Report Space_Traveler's Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 179.4
Mean Score: 6.21
  • Total Entries1,018
  • Rewatched0
  • Episodes10,930
Anime History Last Anime Updates
Sakugan
Sakugan
7 hours ago
Watching 3/12 · Scored -
Takt Op. Destiny
Takt Op. Destiny
7 hours ago
Watching 3/? · Scored -
Shiroi Suna no Aquatope
Shiroi Suna no Aquatope
7 hours ago
Watching 16/24 · Scored -
Manga Stats
Days: 3.7
Mean Score: 8.50
  • Total Entries27
  • Reread0
  • Chapters685
  • Volumes42
Manga History Last Manga Updates
Bastard
Bastard
Sep 10, 9:44 PM
Completed 94/94 · Scored 8
Sweet Home
Sweet Home
Sep 10, 9:43 PM
Completed 141/141 · Scored 7
Shuumatsu no Walküre
Shuumatsu no Walküre
Sep 10, 9:43 PM
Reading 51/? · Scored -

Favorites

All Comments (3097) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
Neercix 11 hours ago
prazer tbm paulo

concordo com oque você falou sobre a nino, diria que o desenvolvimento dela foi o mais explícito pelo fato dela mudar um pouco da sua forma de comportamento comparada as outras quintuplas.



oque você disse sobre black clover não é errado é isso msm é uma obra bem vazia sem nada de novo pra entregar dentro do gênero e os personagens não são tão bem escritos msm, mas ainda acho legal apesar dos erros o anime é bem mal adaptado msm, caso tenha saco em consumir black clover ainda le recomendo da uma conferida no mangá, acho o ritmo do mangá bem mais rapido do que no anime tipo em 1 hora tu consegue ler uns 30 caps numa boa não é um mangá que possui tanto texto por assim dizer, tem muita piada forçada msm eu nunca ri em BC pra falar a vdd , sem falar que fica uma espécia de um romance barato da noelle com asta tipo ela fica com uns 2 balões pensando nele e tal mas nunca se confessa com ele parece que usam esse amor dela como um artífico pra gera ''romance'' e tem gente que gosta disso não sei como kkkkk
black clover tem umas lutas boas no anime que infelizmente perde todo o valor por causa da animação porca , quando tem uma jogada de câmera sequenciada mostra o solo da terra todo bugado e anatomia do corpo toda torta , e desses motivos que é bom começar pelo mango aliás alê nunca que teria saco pra finalizar o anime acho que se ele terminasse BC pelo anime ele daria 1 mas ele optou pro méotodo menos torturante o mangá.

Neercix Yesterday, 11:53 AM

Black Clover
Yesterday, 7:33 PM
Watching 115/170 · Scored -

Ou oque está achando do anime? A adaptação é meme mas a história é até legalzinha, tu tá assistindo depois da volta da dublagem da funi? Ou tá vendo em legendado msm?
Neercix Yesterday, 11:51 AM
Vejo que curti a nino🧐 já pra dizer que é um ser provido de alto conhecimento
Grego_Macedonio Oct 16, 4:01 PM
Saquei. O que costuma jogar ai?

Residente Evil Village é bacana, gostei. Como se nao conhece muito a franquia, nao deve saber q no Residente 7 a jogabilidade e estilo mudou bastante, entao dificil comparar HAHA O Village segue mais o estilo do 7, ja que é continuacao direta. Tem gente q nao gosta da mudança, ja eu adoro HAHA

O novo do 007 é bacaninha, nao é tao bom quanto o Skyfall que ta no meu coracao, mas foi divertido HAHAHA

Entendi. Eu terminei a temporada do Boku no Hero, achei bem bacana. A parte do My Villain Academia la achei bem legal, algo que gosto do Boku no Hero é a atencao que ele da para os personagens. Sonny Boy nao voltei a ver ainda, mas quero, to só terminando uma leva de filmes, que vo ter cabeça pra ver ele HAHA

Saquei, nao sei como é a Animacao, pois vi o Manga do Slam dunk, mas eu adoro ele. Talvez o Manga tenha um impacto diferente, tem algumas obras q as vezes o Anime nao consegue transmitir oq o manga queria transmitir.

Daora, vo ver uma hora, como ele é longo, to deixando pra depoisss HUSAHUSAHUSA um dia eu vejo.

Heavens Feel tenho interesse em ver, provavelmente um dia encaro HAHA

Comecei a ver o Anime da Komi-san, achei maravilhoso a adaptacao, pois eu adoro o manga e acho ele uma obra BEM dificil de adaptar para anime, e achei q eles se viraram bem. Chegou a ver algo dele?
Cambuim Oct 10, 7:00 PM
opa parceiro vlw por aceitar

se quiser conversar/perguntar algo to aqui

Nevas95 Oct 6, 5:32 AM
Opa, vlw mano, obrigado pela disponibilidade, espero que possamos tmb ter uma boa harmonia e qualquer coisa estou por aí se quiser falar sobre animes, tmj! xD
Gui8830 Oct 5, 3:02 PM
Obrigado pela msg amigo! Esse jogo de pokémon é divertidinho, ainda mais pra mim que nunca joguei mobas como lol, dota, etc. Único problema é a quantidade de gente que não sabe jogar e só acaba com a partida dos outros, fico puto.

Veja amigo, recomendo demais Evangelion, obrigatório a qualquer um. Quando tiver tempo, dá uma olhada, não vai se arrepender.

Eu tb achava q só leria OP no final da minha vida, mas agr tô aqui KKKKKK e tô adorando.

Desses eu já li parte de Slam Dunk, parei em alguma parte e nunca mais voltei a ler, pretendo continuar ainda, mas eu devo ler do início pq esqueci muita coisa. Fate também curto muito, apesar de concordar que os spin-offs não chegam perto da franquia original, ainda curto muitos deles e me divirto assistindo, consigo tirar algo daquela assistida.

LOTGH nunca vi, mas tenho certo interesse na obra, vejo só comentários positivos sobre.
IzayoiKizu Oct 5, 2:56 PM
Considerando que eu dormi a maior parte da viagem, tive que andar uns 5 quilometros pra ir pra uma praia onde eu deitei e dormi porque odeio praia, e quando voltei pra casa descobri que tinha queimado por causa do sol (sou dolorosamente branco, meia hora de sol já é algo perigoso pra mim), então acho que não correu tudo bem não. Bem, pelo menos eu passei mais algum tempo com minha família, eu acho?

Esse negócio da animação aí sempre foi uma crítica super injusta, ou nego pausa em um In-Between que fica uns 2 ou 3 frames na tela só pra zoar e condena a "animação" da cena, ou pegam uma cena que possui exageros pra causar fluidez, como a do Pain. Tem muitas obras que são alvo dessa crítica absurda, mas Naruto deve ter sido a que mais sofreu com isso. Tenho pena do Yamashita e do Matsumoto, que animaram as cenas que mais falam merda sobre. Eles devem ter morrido de se esforçar pra fazer algo tão fluido e vem povo pausar em um In-Between e falar que tá mal feito.
O problema do Chouji é que ele como personagem já é meio esquecível, e como tem o meme de que "o Shippuuden é só Naruto e Sasuke", até quem tem algum destaque vai pro saco também na memória das pessoas. Nada muito grande, tem só a relação de amor e ódio com a Sakura que é resolvida no episódio 41, que é o final da luta das duas. E ela não perde, não, elas empatam. Até no arco do Hidan e Kakuzu, que era pra ser o arco do Time 10, o Shikamaru tem um puta texto, o Chouji ao menos ajuda na luta, mas ela só descobre onde o Hidan e o Kakuzu estavam, e na luta mesmo ela joga algumas shurikens uma única vez. É hilário. Shikamaru era um personagem tão bala, cresceu e ficou chato... é, acho que a Rika tava certa, adultos são um saco mesmo :p.
Gosto bastante da relação inteira do Naruto e do Sasuke, na verdade. No começo ela é bem genérica, aquele tipo de relação de rivalidade mas amizade ao mesmo tempo, mas gosto bastante de como ela vai evoluindo sutilmente ao longo do anime. Logo no Exame Chuunin dá pra ver que o treinamento e a luta do Haku fez eles criarem bastante respeito um pelo outro, é bem legal isso. Uma cena que eu gosto bastante é depois da luta deles no topo do hospital, que o Sasuke percebe a diferença de poder do Rasengan e do Chidori. E nenhuma luta deles seria tão boa quanto é se não fosse toda a dinâmica criada. Deve ser top rivalidades de shounen, pra mim.
O problema é que o fracasso com Samurai 8 deve ter desanimado ele de tentar outra obra, também, o que é triste demais. Considerando que é a Pierrot, e pelo que eu saiba Boruto por um bom tempo foi bem mal produzido, não dá pra sempre esperar essa produção não. Mas produção e direção de anime tá começando a ficar cada vez mais bem valorizada, então a tendência é sempre melhorar. A forma que tão fazendo pra fazer o Boruto ser o "protagonista" é fazer o Naruto e o Sasuke ajudarem ele, e aí nerfarem os dois (não abre se tu ligar pra spoiler de Boruto lol)
. Eu ACHO que o drama do Boruto deve ser algo como ele ser muito criança e ter que crescer mentalmente pra lidar com os conflitos sei lá, não vi mas parece algo que fariam nele.

