Report HerrDoktorCrolo's Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 75.6
Mean Score: 0.00
  • Total Entries190
  • Rewatched3
  • Episodes4,575
Anime History Last Anime Updates
FLCL
FLCL
Dec 27, 2021 8:31 AM
Completed 6/6 · Scored -
Kyuuketsuki Sugu Shinu
Kyuuketsuki Sugu Shinu
Dec 27, 2021 4:21 AM
Completed 12/12 · Scored -
Platinum End
Platinum End
Dec 14, 2021 6:24 AM
Dropped 3/24 · Scored -
Manga Stats
Days: 23.1
Mean Score: 0.00
  • Total Entries37
  • Reread0
  • Chapters3,952
  • Volumes413
Manga History Last Manga Updates
Umineko no Naku Koro ni Chiru - Episode 6: Dawn of the Golden Witch
Umineko no Naku Koro ni Chiru - Episode 6: Dawn of the Golden Witch
Dec 29, 2021 8:51 AM
Completed 26/26 · Scored -
Blame!
Blame!
Dec 28, 2021 7:30 PM
Completed 66/66 · Scored -
One Piece
One Piece
Dec 26, 2021 9:26 PM
Reading 1035/? · Scored -

All Favorites Favorites

Anime (10)
Manga (10)
Character (10)
People (1)

All Comments (597) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
FelipeSchiffer Jan 8, 1:24 PM
Como já diria os cineastas, isto é mise-en-scène. Jagi eu gosto bem dele mais pelo visual mesmo, há outros personagens que eu meu ver se destacam melhor na obra fora os principais que seriam o Kenshiro e Raoh, como o próprio Toki que tu mencionou aka Jesus, o Shuu que eu me recordo também tem bastante de traços épicos e eu chuto que o Rei também, apesar de eu talvez está facilmente confundido esse último com algum outro com a estética semelhante
FelipeSchiffer Jan 7, 12:59 PM
Autotune 🤝🏾Kanye, inesperáveis. Tinha ouvido dizer de outros amigos que são mais inteirados nesse meio falando sobre o Kanye trouxe um brilho de destaque para com o uso do autotune.

Based only. Kenshiro simplesmente um dos protótipos para a inspiração de personagens chads com a alpha essence e virtuosos. Amo demais esse personagem dele, não somente ele, mas juntamente outros personagens ao qual diretamente ou indiretamente acaba por moldar e fazer o que ele é, que algo que eu bem sinto com Hokutão de haver uns personagens secundários que tende a influenciar o Ken, secundários esses que eu acho bem encaixados na série, eu não vou me recordar tão bem agora, mas simplesmente Jesus em HnK é a virtude em pessoa, muito bacana esse trabalhar de laços que a obra faz da um tom de emoção a mais. Tendo a me apegar mais a essas partes valorosas da obra, mas vejo que ela comete alguns deslizes e momentos desnecessários, principalmente no que a obra veio tornar-se pós saga do mar ( o que é algo que um galera brinca de ser Hokuto no Ken 2 kkkkkkk) mas ainda sim há uns arcos bem bacana nele que tu verá que é o arco do país de gelo. No mais é uma experiência bem válida e agradável a leitura para quem estiver predisposto a aceitar o que ela é e o que ela veio a influenciar com tempo, espero que tu possa curtir um pouco da maneira que eu curti essa obra
E ler sem escutar as ost's do anime é sujeito a paulada
Simplesmente odeio-te pois agora me fez descobrir essa playlist insana repleta de tracks do anime e agora sinto-me mais do que obrigado de reler isso logo imediatamente... a vontade é grande, mas tenho alguns outros em pendencia, mas um dia retornarei!
> https://www.youtube.com/playlist?list=PL3hIlCE_-OCFyAc7qHcoRwajtppJpigcT



Um-otakinho Jan 5, 6:37 AM
" Eu sinto vergonha alheia de mim mesmo ( embora isso não faça o menor sentido ) toda vez que me atrevo a relar o escrito no meu profile , que é uma ofensa a comunicação humana ser chamado de texto "
Isso foi o que escrevi quando o último homem tentou achar a referência .
Um-otakinho Jan 5, 6:34 AM
cazsfzzszfmgsen,rxgt,rzs,rr,tm zd rae myy

Sabio_BR Jan 2, 8:11 AM
Eu que agradeço, Tmj!
FelipeSchiffer Jan 1, 9:47 PM
🙏confiemos pois então em boas vibrações. Infelizmente não finalizei a jornada mr.Ye ano passado, estou estagnado na metade de coração quebrado se não me engano, mas tem sido uma experiência boa, cada álbuns tem uns bangers muito bacana, pretendo começar de seu inicio novamente, para quem sabe eu preencher um pouco mais a minha playst de músicas do Ye no youtube que tenho separado que seriam as mais bem escutáveis que eu poderia assim então escutar repetidamente sem me enjoar fácil
Tiago_Vaz_007 Dec 31, 2021 9:33 PM
Feliz Ano Novo!

Melhores (2021)

Piores (2021)
teusma00 Dec 31, 2021 5:18 PM
DMSSSSSS
FranSilveira007 Dec 31, 2021 5:17 PM
Quem era o outro adm daquela pág msm?
FelipeSchiffer Dec 31, 2021 5:10 PM
Posso então revirar o ano em paz & amor, sem dever mais nada a ninguém de recomendações. Devidamente assistido, bem bacana o trabalho visual desse diretor.

E feliz ano novo para ti também, que venha a ser um ano prospero e mais feliz para todos.
HerrDoktorCrolo Dec 31, 2021 4:31 PM
Você que está lendo isso

Feliz Ano Novo :) (se tiver lendo adiantado fds)
FranSilveira007 Dec 31, 2021 11:15 AM
Feliz ano novo pra tu e pro outro adm daquela página que eu esqueci o nick
vinicius_asd Dec 27, 2021 6:28 AM
Obrigado :)
LDBIGBIG Dec 26, 2021 6:42 PM
obrigado seu gostoso
teusma00 Dec 25, 2021 12:44 PM
*SHREK 2 COMPLETO LEGENDADO PT-PT*

Era uma vez, num reino
muito, muito longe,
o rei e a rainha foram
abençoados com uma linda bebé.
