais finais).
Em casos de comédias românticas padrão é menos mal pôr finais alternativos, pois acho que é algo mais pra descontrair, o final é consequência e não tem um peso realmente significativo, é algo só pra fechar e tanto faz quem fica com quem, tanto que tem trocentas obras com finais "abertos" onde o personagem principal termina com ninguém.
O negócio começa a ficar esquisito, pra mim, quando tentam meter um final duplo (ou triplo) em uma obra com uma história que importa de verdade. Tipo pegar Death Note e pôr um final onde o Kira vence e outro onde ele perde; isso é covardia (fora que aquele final é top da forma que é).
E no caso de HigeHiro, esse anime que estamos comentando, acho que é de boa ter esses finais alternativos. E nesse caso em específico, é porque a história já acabou, o que o anime queria passar de verdade, já foi. Esses romances era algo de segundo plano, e eu diria que esses volumes que o autor vai lançar são mais um fã service do que qualquer outra coisa.

———

Sim, uma sacanagem do anime (e um belo trabalho do diretor, diga-se de passagem). Mas é isso que eu falei, um anime que não vale tanto assim, só se a pessoa gostar bastante desse meio. Sério, nem como shounen ele serve, porque não tem muitas lutas, e as poucas que tem são patéticas. Outra coisa que eu não comentei mas é algo que não me agradou, o design de personagens é bem medíocre, curti não.

Irei ver Durarara um dia, tá na lista (se não me engano...).

———

Uma "obra de arte"... Talvez seja. Não acho que é uma das melhores coisas do mundo, mas é um anime com seu charme.
A essa altura do campeonato, você já deve ter terminado. Se sim, o que achou?

——

Como você assistiu bem mais que eu, você deve ter chegado a ver alguma partida; me diz aí como foram as partidas que você viu. Empolgou? Teve coisas bacanas? As meninas jogam muito?? Foi minimamente bom, ao menos?

———

Entendo... Não vi esse anime aí não. Aparentemente não vou ver, então pode dar spoiler. De qualquer forma, não parece ser algo que seja muito bom para que seja um desperdício deixar se ver.

E eu não ando vendo muita coisa, então não tenho nada de muito novo pra comentar. Só dizer que eu zerei Metal Slug 7 (faz uma semana já, talvez), que é uma franquia de jogos que adoro, e esse era o único que eu ainda não havia zerado nenhuma vez... Era...

———

Pra adicionar algo novo, já que não ando vendo muita coisa, tenho uma dinâmica legal para fazermos.
Vamos montar um harém próprio pra gente. Cada um de nós vai escolher personagens e criar a sua "seleção ideal". Lembrando que é pra você levar em consideração a personalidade da personagem também, não apenas o quanto você gosta dela ou os atributos físicos (por exemplo: adoro a Esdeath, mas quero ela longe de mim, kk; com aquela personalidade, ela pode simplesmente me matar se o humor dela mudar). E pode escolher até 7 personagens pra compor o seu harém, e uma ghost (digamos que essa é uma oitava opção, uma espécie de substituta, que acabou ficando de fora, mas ganha a menção, porém não vai entrar no harém). Pode começar (se quiser dar os motivos de cada escolha, pode dar).
Tomm01p Aug 11, 12:07 PM
Yeah, home office has gotten really common due to the pandemic. I'm not buying a laptop strictly because of gaming, more so because of video editing. But that means it will be fine for gaming as well, since video editing probably requires even better laptop requirements.

We watched the movie with Syncplay, it's like an app designed for sharing a screen on multiple computers. And we talked about the movie through discord. It works pretty well together.

I really tried to get into understanding the movie at first, but when that failed I just gave up, since it didn't seem that interesting anyways. It was just ... complicated for the sake of it, without there really being a reason for it to seem so complicated. I really wonder what the next 5 movies are gonna be about, I really hope it's going to be more happy-go-lucky and fun, because this movie really wasn't what I wanted out of Princess Principal.
DannyTheDonkey Aug 10, 9:58 AM
Thank You
Tomm01p Aug 9, 9:18 AM
Hey there, I've been doing pretty good this summer. A little worn out as I've been working a lot of part-time to make money for a new laptop, but luckily I'm mostly working on home office so I'm still in a really fine situation. And the pay is cool too. Hope you've been doing fine too.

Yeah, I guess you could say that I "watched" the Princess Principal movie. I was watching it with a friend, but we cared a lot more about the early portions of the movie when it was just girls acting cute and stuff. We tried to pay attention to the actual story but it wasn't too interesting, I think I looked away for like a minute or two but in those few minutes it progressed so much to where I didn't understand anything either until the very end. So yeah, technically I watched the movie, but I wasn't paying that much attention to it. It just felt mediocre, and didn't even have the fun personality of the original series.

I think they should go back to the more happy-go-lucky style they had in the first few episodes of the show. This more serious approach doesn't really work since the writing itself is not very strong.