Todo ponto de vista é necessário e bem vindo. Eu sou do time que acredita que não existem verdades, e ao mesmo tempo tudo é uma verdade. Afinal, a verdade vem de dentro do ser, do indivíduo, do que ele acredita e leva como verdade. Não é a toa que, no japonês, "shinjitsu" é verdade, e "shinji" é acreditar. Você não pode obter a verdade se não acreditar. Então por exemplo, se um tem como verdade que algo é perfeito, então aquilo há de ser perfeito, mas obviamente que apenas para aquele indivíduo, afinal, não só é impossível que algo seja perfeito para toda a humanidade, mas é impossível que cada único indivíduo no mundo acredite em uma mesma coisa como verdade. Nós temos livre arbítrio, afinal. Sim, eu acabei de usar um tópico levantado a partir de Naruto pra ser um subjetivista sujo, pode me julgar o quanto quiser.

Pelo que eu li nas suas tags, seu vocabulário é mais amplo que o meu, e escrever textos interessantes vem com o tempo, só ir tentando e vendo o que você acha que tá ruim, ou que não combina com o resto do texto, por exemplo. Ter um esqueleto é bom pra redações acadêmicas, mas pra quando você quer escrever um texto por hobby sobre algo que gosta eu não acho nem um pouco eficiente. Você já assistiu os três videos do Nearly On Red? Eu costumo ver vídeos de certas obras, mas coisas tão interpretativas como Sonny Boy eu acabo tendo medo de ver por que quero sempre tirar o máximo de mim possível quando assisto, eu me sinto desafiado, sabe? Tanto que nunca assisti um video sobre Wonder Egg, por exemplo. Mas realmente ajuda você a ver mais coisas. Obrigado! pode ter certeza que a experiência tá sendo incrível, puta anime genial. Eu espero que ele não trabalhe só na CloverWorks, porque depois do pesadelo que foi aquela temporada eu perdi todo o respeito pelo estúdio. Mas também quero que ele pegue obras originais. Quanto mais obras originais no mundo melhor, elas são sempre mais ambiciosas.
Feito de forma "pura" assim né, bem entre aspas, tem umas coisas no meio que são definitivamente meio cursed, tipo o estupro lá, mas a interação entre o Kaoru e a Momoe é muito boa no episódio inteiro. E é bem legal que o Kaoru é a única pessoa que se declara pra Momoe e ela não fica desconfortável com isso, eu shippo. Talvez não só por isso, mas também porque o design inicial é o design que faz a personagem, que dá todo o drama dela, talvez passe uma impressão melhor por isso. Eu usaria todas as roupas, acho o design inteiro incrível. Um dia compro um moletom da Ai. O único problema dos artistas da Fandom é que não tem muitos, provavelmente reflexo da obra não ser tão popular lá no japão, e grande parte dos artistas são de lá. Mas os que tem são incríveis em sua maioria, tem umas artes que eu fico de boca aberta, tipo:

Queria mais artes da Kotobuki, ela tem um dos meus designs favoritos da vida e é meu favorito de Wonder Egg, mas se tem 5 artes dela é muito.
Eu compreendo, grande parte do motivo pelo qual eu gosto mais da Ai é porque me identifico bastante com ela também. Mas não consigo ver faltando uma naquele grupo, no comecinho, que não tem a Momoe, eu fiquei imaginando como seria toda aquela interação Ai-Neiru-Rika se ela tivesse ali. E é o que eu sinto com a Neiru também, ela tem um papel muito legal naquele grupo, e acho que é a que tem a melhor interação com a Ai.
Eu gosto de dar minha opinião, mas tem que ser pra pessoa certa também. Tem gente que eu já desisti de conversar sobre coisa e aí nem falo nada sobre o que eu gosto ou não gosto. Eu sempre gostei bastante de discutir porque sempre aprendia algo novo olhando o ponto de vista das outras pessoas que conversavam comigo, e eu também estou sempre disposto a mudar minha visão sobre algo, sempre estou disposto a aprender, mas aí eu comecei a conversar com gente que não tava, e aí o negócio só virava um loop chato até que eu desisti de discutir. Hoje em dia só discuto mesmo frequentemente com meus amigos mais próximos, que são pessoas que eu sei que não tem esse ponto negativo. Também gostei bastante de conversar contigo, descobri certas coisas que não sabia sobre Wonder Egg e entrei no hype de novo pra obra, tanto que comecei a rever e tô gostando bem mais que da primeira vez. Só tenho a te agradecer.
Que bom que você é tranquilo. Fica de boa, continuo com uma ótima impressão sua, meio injusto seria se eu só te julgasse sem saber seu lado. Não acho que tenho mais algo a dizer em relação a esse assunto, mas também pode ser eu estando sem saco pra escrever mais, então vou só deixar na geladeira.
Uma possibilidade que eu acharia legal seria fazer uma segunda temporada mesmo e refazer esse special em um formato mais longo, talvez uns dois ou três episódios, porque por mais que eu ache genial acontece BASTANTE coisa nele. E depois de ver o que acontece no CD Drama que saiu, eu consigo ver material o suficiente pra adaptar em mais um cour.
A interpretação dos nomes das amigas da Frill eu tive que ir fundo pra pensar em algo, mas no final fiquei feliz com o resultado. Gostei que, depois de reassistir, notei certas coisinhas sobre as três, especialmente em questão de personalidade. Mesmo que não muito, elas são um pouco distintas umas das outras, e são essencialmente produtos falhos, tanto em aparência quanto em personalidade, o que reflete bastante a situação da personagem da Frill e o que ela fez até então. Cara, eu tava tirando print de coisas que achei legais nos episódios enquanto reassistia, e os três últimos episódios foram inteiros pra conta. Foi MUITA print, basicamente quase todo diálogo dos episódios eu achava foda. É, não mesmo, por mais que eu tenha aprendido várias coisas sobre a obra aqui, foram todas mesmo sobre as metáforas, simbolismos e mensagens. Bem, eu não realmente preciso saber o howdunnit, então só saí no lucro :p.

Foi mal, eu tô MUITO sem saco pra continuar escrevendo, demorei o dia todo pra escrever isso aí, então vou te deixar na mão por enquanto, depois aos poucos eu vou respondendo o resto dos tópicos. Foi mal mesmo.
IzayoiKizu Oct 4, 2:21 PM
Obrigado! Não foi boa infelizmente, mas é a vida.

Naruto inteiro acabou virando um meme por causa disso né, porque o que não falta é personagem fazendo coisa ridícula ou que tem coisa não aprofundada. O Chouji tem um arco fechado bem legal que se mantém até que consistentemente, mas a Ino fecha o arco no episódio 41 do clássico e nunca mais tem porra nenhuma, ela tá num estado pior que a Sakura. Pior que eu lembro do Shikamaru ter ficado muito chato depois de virar ajudante do Naruto, e isso me deixa meio triste. Não consumi Boruto, mas eu li o Naruto Gaiden e ele é bem chato lá, não deixa o Boruto brincar nem com um fucking clone do Naruto. Pra quem achava tudo um saco, ele tá fazendo trabalho até demais. Eu entendo seu ponto, e até concordo em certo nível, e acho que até o contrário também vale. Tudo bem achar que a obra que você gosta não tem defeitos. Eu vejo muita gente por aí com essa mentalidade de que "nada é perfeito" e geralmente falta felicidade na vida dessas pessoas. Tem prova de amor maior a uma obra do que achar que ela não tem nenhum problema? Acho difícil. Valorizar o que você gosta é importante, eu imagino.
Eu também acho que ele tem uma trajetória melhor que a do Naruto, mas mais porque ele tem um arco mais fechadinho e feito em menos tempo. O arco do Naruto é bom, mas como é grande demais o Kishimoto acaba fazendo uns desvios e cometendo vários erros. Ainda acho bem genial a sacada que ele teve depois do arco do Pain, de colocar um objetivo pro Naruto um pouquinho antes dele realizar o primeiro objetivo dele, de ser reconhecido, mas o que vem depois disso, por exemplo, é meio merda. E o Sasuke é o caso contrário, não gosto de como o Kishimoto coloca outro objetivo nele, mas o que vem depois disso é brabo. Eles são opostos em literalmente tudo, até na minha opinião sobre as coisas aSUHDUASDUHAUSFHUASf.
Sei não se começa a melhorar, considerando a qualidade *incrível* que o final de Naruto teve, e o quanto ele parece desgostar da obra a esse ponto. Vi uns acontecimentos que parecem legais, e vi gente elogiando os últimos episódios do anime, principalmente em produção. Naruto é todo sobre essas coisas de gerações, e de consertar os erros das gerações passadas, e etc. Meu problema com o Boruto ser o protagonista é que não tem como ele fazer NADA sem a ajuda dos outros personagens porque os inimigos são muito fortes, e se ele fizer é simplesmente algo ridículo. Então os caras se trancaram em um quarto fechado que não tem como sair até o Boruto crescer e ser justo ele ser tão forte.