E por todo o reino,
todos estavam felizes...
Até que o sol se pôs
e eles viram que a sua filha tinha
sido amaldiçoada com um terrível feitiço
que se manifestava todas as noites.
Desesperados, eles procuraram a
ajuda de uma fada madrinha
que lhes disse para trancarem
a jovem princesa numa torre,
para aí esperar o beijo...
do belo Príncipe Encantado.
Seria ele que se aventuraria
na perigosa viagem
através de frios extremos
e desertos escaldantes
viajando durante muitos dias
e muitas noites,
arriscando a vida e membro
para chegar à fortaleza do Dragão.
Porque ele era o mais corajoso,
e o mais belo...
em todo o reino.
E estava destinado que o seu beijo
iria quebrar a terrível maldição.
Sozinho ele subiria ao mais alto quarto
da mais alta torre
para entrar nos aposentos da princesa,
dirigindo-se até à sua silhueta adormecida,
afastar as cortinas de diáfano
para encontrá-la...
O que é?
- Princesa... Fiona?
- Não!
Oh, graças a Deus.
Onde é que ela está?
- Está em Lua-de-mel.
- Lua-de-mel? Com quem?
Então ela disse,
qual é o problema, querido?
Qual é que é o problema?
Eu não sei
Bem, talvez eu esteja apaixonado
Penso sobre isso,
todo o tempo eu penso nisso
Não consigo parar de pensar nisso
Quanto mais tempo
irei levar para curar isto?
Só para curá-lo,
pois não posso ignorá-lo
E se é amor, amor
Dá-me vontade de me voltar
e enfrentar-me
Mas eu não sei nada
sobre o amor
Oh, vá lá, vá lá
Vira um pouco mais rápido
Vá lá, vá lá
O mundo irá seguir depois
Vá lá, vá lá
Todos perseguem o amor
Por isso eu disse
Eu sou uma bola de neve a rolar
Entrando nesta Primavera
que traz todo este amor
Derretendo sob céus azuis
acorrentada à luz do sol
Amor cintilante
Bem, querida, eu rendo-me
Ao gelado de morango
O nunca acabar de todo este amor
Bem, não era a minha intenção
Mas não há como fugir ao teu amor
Estes relâmpagos significam
que nunca estamos sozinhos
Nunca sós, não, não
Vá lá, vá lá
Salta um pouco mais alto
Vá lá, vá lá
Se te sentires um pouco mais leve
Vá lá, vá lá
Estivemos outrora apaixonados
Estivemos acidentalmente apaixonados
Acidentalmente apaixonados
Acidentalmente apaixonados
Acidentalmente
Estou apaixonado, estou apaixonado,
estou apaixonado, estou apaixonado
Estou apaixonado, estou apaixonado
Acidentalmente apaixonado
Estou apaixonado
É tão bom estar em casa!
Só tu e eu e...
- Dois pode ser tão mau como um...
- Burro?
Shrek! Fiona! Bons olhos os vejam!
Dá cá um abraço, Shrek,
sua velha máquina do amor.
E olha para ti, Senhora Shrek.
Que tal um torrão de açúcar para o corcel?
Burro, o que estás aqui a fazer?
Estava só a tomar conta
do teu ninho do amor por ti.
Oh, queres dizer tipo... separar
o correio e regar as plantas?
- Sim, e alimentar os peixes também!
- Eu não tenho nenhuns peixes.
Agora tens. Eu chamo aquele Shrek
e ao outro Fiona.
Aquele Shrek é um malandro.
Anda cá seu...
Olha para as horas.
Acho que é melhor ires andando.
Não queres contar-me sobre a tua viagem?
E que tal um jogo de Parcheesi?
Mas Burro, não deverias
estar em casa com a Dragona?
Oh, sim, isso.
Eu não sei. Ela tem andado
rabugenta ultimamente.
Então pensei em mudar-me
para cá com vocês.
Burro, tu sabes que ficamos
sempre contentes por te ver.
Mas a Fiona e eu estamos casados agora.
Precisamos de algum tempinho,
tu sabes, para estarmos juntos.
Só um com o outro.
Sozinhos.
Não digas mais nada. Não têm
que se preocupar com nada.
Estarei sempre aqui para assegurar
que ninguém vos incomoda.
- Burro!
- Sim, companheiro?
Estás a incomodar-me.
Oh, Ok. Tudo bem, fixe. Acho eu...
Eu e o Pinocchio íamos a um torneio
de qualquer forma, por isso...
Talvez vos veja no Domingo para
um churrasco ou qualquer coisa.
Ele ficará bem. Agora,
onde é que nós estávamos?
Oh.
Acho que me lembro.
Burro!
Eu sei, eu sei! Sozinhos!
Estou a ir! Estou a ir.
Mas o que queres
que diga a estes tipos?
Já chega, Reggie.
"Querida Princesa Fiona.
"Está desta forma convocada
para o Reino de Muito, Muito Longe
"para um baile real
em celebração do seu casamento
"no qual o rei
"dará a sua bênção real...
a si e ao seu...
"hum... Príncipe Encantado."
"Com Amor, o Rei e a Rainha
de Muito, Muito Longe.
"Também conhecidos como
Mamã e Papá."
A Mamã e o Papá?
- Príncipe Encantado?
- Baile Real? Posso ir?
- Nós não vamos.
- O quê?
Que dizer, não achas
que eles ficariam um pouco...
... chocados em te verem assim?
Bem, eles podem ficar
um pouco surpreendidos.
Mas eles são os meus pais,
Shrek. Eles adoram-me.
E não te preocupes.
Eles também vão adorar-te.
Pois, sim.
De algum modo não acho que
serei bem-vindo no clube regional.
Pára com isso.
Eles não são assim.
Então como é que explicas o Sargento Pomposo
e a Banda das Calças Janotas?
Oh, vá lá! Dá-lhes pelo menos uma hipótese.
Para fazer o quê? Afiar as suas forquilhas?
Não! Eles só querem
dar-te a sua bênção.
Oh, fantástico.
Agora preciso da bênção deles?
Se queres fazer parte
desta família, sim!
Quem disse que queria
fazer parte desta família?
Tu disseste! Quando casaste comigo!
Bem, aí estão umas belas
letras miudinhas!
Então é isso?