Isso é tudo questão de prática, começar a escrever um texto é sempre o mais difícil. Quando você começa, as coisas geralmente fluem muito bem. É só praticar um pouquinho e ir escrevendo sobre coisas que você gosta, e já já você vai estar escrevendo textos maiores do que gostaria. Foi assim que eu treinei pra fazer minha redação do Enem, sempre tentando escrever sobre os anime que eu assistia e me esforçando ao máximo pra me expressar. Quero reassistir Sonny Boy também, parece o tipo de obra que cada reassistida vai ser melhor que a anterior, e eu ainda tenho bastante espaço para melhorar minhas interpretações sobre a obra. Uma coisa que me ajudou bastante não só a lembrar mas também a interpretar várias coisas, foi ficar tirando print de vários quadros, diálogos ou cenas que eu achava intrigantes ou só muito boas e salvando em algum lugar, no meu caso eu tava mandando pra um amigo meu que também é muito fã da obra. Inclusive, eu estou revendo duas vezes, uma vez legendado normal, e a outra dublado com ele, e apesar da dublagem ser mediana, ainda tá sendo uma puta experiência. Não sei não, mas eu acredito que ele já tenha sim. Tem um Tweet dele que ele fala que tem umas três coisas pra fazer, mas não consegue achar ânimo pra fazer nenhuma delas. Ele não especificou se tem a ver com anime, mas pode ser. Tem outro também que ele se pergunta quantos anime ele pode fazer antes de morrer. Acho que se não tiver nenhum trabalho atualmente, deve fazer algo em um futuro próximo.
Eu também não sou tão ligado, mas na época que tava saindo eu entrei pra dar uma olhada já que os temas batem muito com o que tá sempre em alta no Twitter, essa questão de identidade de gênero e etc. a Momoe e o Kaoru devem ser os personagens favoritos deles, e isso porque o Kaoru só aparece em um episódio. Realmente combina muito, acho mais bonito que roupas mais "femininas", pra ser sincero. Acho que isso tem bastante a ver com o design de todas as personagens ser incrível, e o designer também é novato. Eu fiquei muito tempo hoje procurando fanart de Wonder Egg no Pixiv, e não consigo contar a quantidade de coisa absurdamente bem feita que eu achei lá, recomendo dar uma olhada. Eu sinceramente não consigo me decidir entre as três além da Ai, antes meu top era Ai > Momoe > Rika > Neiru, mas agora as outras três estão bem empatadas. A dinâmica delas como um grupo é perfeita demais, e acho que isso acaba fazendo muito da minha imagem delas como uma só. A Neiru eu gosto bastante justamente por ela ser meio diferente, porque é basicamente foreshadow do que ela realmente é. Tem muito disso no episódio 5, é um episódio incrível e o foco dele é a Neiru. Ainda acho a dinâmica e o desenvolvimento de relação com as garotas dela muito bom.
É muito raro eu brigar com outras pessoas por opinião também, até porque eu mesmo sou uma pessoa bem tranquila em relação a isso, os problemas que eu tive também foram pessoas que eu havia conhecido a pouco tempo, em um servidor de Youtuber no Discord. Faltava respeito demais em 90% das pessoas que discutiam ali, aí eu peguei certa raiva e certo medo de voltar a discutir e voltar a ter essa experiência. Não foi minha única experiência ruim, considerando que eu sempre discuti bastante com outras pessoas, mas acho que essa foi a que mais me impactou. É meio triste gostar muito de fazer algo mas parar de fazer por outras pessoas. Eu senti que não tava agregando mais nada a mim além de me deixar com raiva.
Peço desculpas antecipadamente se você não gostar do que vou dizer agora, mas acho melhor ser sincero sobre esse assunto: não consigo ver essa coisa de "olhar crítico" como algo além de uma desculpa pra entrar em uma panelinha, ou parecer mais inteligente, geralmente uma minoria mais irritante que o normal. Claro, nem sempre é isso, acredito que existam exceções, e pelo que eu conversei com você aqui, e pelo que li sobre o que você disse, que você mesmo seja uma delas, mas a maioria das pessoas são assim. Eu não consigo ver como algo viável criar outro lado de mim só pra criticar obras, prefiro fazer isso como eu mesmo sou. Acho que criar um "lado crítico" em mim seria negar como eu sou geralmente, como pessoa, e simplesmente não me sinto bem assim. Geralmente eu até faço piada falando que "falta felicidade no coração de x pessoa" porque ela geralmente tem esse tipo de mente, mas as vezes eu fico me perguntando até que ponto isso é realmente uma piada e não a realidade. Novamente, desculpa se você achou isso ofensivo em certo nível, mas eu realmente queria falar o que penso. Talvez eu só seja sentimental demais, mas não consigo separar o "eu" do que eu consumo. Afinal, o que eu vejo, o que eu experiencio, o que eu aprendo, não é isso que essencialmente faz o "eu"? Acabei ficando meio filosófico demais, mas esse assunto é pura filosofia humana, então acho que não dá pra fugir disso :p.
Então, ele disse "daqui a 6 meses" alguns dias depois de lançar o especial, e já fazem o que, 4 meses? Não lembro exatamente quando o especial saiu. Já já os coitados do Wakabayashi e do Nojima vão ter a fandom enchendo o saco deles de novo pra fazerem uma sequência. Bem, espero que dê resultado. Ver meu grupinho de garotas juntas de novo sendo felizes é o que eu mais quero nessa vida.
O que eu achei tá tudo na página da Wikipédia sobre Sonhos, só dá uma lida lá porque vai ser melhor do que eu tentar explicar. Claro que eu pesquisei em outros lugares também, mas não fui mais longe do que tava na Wikipedia em questão de conteúdo, então é mais fácil ler lá. O nome das amigas da Frill são estranhos, mas eu não acho que tenha algo a ver com isso. Hyphen e Dot são pontuações, e o nome da Kirara eu acredito que seja alguma referência a mahou shoujo num geral, até porque Wonder Egg é uma espécie de Mahou Shoujo. Eu procurei algumas coisas sobre as pontuações em si, mas não achei muita coisa que contribuísse com esse mistério. Pelo que eu interpretei, o nome delas são pontuações comumente usadas em computadores, e o significado da pontuação tem a ver com amizade. Hífen seria algo como juntar duas palavras, unir duas coisas, e uma relação de amizade é essencialmente uma união. Um ponto é um chega, um limite, e eu creio que um dos papéis de uma amiga seria parar a amiga quando ela tá fazendo algo de errado, ou passando dos limites. A Kirara tem a porra de um nome gigante que eu não faço ideia do que significa, mas como julgo ser uma referência de Mahou Shoujo, creio que ela represente algo que a Frill goste, talvez uma amiga com quem ela possa falar sobre vários tipos de hobbies. Não consegui ir mais longe que isso interpretando essas três.

Pior que eu sou um grande defensor do Ecchi de Monogatari. Não só porque não odeio ecchi num geral, vejo como algo pra se apreciar, afinal, a beleza do corpo humano é um tipo de arte. Em Nisemonogatari não posso julgar porque faz tempo que vi, mas em Bake mesmo não me incomodou nem um pouco, pelo contrário, eu achei muito belo, e em Kizumonogatari é onde eu acho que ele está em seu ápice. Defendo bastante a cena do armazém, e principalmente, a Hanekawa do Kizu, acho ela uma personagem cheia de nuances que muita gente acaba não percebendo porque ficam cegos pelo tamanho dos peitos dela. Acho que quem reclama é quem mais dá valor pra essas coisas. Você já deve ter visto gente falando sobre isso, mas Monogatari é uma historia contada, e os peitos da Hanekawa serem tão grandes e ela ser tão "sexualizada" é tudo culpa da narração do Araragi, afinal, é assim que ele via ela no começo. Ela oferecer a calcinha pra ele é tudo caracterização da personagem, um desespero dela em fazer um amigo, e o interesse em um ser tão diferente quanto o Araragi. Monogatari deve ser o anime que eu conheço que melhor faz essa caracterização por sexualização, mas vejo pouca gente dar valor a isso e só reduzir a "tetakkkkk". Concordo que o trio de antagonistas são relativamente mal aproveitados, mas eles não importam tanto, e acho o texto do Araragi nesse meio muito bom. A última luta do segundo filme todo mundo diz que é um anticlímax, e talvez seja mesmo no quesito luta, mas é o ponto mais alto do desenvolvimento do personagem do Araragi nesse filme, e de novo, é algo que eu sempre vejo as pessoas ignorarem e reduzirem a "arvorekkkk". Hana e Owari eu também ainda não revi, então não posso falar muito, mas lembro de ter adorado ambos. Gosto da relação da Kanbaru com a Rouka também, apesar de não gostar muito da personagem da Rouka per se. A Sodachi é fenomenal, não sabia que não gostavam dela. E além de ser um grande passo pro personagem do Araragi, ela é a primeira garota que não possui nenhum envolvimento com esquisitices, o que dá um ar bem legal pros arcos.

Tá dando um cansaço de escrever, meus braços já estão doendo, puta merda, que conversa grande da porra. Tu não tem Discord não? Mais fácil conversar por lá, eu acho.

Obrigado! É uma pena que você seja do grupo de risco, mas foi bom que optou não fazer então, era melhor assim. Eu não sou, e mesmo que fosse nem sei se minha mãe permitiria que eu não fizesse, do jeito que ela é. Tô fazendo engenharia química, nunca gostei muito de exatas, mas sempre aprendi rápido, então achei que seria uma boa testar, já que não tenho nada que queira fazer em mente. O problema é que não consigo fazer a parte mais legal do negócio porque as aulas estão sendo online. Eu nem sei se vou trabalhar com isso mesmo, mas é sempre bom ter um diploma de backup, hehe. Eu sempre tentava citar um anime, e como eu vi bastante coisa, sempre tinha algum que cabia no assunto. No Enem, como o tema foi de doenças mentais tipo depressão e etc, não achei um que coubesse melhor que Evanglelion. Um dia vou citar Wonder Egg em uma redação, nem que tenha que fazer o Enem de novo kek.

Eu acho o Kirito um personagem horrível justamente por ele ser um self-insert ruim. Conheço vários exemplos de personagens que são self-insert pro espectador mas mesmo assim tem muito mais neles tanto em personalidade quanto em texto do que o Kirito. Os protagonistas de Danganronpa, mesmo, são todos assim.
O Kirito tem o que, duas lutas em Alicization depois que o Eugeo morre, e o fantasma dele aparece nas duas graças à espada. É muito tosco, e o mais hilário é que o Kirito SEMPRE ganha com a ajuda de alguém de alguma forma, nunca é sozinho. Nem pra fazer o trabalho de ser o self-insert fodão ele serve direito, que vergonha.
A Quinella é a melhor vilã de SAO pra mim, o problema é que eu ainda acho ela ruim, só é a melhor porque não tem competição. O conceito dela é interessante pra caralho, mas é claro que o Kawahara não desenvolve isso bem, e até eu que aprecio ecchi não gosto dela ficar pelada a porra da luta inteira, tira toda a seriedade da parada.
Pior que não era difícil consertar essa parada de fazer ele reviver e derrotar o Kayaba. A Asuna também volta viva depois de morrer por motivo literalmente nenhum mas tipo, era literalmente só colocar uma regra de que "ah, o Nervgear demora 10 minutos pra fritar o cérebro da pessoa que morre no jogo, então se você zerar o jogo nesse tempo o procedimento vai ser cancelado", e resolve o problema da Asuna voltar. Pro Kirito derrotar ele também era bem simples, era só fazer ele acertar o Kayaba logo depois de cair, antes da barra de vida dele esvaziar por completo, e os dois morreriam ao mesmo tempo. Se EU consigo criar uma desculpa melhor de forma que não vai interferir em nada no roteiro, não é possível que o Kawahara não conseguisse, simplesmente preguiçoso demais. A Yui deve ser top piores coisas de SAO, a interferência dela em GGO é ridícula, e nego dá um jeito de usar ela de Deus Ex-Machina até em jogo que ela não tá e não tem poder nenhum, mesmo que seja só conseguindo informação. SAO é tão ruim que é engraçado.
Eu sinceramente nunca vi potencial na Asuna, ela não fez muita coisa até conhecer ele pra a gente saber como ela realmente era, e no final das contas ela sempre foi dependente. O anime tenta retratar ela como uma guerreira corajosa e poderosa, mas tudo que ela faz é se jogar pra morte e ser salva pelo Kirito umas 3 vezes. Até o momento que era pra ser dela, dela salvando o Kirito quando ele é capturado pelo guarda costas dela la que eu esqueci o nome, quem derrota ele é o próprio Kirito porque ela se distrai. A Sinon eu não vejo tanto isso dela ser dependente do Kirito e já até falei porque, na luta final mesmo ela ajuda bastante ele diferente da Asuna, por exemplo. A Suguha eu acho que já era um caso perdido desde o começo, até ela ser apaixonada pelo Kirito a personagem dela era um nada muito grande, então isso acaba sendo o que a personagem sempre foi, ao invés das outras duas que ao menos tinham algo antes. A que eu mais fico indignado é a Alice, porque era a que mais tinha potencial com o plot lá da lavagem cerebral e de quebrar as regras, principalmente na relação dela com o Eugeo, mas no final das contas o Kirito fala com ela uma vez e ela já vira uma tsundere genérica que quer sentar nele. O que ela faz no último ou penúltimo episódio do WoW 2nd é escrotíssimo, porra, o cara tem namorada. Pelo menos tenho que respeitar ela por ser a que mais fez por ele enquanto ele era um vegetal.

Se é que você vai esvaziar ele, né, já que sempre estão entrando coisas novas e etc. Eu não diria que Tokyo Ghoul tem o mesmo nível de densidade de Punpun mas nem de longe, talvez no plot, ambos são pesadíssimos e muito introspectivos, mas acho que Tokyo Ghoul tem um volume de leitura bem maior que Punpun em seus capítulos, eu mesmo consegui ler Punpun tranquilamente bem rápido, até os volumes que dizem ser mais densos e cheios de texto.
Dá pena dele, mas querendo ou não as adaptações de Tokyo Ghoul são boas pelo capital né, afinal é um anime de grande sucesso mesmo que não adapte o mangá da forma mais plena possível. Mesmo que não consumam o mangá, pelo menos o pão de cada dia ali ele tá ganhando :p. Então é uma desvantagem e uma vantagem. Fora que, o propósito de muito anime é alavancar vendas do mangá, e muita gente leu o mangá por causa do anime também. Muita gente conheceu a obra por causa do anime, então não acredito que seja de todo mal pra ele mesmo olhando por esse lado.
Grego_Macedonio Oct 4, 12:28 PM
HAHHAHA Sucesso. Mario Kart é bem divertido. Animal Crossing é delicinha de jogo HAHAHA muito relaxante jogar, ele tem esquema de tempo real, tipo, se é 11 horas na vida real, é tbm no animal crossing, entao voce planta uma arvore q demora 4 dias pra nascer, de fato vai demorar 4 dias reais HAHAHA entao ele é um game pra jogar sem pressa, aproveitar bem.

Resident Evil é bacana, eu curto. Pra mim o Resident Evil 2 Remake é um dos melhores games q ja joguei HAHA Ele é bem terror e exploracao. Alias, ja comprei o Village e ja zerei HAHAHAHA Muito bom.

Makoto Shinkai é muito bom. The Kotonoha no niwa é meu favorito. Vale a pena, visual dele é lindo.

007 é bacana, os antigos sao beeeeeeeeem datados, tanto na atuacao quanto na comedia/acao. Os novos do Daniel Craig de fato sao bem melhores HAHAHA Ontem assisti o No Time to Die no cinema, bacana demais.

Voltei a ver Boku no hero, que eu tava atrasado varios eps, to curtindo a temporada nova. Vo tentar voltar o Sonny Boy apos o Boku no Hero. A da Detetive tinha comecado bacana, mas la pro segundo ep memo, ja tava achando meio viagem demais e meio chato... nao sei se vo continuar.

Slam Dunk é maravilhoso, embora nao vi o Anime, li o Manga HAHA o Manga é maravilhoso, Inoue desenha demais e adoro os personagens e o desenrolar da historia HAHA Como o time vai melhorando e a relacao deles crescendo e o protagonista crescendo a paixao pelo basquete.

Legends of the Galactic Heroes tana miha lista tem teeeeeempo, mas ainda nao tive paciencia pra comecar. mas realmente parece bom.

Fate eu so vi o Unlimieted Blade Works, acho bem legal, mas nao tenho graaaande interesse em ver a serie toda.
IzayoiKizu Oct 3, 4:09 PM
Estou de volta!

Sempre gostei bastante de escrever sobre o que gosto, então acabo me empolgando, hehe. Pode deixar que mando sim, não vou postar em nenhum lugar porque não tenho onde postar, mas qualquer coisa mando o link de um .txt aqui mesmo :p. Você só precisa ter paciência pra ler, porque confia em mim, se escrever sobre TUDO que eu interpretei da obra vai sair algo absurdamente grande. Se tá tão perto assim, não duvido de entrar caso tu reassista e perceba outras coisas. Pior que eu geralmente não sou tão capaz assim, mas sempre tento me esforçar pra tirar minhas interpretações de cada quadro, principalmente de uma obra tão profunda e com tantos simbolismos quando Wonder Egg. Isso que a direção dele foi incrível em Wonder Egg, que teve um prazo de produção ridículo, imagine se ele tiver tempo o suficiente pra fazer algo mais caprichado. Aposto nele como top diretores atuais da indústria, tem um potencial muito grande.
Não é a toa que ficou tão popular no Twitter, por exemplo. É um tema realmente muito sensível e trabalhado muito bem. Tenho que dizer que quando a Ai diz que reconhece a Momoe como uma bela garota chorando meu coração ficou quentinho, são minhas duas favoritas do anime.
Te dizer que eu já tava perdendo as esperanças, já faz um tempo que passei por alguns problemas em relação a debate que tiraram todo o meu gosto pela coisa, então foi ainda melhor pra mim saber que a internet ainda não está totalmente perdida AUEHAUEHAUHEu. Talvez não seja só o especial que fez a obra cair no esquecimento, e sim que já não era tão famosa mesmo. Foi algo mais de momento, provavelmente por mexer com temas sensíveis que estavam mais em alta. Eu fico realmente triste com as pessoas por esse final, porque eu sinto que todo mundo que pegou tanto ódio por ele esqueceu do mais importante. Em uma obra como Wonder Egg, não é a "mente" ou o "corpo" que importam, e sim o coração. E eu acho que a falta de explicação sobre a "mente" deixou muita gente cega em relação a isso, ficaram muito presos na explicação sobre algo mais superficial da obra e esqueceram do coração, dos sentimentos, da mensagem, que pra mim é o mais importante. Você ao menos viu o coração ali, o que é raro, mesmo que não tenha gostado de como foi executado. Eu sempre fui uma pessoa sentimental demais, então pra mim o que mais importa é a ligação que eu tenho com o emocional das personagens, e é no que focaram no especial. Como diz a Beatrice de Umineko, "Sem amor, a verdade não pode ser vista". É um conceito que é, de certa forma, trabalhado em Wonder Egg também, mas acho que não tiveram amor o suficiente pra ver.
Espero que seja anunciado algo pelo menos até 2022, já que o diretor mandou um "daqui a 6 meses vcs me pedem de novo e eu penso no caso de vcs", até fui dar uma olhada no Twitter dele mas não tem nada. Suspeito que ele queira continuar a série, no entanto, mas as condições não são muito favoráveis.
Eu procurei aqui sobre os estudos de Freud sobre sonhos, e apesar de ter achado certas coisas que casam bem com a mensagem e a simbologia da série, não achei nada que explicasse o que a Frill faz. Também pesquisei um pouco mais sobre a Pulsão da Morte, realmente pegou bastante meu interesse. Se ele tem livros sobre isso, talvez um dia eu vá fundo e leia. Procurei mesmo fora dos estudos dele, mas não achei nada, mas talvez eu seja só burro.