Tu não vens?
Acredita. Isso é uma má ideia.
Não vamos! E ponto final!
Vamos lá!
Não queremos apanhar trânsito!
Não te preocupes!
Nós cuidamos de tudo.
Ei, esperem por mim.
Dá-lhe! Mexe-te! Em frente!
Em frente, mexe-te! Em frente!
Coirão! Mexe-te!
Em frente!
Mexe-te! Mexe-te!
Em frente! Coirão!
Monta-os! Mexe-te!
Em frente! Mexe-te! Coirão!
Arrasa-os! Acaba com eles!
Fá-los em chá! Paga-lhes um copo!
Conhece as mães deles!
Tira-lhes o leite todo!
Coirão!
- Já chegámos?
- Não.
- Já chegámos?
- Ainda não.
- Ok, já chegámos?
- Não.
- Já chegámos?
- Não!
- Já chegámos?
- Sim.
- A sério?
- Não!
- Já chegámos?
- Não!
- Já chegámos?
- Ainda não!
- Já chegámos?
- Não!
Já chegámos?
Não tem piada. É muito imaturo.
É por isto que ninguém gosta de ogres.
Tu é que ficas a perder!
- Eu vou parar de falar.
- Finalmente!
Isto está a demorar imenso, Shrek.
Nem há filme de viagem nem nada.
O Reino de Muito, Muito Longe, Burro.
É para onde nós vamos.
Muito, muito...
... longe!
Ok, Ok, já percebi.
Estou só tão aborrecido.
Bem, encontra uma maneira
de te entreteres.
Durante cinco minutos...
Podias deixar de ser tu próprio...
... durante cinco minutos!
Já chegámos?
- Sim!
- Finalmente!
Uau!
Vai ser só desejos de champanhe e
sonhos de caviar a partir de agora.
Olá jeitosas!
Nós vimos busca-las mais logo!
Tenho que mudar para uma cidade
que seja certa para mim
Definitivamente,
já não estamos no pântano.
Pára!
Bem, falo disso, falo disso,
falo disso, falo disso
Ei, olhem todos!
Falo sobre, falo sobre mudar...
Olá senhoras! Bonito dia
para um cortejo, eh? Belo chapéu.
Piscinas!
Estrelas de cinema!
Anunciando o tão esperado retorno
da bela Princesa Fiona
e do seu novo marido.
Bem, é agora.
- É agora.
- É agora.
É agora.
Hum... Porque não vão andando?
Eu estaciono o carro.
Então...
... ainda achas que foi boa ideia?
É claro! Olha, a Mamã e o Papá
parecem felizes por nos verem.
- Quem raio são eles?
- Acho que é a nossa pequena.
Aquela não é pequena!
É mesmo um grande problema.
Ela não devia beijar o Príncipe
Encantado e quebrar o feitiço?
Bom, ele não é um Príncipe Encantado,
mas eles parecem...
Contente?
Nós viemos, já os vimos...
Agora vamos embora antes que
eles acendam as tochas.
- São os meus pais!
- Eles trancaram-te numa torre!
Ei! Isso foi para meu próprio...
Bem! É a nossa oportunidade. Voltamos
para dentro e fingimos que não estamos.
Harold, temos de ser...
Rápido! Enquanto não estão a olhar
nós podemos safar-nos daqui.
Shrek, já chega!
Vai ser tudo...
Um desastre!
De maneira nenhuma...
- Tu consegues.
- Mas realmente eu...
- Realmente...
- não... quero... estar...
Aqui!
Mamã... Papá...
Quero que conheçam o meu marido...
Shrek.
Bem, hum...
Agora percebo de onde
vem a beleza da Fiona.
Perdão.
Melhor para fora que para dentro,
é o que sempre digo, eh, Fiona?
Esta foi boa.
Parece que não...
Que é isso de "não está na lista"?
Não me digas que não sabes quem sou.
Como estão todos?
Obrigado por esperarem.
- Foi difícil encontrar este lugar.
- Não! Não! Burro mau. Mau. Fora!
Não, papá! Está tudo bem.
Ele está connosco.
- Ele ajudou a resgatar-me do dragão.
- Sou eu: O nobre corcel.
Empregado! Que tal uma
tigela para o corcel?
Oh, não!
- Shrek?
- Sim?
Oh, desculpa!
Sopa deliciosa, Sra. R.
Não, não. Querido.
Oh!
Então Fiona, conta-nos
como é o lugar onde moras.
Bem...
O Shrek possui as suas próprias terras.
- Não é querido?
- Oh, sim.
É numa floresta encantada
onde abundam esquilos
e pequenos patinhos giros e...
O quê?
De certeza que não estás
a falar do pântano.
Um ogre dum pântano.
Oh, que original!
Suponho que seja um bom lugar
para criarem as crianças.
É um pouco cedo
para pensar nisso, não é?
- De facto. Acabei de começar a comer.
- Harold!
- O que quer dizer com isso?
- Papá, é óptimo, ok?
- Para o seu tipo, sim!
- O meu tipo?
Tenho de ir à casa de banho.
- O jantar está servido.
- Deixem lá. Eu aguento.
Bon Appetit!
Oh, comida mexicana!
A minha favorita!
Não fiquemos sentados com
o estômago a roer. Ataquem.
Aqui vou eu, Lillian.
Suponho que os netos que
posso esperar de si seriam...
Ogres, sim!
Não que haja nada de mal nisso.
Certo, Harold?
Oh, não! Não! Claro que não!
Isto é, assumindo que vocês não
comam os vossos próprios filhos!
Pai!
Oh não, preferimos os que foram
trancados numa torre!
- Shrek, por favor!
- Só fiz isso porque a amo.
Oh sim, uma creche ou um castelo
guardado por um dragão!
Você nunca entenderia.
Não é o pai dela!
É tão bom ter a família
reunida para o jantar.
- Harold!
- Shrek!
- Fiona!
- Fiona!
- Mamã!
- Harold...
Burro!
As tuas lágrimas derramadas
chamaram por mim
Então, aqui vai o meu doce remédio
Eu sei o que todas
as princesas precisam
Para viverem a vida feliz...
Oh, meu Deus.
Oh, olha para ti.
Estás toda...
... crescida.
- Quem és tu?
- Oh, doçura!