Minha temporada favorita de Monogatari é Owari 2nd simplesmente porque acho Ougi Dark literal peak fiction. Existem coisas que eu gosto tanto quanto aquele episódio, mas nada que eu goste mais que ele. É meu final favorito da vida, meu episódio favorito da vida, meu arco favorito da vida e possui minha cena favorita da vida. Só está empatada com outras coisas :p. Monogatari só tá mais em baixo no meu top por causa das outras temporadas e porque só acho Ougi Dark peak fiction, os outros dois arcos não estão no mesmo nível. A Second Season é minha segunda favorita, mas preciso rever porque não lembro de bastante coisa. Gosto muito do Kaiki também, e acho genial a sacada do final dele mentir sobre a própria morte, é um puta personagem muito bem caracterizado. Minha personagem favorita é a Hanekawa, deve ser a personagem que eu mais identifico de ficção e acho o texto dela basicamente perfeito.

Eu até pensei em fazer isso, mas sou muito novo e consegui passar no Enem de primeira então fui na faculdade logo. Não tenho experiência nenhuma, tô contando nos estágios pra isso. Meu pai tem uns contatos também, se der tudo errado no estágio da faculdade mesmo eu vou pra debaixo das asinhas dele u.u. Mas não quero ficar pensado nisso agora, ainda tenho bastante tempo, acabei de acabar o primeiro período. Eu ia fazer essa parada de Jovem Aprendiz, mas aí começou a pandemia e eu mamei. Te dizer que eu tive bastante sorte com o Enem de 2020 por causa do tema da redação, é um tema fácil que eu conhecia muito bem, até citei Evangelion na redação. Quem dera Wonder Egg tivesse saído na época... Infelizmente não tinha saído ainda, ou só tinha um episódio e eu não tinha assistido, não lembro.

EUAUEHAUEHUAE, o Kirito ser tão merda faz qualquer personagem parecer bom do lado dele, incrível. Pior que não vou negar que tive um pouco desse sentimento com o Eugeo, e talvez com a Sinon em GGO também. Eu acho engraçado demais essa parada de ficar voltando personagem em SAO, porque é tudo baseado em um sistema que a vontade do personagem faz milagres, que é até a explicação pro Kirito reviver do nada quando ele mata o Kayaba. Tipo a explicação pra tudo isso é literalmente "ah, é um deus ex-machina", e isso é hilário. A obra realmente não passa vibe NENHUMA de MMORPG, recomendo assistir o video do Mother's Basement "Why SAO is a bad game, too", ele explica bem melhor do que eu poderia sobre esse assunto, e ele fala de outros jogos também que eu lembre, não só do SAO. Eu diria que é uma imagem machista que é passada através do Kirito, mas nem é isso, não é machismo, é Kiritismo mesmo. O cara é literalmente Deus em todo santo mundo que ele vai, não só em força mas também conquista todas as mulheres em questão de segundos de interação com elas, e por motivo absolutamente nenhum. Kiritão pica de mel é foda. Cara, eu acho tão nojento isso dele só fazer MMORPG porque fazia sucesso e nem sequer tentar jogar um ou estudar sobre, comprara sei lá, com o Araki por exemplo, que foi pro Egito pesquisar pra escrever a Parte 3, é uma diferença de esforço absurda de cada autor. É claro que o Kawahara era só um amador escrevendo a primeira LN dele, mas porra, uma mínima pesquisa não ia fazer mal. Fora que mesmo depois de serializar ele continua não entendendo porra nenhuma, considerando que Alfheim é ainda pior que SAO nesse quesito.

Eu também fui pegando uns anime mais antigos, que eu lembrava que falavam muito e parecia interessante, só fui de 2005 pra frente porque foi o ano que eu nasci então acabo usando isso como parâmetro geralmente. Achei umas coisas muito boas nesse meio de pesquisa, tipo Kamichu, por exemplo, que deve ser um dos meus slice-of-life favoritos. Relaxa, todo mundo erra, eu que sou chato com isso mesmo AUHEAUEUAHEUAHE. O negócio é você pegar em uma dessas epifanias e ir tudo de uma vez, ou então ler aos poucos, no seu próprio ritmo, um volume por dia, talvez. Só nunca pode se forçar a ler porque fode muito a experiência.
O anime de Tokyo Ghoul:re chegou no nível de literalmente cortar backstory de uma personagem, no caso a Saiko. Dá muita raiva da Pierrot, e muita pena do Ishida Sui, porque certeza que essas adaptações terríveis condenaram de alguma forma a reputação da obra original. Foda é que Berserk, pelo que eu saiba, tem muita coisa pesada, então talvez seja complicado de adaptar e por isso não escolhem não fazer. Me dizem que mesmo a versão que consideram boa, a antiga, tem muita censura. As adaptações em CG, no entanto, são só sem esforço mesmo, aquilo é ridículo.
IzayoiKizu Oct 2, 1:49 PM
Tem sim, ela ganha uma arma ou um pergaminho, não lembro agora. Talvez isso seja só o sonho do Tsukuyomi Infinito dela, também. Tão ridículo quanto isso é só a Sakura, que ganha só o Byakugou e já acha que tá no nivel do Naruto e do Sasuke, tanto que pula pra cima do Madara no foda-se e precisa ser salva. Alguns desses personagens secundários eu nem reclamo tanto porque tem arcos fechados, e o Chouji tem mais do que você pensa, provavelmente. Ele é puro alívio cômico no começo, e depois tem a luta com o Jiroubou, ajuda um pouco contra o Kakuzu, ajuda o Kakashi na luta contra o Pain, e tem seu momento na guerra quando o Asuma volta como Edo Tensei. A única do time 10 que realmente não faz nada é a Ino. O Sai também tem um arco fechado, então não reclamo tanto, mas é bem ridículo ele falando que também faz parte do time 7 e tentando ajudar na guerra, só pra não fazer nada, o que é uma pena porque a habilidade dele é super criativa. O Shikamaru ser assistente do Naruto eu acho interessante, é sem dúvidas o mais capaz pra isso graças à inteligência dele, ser o braço direito do Hokage não é nada mal, o problema é quando você percebe que a antiga era a Shizune, e aí o cargo acaba caindo um pouco no conceito. Eu não sou o tipo de pessoa que acredita no "é ruim porque tem muito defeito mas eu gosto", se não me incomoda não é defeito, mesmo que a maioria das pessoas considere, é bem subjetivo. O special de WEP é a prova disso, :p.
Gosto muito do texto do Gaara e das cenas que ele demonstra essa evolução no Shippuuden, o aperto de mãos dele no primeiro arco, a luta dele contra o Sasuke na cúpula, que ele chora inclusive e é muito lindo, o discurso dele no começo da guerra (provavelmente a melhor cena da guerra), são todas ótimas cenas, e as duas últimas estão no meu top 5 cenas de Naruto, pelo menos antes de eu acabar de rever.
Boruto é garantido pra ele, e é provavelmente por isso que ele voltou a escrever. Muita gente critica aqui no ocidente, mas lá no Japão ainda tá no top de vendas, se não me engano. Eu também espero que ele dê a volta por cima nisso tudo, e que volte a desenhar também e não a escrever, porque a arte do último cara que ele contratou foi bem trash, e a arte do próprio Kishimoto é LINDA.