Sou a tua Fada-Madrinha.
- Eu tenho uma Fada-Madrinha?
- Shh, shhh.
Não te preocupes.
Estou aqui para melhorar tudo.
Apenas com um...
Aceno da minha varinha mágica
Os teus problemas em breve desaparecerão
Com apenas um gesto e um brilho
arrasarás um príncipe com imenso dinheiro
Um vestido bem caro
feito somente por ratos
Uns sapatinhos de cristal
e sem mais stress
As tuas preocupações desaparecerão,
a tua alma será limpa
Confia nos teus amigos móveis
Ajudamos-te a lançar uma nova moda
- Ponho-te bela, ponho-te incrível!
- O tipo de rapariga que um príncipe gostaria!
Eles vão escrever o teu nome
na parede da casa de banho...
"Para felicidade eterna,
telefone à Fiona!"
Uma carruagem desportiva para o estilo,
Um motorista bem sexy, Kyle.
Elimino os teus defeitos, perda de dentes
as coxas de celulite desaparecerão
E oh, mas que raio!
Toma um cão frisado!
Aperta e encolhe, aqui e ali, para
arrasares o príncipe com o cabelo perfeito
Batom, sombra, blush para
apanhares o príncipe com rabo sexy
Dia de sorte, "buffet" de borrachos.
Tu e o príncipe dão uma cambalhota no feno.
Podes dar uma volta na lua
com o príncipe ao som da música
Não sejas reles, estarás fabulosa
O teu príncipe terá uma barriga firme
Soufflé de queijo, Dia dos Namorados
Come galinha "fricassé"!
Aperta e encolhe, aqui e ali, para
arrasares o príncipe com o cabelo perfeito
Parem!
Olhe...
Muito obrigado,
Fada Madrinha,
mas não preciso realmente
disto tudo.
- Muito bem. Como queiras.
- Também não gostávamos de ti.
Fiona? Fiona?
Oh! Arranjaste um cachorrinho?
No meu quarto só encontrei champô.
Ah, uh...
Fada Madrinha, móveis...
Quero que conheçam o meu marido, Shrek.
Teu marido? O quê? O que é que disseste?
Quando é que isso aconteceu?
O Shrek foi quem me salvou.
- Mas isso não pode estar certo.
- Óptimo, mais familiares!
Ela só está a tentar ajudar.
Boa! Ela pode-nos ajudar a fazer as malas.
Querida agarra o teu casaco. Vamos embora.
- O quê?
- Eu não quero partir.
Quando é que decidiste isto?
- Pouco depois de chegarmos.
- Olha, desculpa-me...
Não, está tudo bem.
Eu tenho de ir na mesma.
Mas lembra-te, querida.
Se alguma vez precisares de mim...
A felicidade...
está apenas a uma lágrima
de distância.
Obrigado, mas nós temos toda
a felicidade que precisamos.
Felizes, felizes, felizes...
Estou a ver.
Vamos embora, Kyle.
Muito giro, Shrek.
O que foi? Eu disse-te que
vir aqui era má ideia.
Podias pelo menos ter tentado
relacionares-te com o meu pai.
Eu não penso que iria ter
a bênção do Papá,
mesmo se eu a quisesse.
Não achas que seria gentil se alguém
me perguntasse o que quero?
Claro. Queres que faça
as malas por ti?
És inacreditável!
Estás a portar-te como...
- Vamos! Diz!
- Como um ogre!
Aqui tens uma notícia nova para ti!
Quer os teus pais gostem ou não...
Eu sou um ogre!
E adivinha princesa?
Isso não está para mudar.
Eu mudei por ti, Shrek.
Pensa sobre isso.
Essa foi mesmo suave, Shrek.
"Eu sou um Ogre!"
Eu sabia que isto ia acontecer.
Claro.
Foste tu que começaste.
Não posso acreditar nisso, Lillian.
Ele é que é ogre. Não eu.
Harold, acho que estás a levar
isto muito a peito.
Esta foi a escolha da Fiona.
Mas ela devia escolher o príncipe
que nós escolhemos para ela.
Quero dizer, esperas que eu dê
a minha bênção a esta... coisa?
A Fiona espera. E ela nunca te
perdoará se não o fizeres.
Harold, eu não quero perder
a minha filha outra vez.
Oh, tu ages como se o amor
fosse totalmente previsível.
Não te lembras de quando
nós éramos jovens?
Costumávamos passear
à beira do lago dos lírios e...
- ... eles estavam a florir.
- O nosso primeiro beijo.
Não é a mesma coisa!
Eu acho que tu ainda não percebeste que
a nossa filha casou com um monstro!
Oh, pára de ser um rei tão dramático.
Está bem! Finge que não há
nada de errado.
La, di, da, di, da!
Está tudo maravilhoso!
Gostava de saber
como é que podia ficar ainda pior.
Olá, Harold.
- O que é que aconteceu?
- Nada, querida!
É só a minha velha ferida
das cruzadas a fazer das suas!
Vou só esticá-la
aqui fora por um bocado.
É melhor entrares.
Precisamos de conversar.
Na verdade, Fada Madrinha,
ia agora deitar-me.
Já tomei os meus comprimidos e eles
põem-me um bocado sonolento.
Então, e se... tornássemos isto
numa visita rápida. O quê?
Ah, olá.
Então, novidades?
Lembras-te do meu filho,
o Príncipe Encantado?
Encantado, és tu? Meu deus!
Já lá vão anos.
Quando é que voltaste?
Ah, a cerca de cinco minutos atrás,
na verdade.
Depois de suportar furacões,
desertos ardentes...
subi ao quarto mais alto
na torre mais alta...
A mamã trata disto.
Ele suportou furacões,
desertos ardentes!
Ele subiu ao mais alto maldito quarto
da mais alta maldita torre...
E o que é que ele encontrou?
Um tipo de lobo travesti que lhe
contou que a sua princesa...
- Se eu puder...
- Já estava casada.
Não foi por culpa minha.
Ele não chegou lá a tempo.
Parem a carruagem!
Harold.
Estás a forçar-me a fazer
algo que não queria fazer.
Onde é que estamos?
Olá, bem vindos ao Frei Gorducho.
Posso anotar seu pedido?
A minha dieta está arruinada.
Espero que esteja feliz. Eh... ok.
Duas sandes Renascença,
sem maionese... anéis de chili...
- Eu quero o Menu Medieval.
- Sim, um Menu Medieval e, Harold...
- Fritos Enrolados?
- Não, Obrigado.
- Um Taco de *** fermentada, então?
- A sério que não quero nada.
O seu pedido Fada Madrinha.
E isto vem com o Menu Medieval.
Toma lá querido.
Fizemos um acordo, Harold. E presumo que
não quer que eu volte atrás na minha parte.
De facto, não.
Então, a Fiona e o Encantado
vão ficar juntos.
- Sim.
- Acredita em mim, Harold. É o que é melhor.
Não apenas para a tua filha...
... mas para o teu Reino.
O que é que é suposto
eu fazer acerca disso?
Usa a tua imaginação.
Oh...
Entre, Sua Majestade.
Eu gosto da minha cidade
Com uma pequena gota de veneno
Ninguém sabe...
Desculpe.
Eu conheço-o?
Não, deve estar a confundir-me
com outra pessoa.
Uh... desculpe.
Estou à procura da Meia-irmã Feia.
Ah! Aí está. Certo.
Sabe, eu precisava que
tratassem da saúde de alguém.
- Quem é o gajo?
- Bem, não é um gajo, digamos.
Ele é um ogre.
Ei, amigo, deixe-me dar-lhe
uma dica.
Existe apenas um tipo capaz de lidar com
um trabalho desses, e, sinceramente...
... ele não gosta de ser incomodado.
Onde o posso encontrar?
Olá?
Quem se atreve a entrar no meu quarto?
Desculpe! Espero não estar a interromper mas
disseram-me que é consigo que tenho de falar
sobre um problema com um ogre?
Disseram-lhe bem.
Mas para isso,
eu cobro bastante dinheiro.
Será... que isto chega?
Acabou de contratar os meus
valiosos serviços, Sua Majestade.
Diga-me apenas onde
eu posso encontrar esse ogre.
Todos me dizem,
Que me estou a ir abaixo
Todos me dizem,
tens que o largar
Tens que o largar
Preciso de dormir um pouco.
É tempo de descansar o cavalo
Estou demasiado envolvido.
E as rodas continuam a rolar
Todos me dizem,
tens que o largar
Querido Cavaleiro,
eu rezo para que aceite
esta lembrança como sinal
da minha gratidão.
Querido diário...
A Bela Adormecida vai dar
uma festa de pijama amanhã à noite,
mas o Pai diz que não posso ir.
Ele nunca me deixa sair depois do pôr-do-sol.
O Papá disse-me que vou para fora
por uns tempos.
Deve ser como alguma
escola de aperfeiçoamento.
A Mãe diz que quando
tiver idade suficiente,
o meu belo Príncipe Encantado
vai resgatar-me da minha torre
e trazer-me de volta
para a minha família.
E viveremos todos
felizes para sempre.
Senhora Fiona Encantado.
Senhora Fiona Encantado.
Desculpe. Espero não estar
a interromper nada.
Não, não. Eu estava só a ler...
hum... um livro aterrador.
Esperava que me desculpasses pelo meu
comportamento deplorável de há pouco.
- Ok...
- Eu não sei o que me deu.
Achas que podíamos fingir que não
se passou nada e começarmos de novo...
- Olhe, Sua Majestade, eu só...
- Por favor. Chama-me Pai.
Pai. Nós agimos ambos
como ogres.
Talvez só precisemos de algum tempo
para conhecermo-nos.
Excelente ideia! Na realidade esperava que te
juntasses a mim para uma caçada matinal.
Um tempinho pai-filho?
Eu sei que isso iria significar
imenso para a Fiona.
Digamos, 7:30
ao pé do velho carvalho?
Aceita-o, Burro!
Estamos perdidos.
Não podemos estar perdidos. Seguimos
as direcções do Rei minuciosamente.
O que disse ele? "Vão em direcção
à parte mais escura do bosque..."
"Passem pelas árvores sinistras
com galhos assustadores."
- O arbusto em forma de Shirley Bassey!
- Já o passámos 3 vezes!
Foste tu quem disse para
não perguntarmos pelo caminho.
Oh, esplêndido. A minha hipótese de
acertar as coisas com o pai da Fiona
e acabo perdido
na floresta contigo!
Não fiques ofendido comigo!
Eu só estou a tentar ajudar.
Eu sei! Eu sei.
- Desculpa-me, ok?
- Ei, não te preocupes com isso.
É que preciso mesmo de acertar
as coisas com este tipo.
Sim, claro. Vamos lá
criar laços com o Papá.
Bem, bem, bem, Burro.
Eu sei que foi um momento terno
há pouco, mas ronronar?
O quê? Eu não ronronei.
Sim. O que vem a seguir?
Um abraço?
Ei, Shrek. Os burros não ronronam.
O que pensas que sou, algum tipo de...
Enfrentem-me, se se atrevem!
Olha! Um gatinho.
- Cuidado, Shrek! Ele está armado!
- É um gato, Burro.
Vem cá, gatinho.
Vem, gatinho. Anda.
Oh, vem cá, gatinho.
- Aguenta Shrek! Vou a caminho!
- Rápido! Tira-o! Tira-o!
Oh, Deus, Oh...
Não!
- Cuidado, Shrek! Fica quieto!
- Tira-o!
Shrek! Não te mexas!
- Falhei?
- Não. Acertaste neles.
Agora, ogre, implora por
misericórdia ao...
Gato... das Botas!
Eu mato aquele gato!
- Bola de pelo.
- Oh! Isso é nojento!
O que devemos fazer com ele?
Eu digo para pegarmos na espada
e capamo-lo já aqui!
Não! Por favor!
Por favor!
Eu imploro-lhe!
Não foi nada de pessoal, Señor.
Eu estava a fazê-lo apenas
pela minha família.
A minha mãe está doente.
E o meu pai vive do lixo!
O Rei ofereceu-me muito ouro e eu
tenho uma ninhada de irmãos...
Pára, pára, pára!
O pai da Fiona pagou-te
para fazeres isto?
O Rei rico? Sí.
Bem, lá se vai
a Real bênção do Papá.
Não te sintas mal. Quase toda a gente
que te conhece te quer matar.