Irei viajar agora, depois respondo o resto :p
IzayoiKizu Oct 2, 9:00 AM
O cúmulo do ridículo em personagem feminina de Naruto deve ser a Tenten, que tem menos screentime que a porra da porquinha da Shizune. Ela literalmente tem só a luta com a Temari no mangá, chega a ser hilário. E o pior que ela até tinha algum potencial graças ao estilo de luta dela que ninguém mais tem, quebraria um pouco daquele meme de que "kunai não serve pra nada" e etc. Acho engraçado demais que no clássico, a Tenten, de MUITOS personagens, foi escolhida pra ganhar um tema na OST do anime. E o mais engraçado ainda é que ela não tem nada, então esse tema dela é mais usado em cenas do Lee e do Neji que dela mesmo. A mesma coisa acontece com a Sakura, ela tem um tema, e a melhor cena que esse tema é usado é uma cena da Hinata, no caso o final da luta dela contra o Neji. Eu acho que o Kishimoto tinha muitas ideias do que fazer com a Sakura, mas acabou não usando nenhuma graças ao foco absurdo que ele dá ao Naruto e ao Sasuke. No começo ele queria fazer ela ser focada em Genjutsu creio eu, mas depois que o Itachi apareceu o Sharingan passou a ter essa função e ele abandonou essa ideia. Ela também tinha aquela segunda alma que representava a "ela" sincera, que é bem usada nos jogos mas o Kishimoto também abandonou depois de um tempo no clássico. Nem ela servir como healer foi muito útil até a guerra, que ela teve oportunidade de curar uns randoms. Acho que antes disso ela só tirou o veneno do Kankuro de importante, ao menos como healer.
Pior que eu fiquei com certo medo de não gostar muito do Shikamaru nessa reassistida, ou pelo menos de não achar ele nada demais, já que faz algum tempo desde a última vez que consumi a obra, mas felizmente continuo gostando bastante dele, a luta com a Temari foi minha favorita das finais do Exame Chuunin só por ser ele lutando da forma como ele luta. E ele tem certo destaque mais pra frente também, deve ser um dos personagens secundários que mais tem, então fico feliz por isso. Pior que eu sempre desvalorizei bastante o Gaara, apesar de gostar dele, mas parando pra pensar bem, do meu top 5 cenas de Naruto, umas duas são cenas protagonizadas por ele, fora que o desenvolvimento dele é incrível demais, devo conseguir aproveitar bem melhor o personagem agora.
O estado do Kishimoto é meio triste ao meu ver também, já que a escolha que ele tem é continuar com Naruto, ou Boruto nesse caso, e eu acho que já ficou meio evidente faz um tempo que ele já tá cansado da série, talvez até tenha pego certo desgosto dela. Eu li dois capítulos do Samurai 8, e te dizer que pareceu promissor mas os primeiros capítulos eram basicamente um compilado de informação e exposição, fora que a arte é uma bagunça, o artista é um novato que tava tentando replicar a arte do próprio Kishimoto, então ficou tudo muito confuso. Pelo que eu ouvi gente falando sobre, como ele não esperava o mangá acabar tão cedo, enfiou um monte de plot pra usar depois e no final das contas o mangá foi cancelado e ele teve que cortar e abandonar tudo no meio, bem triste. Eu acho que ele deveria fazer um mangá de culinária como pretendia inicialmente com Naruto, parece promissor. Algo mais descompromissado mesmo, acho que ele conseguiria escrever direitinho.

Pior que eu reassisti ontem até o episódio 4, devo acabar hoje, mas já botou Monogatari pra mamar no meu top... tenho medo do que pode acontecer com as obras que estão em cima, sinceramente, sou apaixonado demais por Wonder Egg. Meu plano inicial era fazer uma review episódio a episódio, porque eu tenho uma quantidade inimaginável de coisa pra falar sobre a obra, mas no meio acabou virando mais eu falando sobre as nuances do que dizendo minha opinião mesmo, então decidi só escrever sobre o subtexto e a direção, mas o negócio é tão genial que eu escrevi só sobre 3 minutos do primeiro episódio e já tinha batido 2000 caracteres, então decidi deixar pra depois porque essa jornada seria bem mais longa do que eu pensei inicialmente. Acho genuinamente incrível como em 3 minutos de episódio a direção e as simbologias com o ovo e o sonho dizem mais sobre a Ai e caracterizam ela melhor do que muito anime caracteriza personagem por aí. O diretor é novato, que eu me lembre, mas já fez algo tão incrível quanto Wonder Egg, o cara vai virar um monstro quando ganhar mais experiência. Não recomendo assistir Hourou Musuko, não. Eu mesmo não assisti, mas uma amiga que gosta bastante diz que o anime não é uma boa adaptação, e já vi essa opinião sendo dita diversas vezes em outros lugares também. Fora que, se não me engano, ele não vai até o final do mangá. Uma coisa interessante que eu percebi sobre a Momoe no episódio 4 é a aceitação que ela tem sobre essa impressão dos outros, a primeira garota, Miwa, é quem dá o nome dela de "Momotaro", o nome masculino que ela usa, e das outras vezes ela simplesmente usa esse nome porque já desistiu de se impor como mulher pra sociedade. É legal que com a Miwa ela dá o benefício da dúvida, falando só o "Momo" do nome, e deixando ela completar, mas com o Kaoru no episódio 10 ela não dá esse benefício, completando o "Momo" depois de uma pausa, e mesmo assim ele acerta o nome dela de verdade. É uma coisinha sutil que eu notei nesse rewatch, mas tá ali, e é bem legal. WEP é cheio desse tipo de coisa, o primeiro episódio deve ser o que mais tem.
Então, eu não acho que mude muito na verdade, porque ele não realmente tenta dar razões pra nada como eu exemplifiquei no caso da explicação dos Wonder Eggs que o Ura-Acca dá, a única coisa que muda é são os termos. Então é essencialmente magia mascarada por termos científicos, mas eu entendo seu ponto. Também gostei bastante de debater contigo, foi uma das poucas discussões realmente produtivas que eu tive nesses últimos tempos, e fico feliz que tenha encontrado mais um fã de Wonder Egg aqui, já que caiu no esquecimento depois de acabar, e muita gente ficou com ódio da série graças ao special.
Não acredito que uma continuação seja só pra explicar tudo, não, até porque eu duvido bastante que o Nojima tenha planejado essa historia com um final triste assim em mente. Se a historia continuar, ele vai resgatar a Neiru e aplicar o tema de que "todo trauma pode ser superado" nela e nas outras duas garotas também. Definitivamente não é um beco sem saída, até porque o mais difícil ele já fez. Agora o problema é realmente ele conseguir fazer essa sequência. Talvez não uma segunda temporada, mas um filme fosse ideal, já que a única coisa que falta explicar é o "howdunnit". Queria muito saber como seria a produção de WEP em um filme, com a staff tendo tempo pra fazer, já que é uma puta de uma staff.
É provavelmente isso mesmo, considerando que a Frill é a encarnação de toda tentação que faz um ser humano cometer suicídio, e "tentação da morte" e "pulsão da morte" são bem parecidos, talvez seja até só um erro das traduções. Fora que, no episódio 4, na primeira citação da tentação da morte, o Acca fala algo bem parecido com esse estudo de Freud. Parando pra pensar agora, se ele usa esse conceito, talvez o conceito de entrar em sonhos também seja mais que só simbolismo, talvez seja um conceito que realmente existe assim como o das linhas paralelas e o da tentação da morte e seja possível usar isso descobrir como a Frill influencia as garotas através desses sonhos. Talvez quando eu acabar de reassistir eu pesquise sobre, me interessei.

Eu queria arranjar um emprego também depois de acabar o ensino médio, odeio ser dependente, mas acabei me enfiando num curso integral da faculdade então não tenho tempo pra isso. Eu também destruiria minha vida e minha saúde mental fazendo essas duas coisas ao mesmo tempo, então talvez fosse melhor não. Tu não fica preocupado com isso, não?

Então, o que mais tô fazendo ultimamente é reassistir obras que eu gosto, pra ver se isso me dá um ânimo, e felizmente tem funcionado.
Nunca fui um grande fã do Eugeo, sempre achei ele relativamente sem graça, mas ele tinha bastante potencial e toda a personalidade good guy dele era divertida até. Só é meio triste que ele morre na metade do arco, e depois disso é só ladeira a baixo. Eu também gosto mais da segunda temporada que da primeira, na verdade a segunda é minha temporada favorita de SAO. Acho GGO no mesmo nível que o resto, apesar da Sinon ser minha personagem favorita o bullshit continua o mesmo, mas Mother's Rosario é realmente legal, talvez eu até goste mais se reassistir. Gosto bastante do draminha da Sinon, e mesmo que ela tenha virado parte do harém do Kirito ela não é tão mostrada depois disso, então não peguei tanto desgosto porque não tive oportunidades pra ver esse lado mais negativo da personagem, como acontece com a Alice por exemplo. A Yuuki de Mother's Rosario também é outra personagem que eu gosto bastante, mas acho que poderia ser mais desenvolvido, ela morre cedo demais e o arco focar na Asuna é meio merda porque ela é muito sem sal. Esse negócio do Kayaba ser perdoado pelo Kirito é super ridículo, talvez eu entendesse se ele só prendesse as pessoas no jogo e não matasse ninguém, já que até o final o Kirito tem essa mesma mente dele de aceitar somente o mundo virtual como mundo, mas porra, o cara é literalmente um dos maiores assassinos em série do mundo naquele ponto. Me disseram que ele é meio "tudo em um", pega vários elementos dos outros jogos e faz uma mistureba. Ou esse é o arco final, ou o Kawahara tá MUITO sem ideia do que fazer. Espero que ele ao menos tenha aprendido algo sobre MMORPG, já que ele disse no começo que não sabia de nada quando escreveu Aincrad e só escreveu assim porque achou que faria sucesso. E sinceramente, isso é bem evidente.