Ena pá, obrigado.
Talvez a Fiona estivesse melhor se eu fosse
uma espécie de príncipe encantado.
Isso foi o que o Rei disse.
Oh, uh... desculpem. Pensei que
essa questão fosse dirigida a mim.
Shrek, a Fiona sabe que farias
qualquer coisa por ela.
Bem, não é que eu
não mudasse, se eu pudesse.
Eu só... Eu só queria poder
fazê-la feliz.
Espera lá...
"Felicidade."
"A uma lágrima de distância."
Burro! Pensa na coisa mais triste
que já te aconteceu!
Eh, pá, por onde eu começo?
Primeiro foi aquela vez em que o velho agricultor
tentou trocar-me por uns feijões mágicos.
Depois aquele idiota dá uma festa e diz
aos convidados que me espetem um rabo.
Depois, ficaram bêbados e começaram
a bater-me com um pau e a gritar "Piñata!"
O que é uma "piñata",
afinal de contas?
Não, Burro! Eu preciso que chores!
Não te projectes em mim.
Eu sei que te estás a sentir mal,
mas tens de...
Seu pequeno, peludo,
saco comedor de lixo...
O quê? Está ligado? Está ligado?
Eu sou a Fada Madrinha.
Eu estou longe da minha secretária
ou ocupada com um cliente.
Mas se vier ao escritório, teremos
todo o gosto em lhe marcar uma consulta.
Tenha um "Felizes para sempre".
Oh...
Estás afim duma pequena demanda, Burro?
Assim é que é! Shrek e Burro
noutra aventura mirabolante.
Ninguém nos pára agora! Uooo!
Estamos a caminho!
- Pára, Ogre! Eu julguei-te mal.
- Entra para o clube. Temos casacos.
Pela minha honra, sou obrigado a
acompanhar-te até ter salvo a tua vida
já que tu poupaste a minha.
A posição de animal falante
irritante já foi ocupada.
Vamos, Shrek. Shrek?
- Shrek!
- Ah, vá lá, Burro. Olha para ele...
... nas suas botinhas pequeninas.
Sabes quantos gatos conseguem usar botas?
Honestamente.
- Vamos ficar com ele!
- Repete?
Escuta. Ele está a ronronar!
- Ah, agora ele é querido.
- Calma, Burro. Acalma-te.
Acalmar-me? Eu devia acalmar-me?
Olha quem está a mandar quem acalmar-se!
Shrek!
Shrek?
Eles são ambos alegres, não são?
O que achas, Harold?
Hum... Sim, sim.
Certo. Certo.
Tenta ao menos fingir que estás interessado
no baile de casamento da tua filha.
Honestamente, Lillian,
eu acho que não importa.
Como é que sabemos
que irá haver um baile?
Mãe. Pai.
- Oh, olá, querida.
- O que foi, Cedric? Certo! Já vou.
Mãe, viste o Shrek?
Não vi.
Devias perguntar ao teu pai.
E usa palavras curtas, querida.
Ele está um bocadinho lento esta manhã.
- Posso ajuda-lo, Sua Majestade?
- Ah, sim!
Hum! Requintado.
Como se chama este prato?
Esse seria o pequeno-almoço do cão,
Sua Majestade.
Ah, sim. Muito bem.
Continua, Cedric.
- Pai? Pai, viste o Shrek?
- Não, querida.
Tenho a certeza que ele foi só à procura de
um belo... buraco de lama para se acalmar.
Sabes, depois da vossa discussão
de ontem à noite.
Oh. Tu ouviste isso, hum?
O reino inteiro ouviu-vos.
Quer dizer, afinal de contas, é
da natureza dele, ser...
... bem, um pouco rude.
Ele? Bem, tu não lhe estendeste propriamente
o tapete de boas vindas.
Bem, o que é que esperavas?
Vê bem o que ele te fez.
O Shrek ama-me pelo o que sou.
Eu achava que ficarias feliz por mim.
Querida, eu só estou a pensar
no que é melhor para ti.
Talvez devesses fazer o mesmo.
Não? A sério?
Oh, não. É a velha fábrica do Keebler.
Vamos recuar devagarinho.
Aquela é a casa da Fada Madrinha.
Ela é a maior fabricante
de bruxarias e poções de todo o reino.
E porque não entramos
por um bocadinho? Ha-ha! Bocadinho!
Ele faz-me rir.
Olá. Estou aqui para ver a...
A Fada Madrinha.
Desculpe mas ela não está.
Jerome.
Café e um Monte Cristo. Agora!
Sim, Fada Madrinha.
É para já.
Olhe, ela hoje não está a atender
nenhum cliente, ok?
Não faz mal amigo.
Nós somos do sindicato.
Sindicato?
Nós representamos os trabalhadores de todas
as indústrias mágicas, ambas as más e boas.
Oh! Oh, certo.
Você sente-se de alguma maneira
explorado ou oprimido?
Uh... um pouco.
Nós nem temos dentista.
Eles nem têm dentista.
Está bem, nós vamos só dar uma olhadela.
Oh. A propósito.
Penso que era melhor se a Fada Madrinha
não soubesse que nos estivemos aqui.
- Percebes o que estou a dizer? Hum?
- Pára!
- Claro. Entrem.
Uma gota de desejo.
Malandro!
Um pouco de paixão.
E um nadinha de...
... luxúria!
Com licença.
Desculpe entrar desta maneira...
Que diabos faz você aqui?
Bom, parece que a Fiona não
está propriamente feliz.
E existe alguma dúvida do porquê?
Bem, vamos explorar isso, sim?
Ah. P, P, P...
Princesa. Cinderela.
Aqui está.
"Viveram felizes para sempre". Oh...
Não há ogres.
Vejamos. Branca de Neve.
Um belo príncipe, nenhum ogre.
A Bela Adormecida. Nada de ogres.
Joãozinho e Maria? Não!
Polegarzinha? Não.
O Pássaro Dourado, A Pequena Sereia,
Um Sonho de Mulher...
Não, não, não, não, não!
Está a ver, os ogres
não vivem felizes para sempre.
Certo. Olhe, Senhora!
Não me apontes...
essas salsichas sujas e verdes.
O seu Monte Cristo e café.
Oh! Desculpem.
Ah... não faz mal.
Estávamos mesmo de saída.
Sinto muito por ter desperdiçado
o seu tempo, Sr. Madrinha
Apenas... vão.
Andem lá, rapazes.
Graças a Deus é Sexta,
eh, amigo?
A trabalhar muito
ou a não trabalhar, não é?
"Sala Das Poções"
Tirar as tuas botas e as tuas
bochechas de gato da minha cara.
Meu, isto fede!
Tu não cheiras exactamente
a um cesto de rosas.
- Bem, um destes tem de ajudar.
- Eu já estava aqui a preparar um plano!
As nossas cabeças já estão
a funcionar como uma.
Pára, pára. Se nos precisarmos um perito
em lamber-nos, nós ligamos-te.
Shrek, isto é uma má ideia.
Olha. Torna-te útil e continua a vigiar.
Bichano, achas que consegues
chegar aquelas no topo?
Sem problema, patrão.
Numa das minhas nove vidas,
eu fui o grande gato ladrão
de Santiago de Compostela.
Shrek, estás maluco?
Burro, continua a olhar.
Continuo a olhar?
Sim, vou continuar a olhar.
Vou é ver aquela bruxa vir aqui e enfiar-te
um mundo de dor pelo traseiro acima.
Eu também me vou rir.
Vou estar a rir-me para mim próprio.
- O que é que vês?
- Amaciador para pele de sapo.
Tenho a certeza que um BM é a solução perfeita
para problemas matrimoniais.
- Elfa Seltzer?
- Na-na.
- Hex Lax?
- Não! Tenta "jeitoso".
Desculpa. Não há jeitoso.
Ei! E que tal "Felizes para sempre"?
Bem, o que é que faz?
Diz "Beleza divinal".
Em algumas culturas, os burros são considerados
como as mais sábias das criaturas
Especialmente os que falam,
como eu.
Burro!
Isso vai ter de servir.
Temos companhia.
Podemos andar com isto?
Despacha-te!
Bem apanhado, Burro!
Finalmente!
Um bom uso para a tua boca.
Vamos!
Tu desprezas as minhas
emoções naturais
Fazes-me sentir como terra
e eu estou magoado
E se eu começar um tumulto
Eu corro o risco de te perder
e isso é o pior
Apaixonar-se alguma vez por alguém,
apaixonar-se alguma vez
Apaixonar-se por alguém,
Apaixonar-se alguma vez
Apaixonar-se por quem
não se deveria ter apaixonado
Apaixonar-se alguma vez por alguém,
apaixonar-se alguma vez
Apaixonar-se por alguém,
Apaixonar-se alguma vez
Por quem
não se deveria ter apaixonado
Apaixonar-se por
Apaixonar-se alguma vez por quem
não se deveria ter apaixonado
Não me interessa de quem é a culpa.
Tratem só de limpar isto tudo!
E alguém me traga qualquer coisa bem frita
e coberta com chocolate!
- Mãe!
- Charmoso, meu querido.
Não é uma boa altura,
A mãezinha está a trabalhar.
O que é que aconteceu aqui?
- O ogre, foi o que foi!
- O quê? Onde é que ele está, mãe?
Eu arrancarei a sua cabeça
dos seus ombros!
Eu irei destruí-lo onde estiver!
Ele irá arrepender-se do dia
em que ele me roubou o reino!
Oh, guarda isso, Júnior!
Tu ainda vais ser um rei.
Só temos de pensar em
alguma coisa mais inteligente.
Desculpe. Hum...
Está tudo verificado, Fada Madrinha,
à excepção de uma poção.
O quê?
Oh...
Acredito que podemos tornar isto
numa vantagem para nós.
"Poção Felizes para Sempre.
Força máxima.
Para si e para
o seu verdadeiro amor.
Se um de vocês beber isto,
ambos ficarão bem.
Felicidade, conforto e beleza divinal."
- Ficarão ambos bem?
- Quer dizer que também vai afectar a Fiona.
Ei, meu, isto não me cheira bem. Os meus
sentidos de burro estão todos a tinir.
Larga essa jarra de voodoo
e vamos embora daqui.
Diz "Beleza Divina".
Quão mau é que pode ser?
Vês, tu és alérgico a essa coisa.
Vais ter uma reacção.
E se pensas que vou espalhar Vapor Rub
no teu peito, pensa melhor!
Patrão, só para o caso de haver
algo de errado com a poção...
deixe-me dar o primeiro gole.
Seria uma honra arriscar
a minha vida por si.
Oh, não, não. Não me parece.
Se vai haver algum *** animal,
que seja em mim.
Esse é o papel do melhor amigo.
Vá, dá-me a garrafa.
Como é que te sentes?
Não me sinto diferente.
Pareço estar diferente?
Ainda me pareces um asno.
Talvez não funcione com burros.
- Bem, à nossa, Fiona.
- Shrek?
- Se bebes isso, não há retorno.
- Eu sei.
- Nada de rebolar na lama?
- Eu sei.
- Nada de comichões no rabo?
- Eu sei!
- Mas tu adoras ser um ogre!
- Eu sei!
Mas eu amo mais a Fiona.
Shrek, não! Espera!
Tem de ser... Acho que apanhaste
a poção "Peidoso para sempre".
Se calhar não presta.
Ou talvez a Fiona e eu nunca
estivemos destinados a ficar juntos.
Uh-oh. Que é que te disse?
Sinto qualquer coisa a aproximar-se.
Não quero morrer.
Não quero morrer. Não quero morrer!
Oh, minha nossa senhora.
Estou a derreter-me!
Estou a derreter-me!
É só a chuva, Burro.
Oh.
Não te preocupes. As coisas parecem más
porque está escuro e de chuva
e o pai da Fiona contratou um assassino
sujo para te limpar o sebo.
Vai estar melhor amanhã de manhã.
Vais ver...
O sol irá aparecer...
Amanhã
Aposta o teu traseiro...
Apostar o meu traseiro?
Vou já, Elizabeth!
Burro?
Estás bem?
- Ei, chefe. Vamos rapá-lo.
- B-Burro?
Aí estás tu!
Sentimos a tua falta ao jantar.
O que foi, querida?
Pai...
Estive a pensar naquilo
que me disseste.
E vou acertar as coisas.
Ah! Excelente!