Eu já fiz por ano também, peguei vários anime que me interessavam depois do ano de 2005 e saí jogando tudo no PTW, é uma boa. Ler anime é foda, ASUHDUSHDUASHFUHASUFH. Eu sei como é, tinha no começo também, recomendo você começar lendo uns mangá mais leves, de obras que você já consumiu o anime, porque passa mais rápido e você não precisa prestar tanta atenção assim. Começar por Tokyo Ghoul não acho que seja uma boa, é um mangá bem denso, com bastante diálogo e texto, tanto que eu demorei 10 meses pra acabar, e eu costumo ler as coisas bem rápido. A primeira temporada de Tokyo Ghoul adapta 78 capítulos em 12 episódios, e o último episódio, mesmo sendo o melhor, adapta 1 volume inteiro, é ridículo. Nada vai superar a segunda do :re, mas o anime de TG deve ser um dos anime com o pior ritmo que já vi. Além disso ele estraga o traço LINDO do Ishida Sui também, toda a habilidade de arte, pintura e design do cara é reduzida a pó na adaptação.
IzayoiKizu Oct 1, 8:31 PM
Esse é realmente um grande problema dele, e a personagem que mais influenciou foi realmente a Sakura. Desde o começo, no clássico, ela já era bem inútil, e no Exame Chuunin o Kishimoto até deu um arco pra ela que fecha na luta contra a Ino, mas até o Shippuuden essa evolução nunca é realmente colocada em prática. E mesmo quando é, é só no comecinho e depois ela vira basicamente uma semente dos deuses. Eu acho que ele queria muito dar um par pra todos os personagens possíveis, e se ele colocasse a Sakura no Naruto, o passo natural seria por a Karin no Sasuke e aí a Hinata ficaria sozinha. Mas eu prefiro bem mais o romance do Naruto com a Hinata, ela fez MUITO mais por ele do que a Sakura, que só olha a maior parte do tempo. Fora que a Hinata, por mais desperdiçada que seja, ainda tem um arco maior e mais aproveitado que a Sakura. A morte do Neji é algo meio bizarra, porque o conceito e o significado por trás é muito bonito, sobre ele morrer protegendo a família principal, assim como o pai, mas a forma que ele morre é super tosca e forçada, acaba não causando a emoção que precisava. E é mais lembrada como um meme que como algo sério e tocante. Gosto bastante do Gaara, o arco dele é realmente muito bom, e não para, ele tá sempre tendo algo e sempre mostrando o resultado de seu desenvolvimento, como foi na cúpula na luta contra o Sasuke ou com o discurso no começo da guerra. Meu personagem favorito é o Shikamaru, amo a personalidade dele e a forma como ele luta, baseado em estratégia, sempre paguei muito pau de personagem inteligente e ele não é exceção. Fora que o arco de personagem dele é muito bonito também, com a morte do Asuma e a vingança dele contra o Hidan.

Não é um vídeo só, são três, cada um tem 1h de duração, e ele deve fazer mais agora que o anime acabou. Ele fala desse ponto do design nos vídeos sobre os personagens. O pior é que maior parte dos personagens de Boogiepop não importam tanto assim, as únicas que realmente importam são a Nagi, a Boogiepop, a Niitoki e a Touka, que eu me lembre. Eles geralmente só aparecem em um arco e depois somem, então não são tão memoráveis, realmente. Mas só a dublagem da Boogiepop já faz eu me lembrar dela, Yuuki Aoi fez um trabalho divino. Eu acho a narrativa de Boogiepop ótima, e a direção ajuda bastante, é bem feito demais, se tu der uma olhada no Sakugabooru vai ver que tem muita coisa lindíssima.

Acabei de rever o primeiro episódio, vou usar essa conversa pra rever o anime inteiro, mesmo que lembre de tudo, nunca revi e a experiência com certeza vai ser ainda melhor, julgando pelo quão boa foi a do primeiro episódio. Provavelmente o melhor primeiro episódio que já vi, tem muito significado no texto, o subtexto é incrível e até tem foreshadow dos mundos paralelos no final do episódio, hehe. Os conflitos são todos muito humanos, e a forma como todos eles são solucionados é linda demais, gosto muito do último da Ai, onde o anime usa os mundos paralelos pra mostrar a ela que ela é uma vida que merece ser salva. É um texto de autoaceitação muito bonito. Pior que eu nunca vi nenhuma obra que explorasse muito esse lado da identidade de gênero, quero ler Hourou Musuko, que dizem ser a melhor nesse ramo. Mas gostei muito de como isso foi tratado com a Momoe e o Kaoru também, apesar da Momoe só ficar no mesmo lugar e o texto dela ser mais sobre reconhecimento que qualquer coisa. Mas gosto da ambiguidade. Eu sinceramente preferi ele tentar explicar com ciência, apesar de criar mais brechas, faz soar mais humano só do termo ciência ser usado. Fora que, a Frill ser um robô com sentimentos humanos que foi possuida pelo egoísmo é um texto que eu gosto bastante, apesar de ser bem simples e clichê, e se fosse simplesmente magia não teria isso. Fora que, eu não acho que o anime tentou colocar uma lógica por trás não, afinal a ciência parece BEM mais avançada do que aquele tempo e em certo momento do episódio o Ura-Acca vai falar dos Wonder Eggs como objetivo, ou seja, pra reverter a desgraça que a Frill tava fazendo, e o que ele fala na hora de explicar é só "e então nós criamos os Wonder Eggs". Deu pra ver que o autor nem tentou tanto assim explicar, ele só colocou ali pra soar mais humano. Ou talvez ele percebeu que não ia ter tempo pra explicar e não o fez por isso. O resto acho que não tem muito como discutir, você acha que deveria ser explicado e eu não, e não vai muito sair disso. Não sei se você sabia da situação da produção do anime, no entanto. O especial não foi produzido nesses 3 meses, ele foi produzido TRÊS SEMANAS antes de sair, porque a CloverWorks tava ocupada com Shadows House, provavelmente. Se você soubesse disso, garanto que não teria tanto hype e tanta expectativa quanto teve. E como falei, essa não é a historia completa como o próprio autor disse, então ele talvez explicasse isso tudo. É só que, como não tinha tempo, ele preferiu focar somente no texto das personagens. É tipo o que Evangelion fez nos dois últimos episódios, mas menos louco, e eu sinceramente acho tão genial quanto. Cara, eu não sabia dessa parada que você disse sobre Freud não, e é bem legal que isso existe, apesar de que no funcionamento é essencialmente a mesma coisa da mitologia pura, mas de novo, é sempre bom ter esse ar de "estudo" pra deixar tudo mais humano, o que eu creio que o autor queria pra série.

Então, eu também achava normal, o negócio é que eu já tô a mais de um ano estagnado assim, aí é foda. Ainda tenho fé que um dia vou voltar a ver como via antes, mas meu tempo livre vai indo embora cada vez mais e mais rápido. Ano passado eu não fiz NADA por causa da pandemia, e mesmo assim não assisti quase anime nenhum fora dos de temporada.

Pior é que como as temporadas vão continuando, meu PTW aumenta mesmo sem eu querer, porque eu coloco pra assistir mas nunca assisto o suficiente pra compensar, e aí me lasco.
Desde o começo SAO tinha potencial, e desde o começo ele joga no lixo. Quando eu comecei a assistir Alicization eu também achei que poderia ser melhor que a média, mas acabou que foi no mesmo nível do resto. O começo é bem legal, mas aí caga tudo depois de uns 2 episódios, como SAO sempre faz quando mostra algo promissor. O pior vilão foi o Sugou, de Alfheim, aquilo foi o ápice do edgy, acho que o Kawahara acha que todo vilão tem que ser odiável, e ele faz isso da forma mais nojenta e absurda possível, é ridículo. Eu acho o Kayaba o mais decente deles, ele tem um texto bacaninha sobre recusar o mundo real e entrar fundo no escapismo, usando o jogo pra isso, e liga com o texto do Kirito também. É claro que a execução definitivamente não é das melhores, mas ele pelo menos tem algo diferente dos outros. O que eu não gosto nele é que mesmo depois de morto o Kawahara continua usando ele de Deus Ex-Machina em TODOS os arcos, super escroto. Pois é, a Novel ainda continua, para a tristeza de todos nós. O Kawahara vai continuar escrevendo porque SAO a esse ponto já é totalmente caça-níquel, ele só tá escrevendo pra ganhar dinheiro em cima do nome mesmo.

Eu fui no top do MAL e saí adicionando TUDO que não era continuação e não tinha visto ainda, acho que até pouco depois do top 1000, daí parei porque tava sem saco. No meu caso eu adiciono outros antes de diminuir porque não consigo ver nada, então é foda. Cara, eu acho que é porque o anime muito ruim pelo menos te causa alguma emoção. Negativa, mas causa. Mas o mediano não, ele só existe, só tá lá, é... meh. É até difícil de descrever a sensação, porque é simplesmente nada. E aí você acaba droppando pelo vazio. Já vi acontecendo com muita gente. Leia o mangá de Tokyo Ghoul, é MUITO superior ao anime. Mesmo a primeira temporada, que é a melhorzinha, é super mal adaptada, corta literalmente o texto inteiro do Kaneki, é muito tosco. O :re então, a adaptação é tenebrosa, isso porque eu nem vi a pior parte dela ainda, que adapta mais 110 capítulos em 12 episódios. Que situação complicada...
IzayoiKizu Oct 1, 3:32 PM
O que o Kishimoto mais faz é cometer erro com personagem. Vendo o clássico, no começo, onde a maioria dos genins tinham pelo menos algum destaque me faz triste porque eu vejo um grande potencial neles. O Shino, por exemplo, é um dos que mais tinha potencial e depois da luta com o Kankuro não tem NADA. O Lee também, por mais que tenha um arco finalizado, poxa, o arco dele é todo sobre o esforço ganhar do talento, e a única luta que ele ganha no mangá INTEIRO é a primeira contra o Sasuke. Meio triste, sabe? A Hinata também, a luta dela contra o Neji é uma das minhas favoritas do Exame Chuunin, mas essa luta e o momento dela contra o Pain são as únicas coisas que a personagem tem. Não é ruim, mas podia ser melhor. Existem casos como o do Neji também, que ele coloca um conflito no começo, resolve esse conflito na luta do Naruto, esquece do personagem até a guerra e finaliza o arco dele lá. Tipo, tem um gap no meio que o personagem basicamente não existe, só porque o Kishimoto tinha que matar ele pra finalizar o arco dele mas não queria fazer isso antes do final, provavelmente.

Os cenários de Sonny Boy são belos demais gosto demais da arte num geral, e o design dos personagens também geralmente quer dizer bastante coisa sobre eles. Tem uns videos que eu gostei muito sobre Sonny Boy, do Nearly On Red, os vídeos são bem grandes mas eu recomendo assistir, ele mostra muito detalhe e fala muita coisa sobre os personagens. É gringo, mas tem legenda em português se tu não souber inglês. Pior que eu coloquei bastante hype em Sonny Boy no começo justamente pelo Shingo ter dirigido Boogiepop, que eu sempre gostei bastante. Quando saiu o primeiro episódio de Sonny eu fui ver umas cenas de Boogiepop pra lembrar e aquilo era surrealmente bem feito, preciso rever também, mesmo que goste acho que vai ser uma experiência muito diferente.

Wonder Egg foi uma experiência incrível pra mim, muita gente diz que decaiu na segunda metade mas eu não concordo não. O desenvolvimento das personagens, principalmente a Ai, eu acho perfeito. O episódio 12 é de longe meu favorito, tenho um amor muito grande por ele. E a produção do anime overall também é absurda, até o episódio 10 Wonder Egg era basicamente um filme semanal, mesmo com as dificuldades, o que é sinceramente louvável. Me conectei o suficiente com as personagens ao ponto de simplesmente ver elas felizes se divertindo no shopping e conversando umas com as outras sobre assuntos bestas já me trás uma felicidade absurda, até porque eu me identifico muito com a Ai em várias coisas, principalmente nesse quesito da amizade.
Eu realmente acho que não importa, tudo só foi colocado lá pra dar uma base, um contexto do por que elas estão lutando, por que os Wonder Eggs foram criados, e acima de tudo, pra criar uma vilã pra série, pra criar um mal claro em relação a tudo que a série representa. Toda a informação que você precisa saber sobre a Frill, Acca e Ura-Acca estão no episódio 11, sejam visualmente ou mesmo verbalmente. As Linhas Paralelas foram explicadas no episódio 9, com a Kotobuki. Ela e os Acca eram os únicos que tinham grande domínio disso, e o conceito é auto-explicativo, são linhas paralelas que podem ter os mesmos acontecimentos ou tomarem rumos diferentes umas das outras. Não acho que há um mistério nisso, elas só existem, e o anime mostra isso no episódio 9, e tem a conclusão com as garotas das linhas paralelas vindo pra linha principal do anime, mudando um ou outro acontecimento pra evitar que elas morressem, e a Kotobuki, que conseguiu transitar de uma pra outra sozinha. É só uma ferramenta de roteiro pro desenvolvimento da Ai no episódio 12 e pro que acontece no special com as garotas que morre, não vejo muita coisa pra explicar além disso. Sobre as "Guerreiras de Thanatos", que tu disse, na verdade são "Guerreiras de Eros", e Thanatos é a Frill, a tentação da morte. Isso é uma simples referência à mitologia grega, as Guerreiras de Eros são as 4 garotas principais, lutando contra a morte e criando relações a partir do amor, porque Eros é o Deus do Amor, e Thanatos é o Deus da Morte. É só isso. Sobre o Acca e o Ura-Acca, o único objetivo deles era reviver a Himari, ou, como mostrado no special, trazer outra Himari que não morreu de um mundo paralelo, e pra isso ele estava usando as garotas pra lutarem por eles, já que eles são homens e por isso não podem entrar no Egg World. Assim como as garotas precisam salvar as pessoas dos ovos pra reviverem as pessoas que são queridas pra elas, eles precisam salvar as garotas das pedras pra reviverem a Himari. É claro que existe uma diferença entre até onde eles estão dispostos a ir pra concluírem esse objetivo, com o Acca sendo mais cruel e obsessivo e o Ura-Acca se importando mais com as garotas que estão lutando por eles, como mostrado no episódio 12. A Frill é, pra mim, a mais genial desses. Ela era uma garota feliz, que se acostumou demais com aquela vida e depois que ganhou uma concorrência ficou paranóica. A Frill é essencialmente o conceito e a encarnação dos problemas da obra. Ela, tendo uma aparência e uma mente de uma garota de 14 anos, no começo da adolescência, entrou em rebeldia por problemas familiares e se tornou a tentação da morte por um poder a mais que ela tinha. Vale ressaltar também que pouco antes disso, ela cria a Hyphen, Dot e Kirara, que eram inicialmente AI criadas pra serem amigas dela na solidão. Síndrome da Adolescência, Depressão, Problemas Familiares, Solidão. Temas que a obra constantemente aborda e que são encarnados nessa personagem. Ela mata apenas garotas que estão por volta dessa idade, no começo da adolescência, por inveja da Himari, que era uma garota. Por isso que antes de matar a esposa do Acca ela pergunta se a criança que ela iria ter era homem ou mulher. O que eu acho que ficou aberto mas não precisa explicar é como ela influencia e mata as garotas, não precisa porque ela é pra ser a encarnação dos problemas que causam o suicídio. É muito mais uma metáfora, uma mensagem a ser passada do que algo que precisa ser explicado na obra. Sobre as garotas não terem a resposta, é claro que elas tem. O episódio 11 foi inteiro o flashback do Ura-Acca contando pra Ai, e ela conta isso pras outras garotas depois. Ela mesma não questiona mais nada e simplesmente decide lutar no episódio 12, porque ela já tem a resposta do que precisa saber. Se puder me dizer seus exatos problemas e o que você acha que faltou explicar, eu posso tentar te esclarecer mais as coisas. Desculpa ter escrito tanto, acabo me empolgando um pouco falando de Wonder Egg hehe.

Queria tanto conseguir seguir um cronograma certinho assim pra assistir anime, mas caralho é muito difícil. Eu falo "pow amanhã vou ver todos os anime de temporada", aí eu vejo um episódio, canso e paro. Não consigo criar forças pra ver, nem se eu me programar. Só consigo se tiver um prazo, esses dias mesmo vi 14 episódios de Evangelion de uma vez porque tinha um compromisso naquele mesmo dia, mas tipo, impossível eu ver 14 episódios em um dia em situações normais. Eu luto pra ver 3, quanto mais 14. Minha vontade de ver anime geralmente vem do nada, então é impossivel prever em um dia quando que eu vou poder ver o que eu realmente quero. Acho melhor só parar mesmo e ir no que der vontade.

Pior que eu já tentei seguir essa ideia de ir pelos maiores primeiro, mas nunca deu muito certo. Tentei começar a ver Gintama a partir dessa ideia, de que aos poucos a quantidade diminuiria e ia parecer menos assustador, mas não funcionou muito. Alternar anime parece uma boa, devo tentar fazer isso. O problema é ter hype em 3 anime pra assistir, hehe.
Pior que SAO tinha tanto potencial, e eu até gosto da LN, apesar de não ser bem escrita é mais divertida. O anime é meio chato as vezes, aquele Alicization War of Underworld eu tava surtando com as partes que focavam nos vilões, eles eram totalmente desinteressantes e o resto da guerra tava legal até, e aí o anime quebrava o ritmo com eles. Pior que não tankei o Kirito no WoU 2nd fazendo uma porra de uma Genki Dama com a espada, foi demais até pra SAO. E o mais engraçado é que ele tem um monólogo que DESTRÓI todo o desenvolvimento que ele tem em Aincrad, sobre aceitar o mundo dele e o mundo virtual ambos como um mundo que vale a pena viver. E no final colocaram NAVES ESPACIAIS NO BAGULHO, nesse ponto eu já tava me mijando de rir. Quero muito saber como vai ser o próximo arco assim.

Meu PTW tá cheio de coisa que eu quero ver mas sei que não vou ver nunca por não criar o hype ou por ser grande demais, 511 anime e isso porque eu não coloquei sequência lá, se não passava de 1000. Fora que tem muito anime que eu quero ver que não tá no PTW, também, principalmente uns mais recentes. Eu arrumo coisa demais pra ver e acabo não conseguindo me administrar direito, principalmente porque não droppo coisa. Eu pegava também a maioria, a primeira temporada do ano mesmo eu peguei MUITA coisa, mas acabei entregando minha vida a anime basicamente, não tinha mais tempo pra fazer nada, e aí eu acabei decidindo regular. Teve uma temporada ano passado que peguei 27 anime, e foi top piores experiências da minha vida, me sobrecarreguei muito. Esse Heike Monogatari parece o melhor da temporada mesmo, estudio do Yuasa e a Naoko Yamada dirigindo, não tem como dar errado. O Blue Period eu vi que o estudio não fez muita coisa, então deve ser por isso que a produção não é tão boa. Deve ser a lá Tokyo Revengers, no sentido de que o mangá parece valer mais a pena. Mas mesmo assim vou ver o anime, sempre gosto de ver o anime das coisas antes, poucas obras me fizeram quebrar essa regra, só algumas que possuem uma adaptação realmente tenebrosa, como Tokyo Ghoul.