Essa é a minha menina.
Foi um erro trazer o Shrek para cá.
Vou sair e procurá-lo.
E depois voltaremos ao pântano
onde pertencemos.
Fiona, por favor!
Não sejas precipitada, querida.
Não podes ir a lado nenhum agora.
Fiona!
Ouve, eu disse que ele estava aqui.
Olha para ele! Silêncio. Olha para mim.
Bom dia, dorminhoco.
Bom dia!
Nós adoramos o teu gatinho!
- Oh... A minha cabeça...
- Toma, eu trouxe um balde com água.
Obrigado.
Uhh!
Aahh!
Oh...
Um nariz giro e arredondado?
Cabelos fartos e ondulados?
Nádegas firmes e redondas?
Estou... Estou...
- Magnífico!
- Eu que o diga.
Sou a Jill. Qual é o teu nome?
- Um... Shrek.
- Shrek? Uau. És da Europa?
- Estás tenso.
- Quero massajar-lhe os ombros.
- Estou a tratar disso.
- Não tenho nada para esfregar.
Põe-te na fila.
- Viram o meu burro?
- A quem estás a chamar burro?
- Burro? Tu és um...
- Um garanhão!
Posso relinchar.
Posso contar.
Olha para mim, Shrek!
Estou a trotar!
Essa é uma poção de qualidade.
O que há nessa coisa?
"Oh, não tome a poção
Sr. Patrão, é muito má."
Bah!
"Aviso: Efeitos secundários incluem
queimaduras, comichões, suores, choradeiras.
"Desaconselhado a doentes cardíacos ou
aqueles... com distúrbios nervosos."
Estou a trotar, estou a trotar
no mesmo sitio! Sim!
O que foi?
Senhor? "Para tornar os efeitos
desta poção permanentes,
quem a bebeu deve obter um beijo
do seu amado, até a meia-noite."
Meia-noite?
Porquê sempre à meia-noite?
- Escolhe-me! Eu serei o teu verdadeiro amor!
- Eu serei o teu verdadeiro amor.
Eu serei verdadeira... o suficiente.
Olhem, meninas,
eu já tenho um verdadeiro amor.
Oh...
E escute o que eu digo, Patrão.
Vai ter uma Princesa muito satisfeita.
Vamos admitir.
És um bocadinho mais agradável aos olhos.
Por dentro tu és o mesmo
mesquinho, salgado...
- Calma.
- ...caprichoso, ofensivo,
furioso ogre que sempre foste.
E tu continuas o mesmo burro irritante.
Sim.
Bem...
Cuidado, Princesa.
Aqui vai o novo eu.
As primeiras coisas primeiro.
Precisamos de te tirar dessas roupas.
- Pronto?
- Pronto!
Condutor, pare!
Oh, Deus! Ajudem-me, por favor!
Os meus dias de corridas estão acabados!
Estou cego! Diga a verdade.
Irei alguma vez voltar a tocar violino?
Pobre criatura!
Há alguma coisa que
possa fazer por ti?
Bem, acho que existe uma coisa.
Tira a peruca poeirenta
e tira as tuas ceroulas.
- Nada mau.
- Nada mau mesmo.
Pai?
Está tudo bem, Pai?
Obrigado, senhores!
Um dia, irei recompensar-vos.
A menos que, claro,
não vos encontre ou me esqueça.
Oh, sim
Vira-te e enfrenta o estranho
Mu-Mu-Mudanças
Não quero ser um mais rico
Mu-Mu-Mu-Mu-Mudanças
Vira-te e enfrenta o estranho
Mu-Mu-Mudanças
Só tenho de ser
um homem diferente
O tempo pode mudar-me
Mas eu não posso seguir o tempo
Alto!
Diz à Princesa Fiona que o marido,
Sir Shrek, está aqui para vê-la.
Ainda não sei do que
andava à procura
E o meu tempo passava rapidamente,
um milhão de ruas sem saída
Todas as vezes que pensei
que tinha conseguido
Parecia-me que o gosto
não era tão doce
Mu-Mu-Mu-Mudanças
- Vira-te e enfrenta o estranho
- Fiona!
- Shrek?
- Mu-Mu-Mudanças
Não quero ser um mais rico
O tempo pode mudar-me
Mas eu não posso seguir o tempo
Fiona?
Olá, bonitão.
Shrek!
- Princesa!
- Burro?
Uau! Aquela poção também
funcionou contigo?
Que poção?
O Shrek e eu tomámos
uma poção mágica. E bem...
Agora, somos sexy!
Shrek?
Por ti querida... Eu podia ser.
- Isso. Querias.
- Burro, onde está o Shrek?
Ele entrou à tua procura.
Shrek?
Fiona! Fiona!
Queres dançar, lindão?
Já te vais tão cedo?
Não queres ver a tua mulher?
Fiona?
Shrek?
Sim, Fiona. Sou eu.
Que aconteceu à tua voz?
A poção mudou
muitas coisas, Fiona.
Mas não o que eu sinto por ti.
Fiona?
- Encantador?
- Achas?
Pai. Esperava muito
que aprovasse.
- Hum... quem és tu?
- Mãe, sou eu, Shrek.
Sei que nunca terá uma segunda oportunidade
para uma primeira impressão,
mas, bem, o que achas?
Fiona! Fiona!
Fiona!
- Fiona!
- Fiona, Fiona! Ho-ho-ho!
Oh, gaita! Acho que eles não nos
conseguem ouvir, pombinho.
Não acha que já arruinou
a vida dela o suficiente?
Só quero que ela seja feliz.
E agora ela pode ser.
Oh, querido.
Ela finalmente encontrou
o Príncipe dos seus sonhos.
Mas olhe para mim.
Veja só o que fiz por ela.
Está na hora de parares de viver
num conto de fadas, Shrek.
Ela é uma princesa,
e tu és um ogre.
É uma coisa que nenhuma
quantidade de poção vai mudar.
Mas...
Eu amo-a.
Se a amas verdadeiramente...
... vais deixá-la partir.
Shrek?
Senhor.
O que se passa?
Onde é que vais?
Tu não tens nada a ver com isto,
pois não, Harold?
As pessoas não prestam mesmo
Eu acho que isso
já está bem percebido
Aqui têm, rapazes.
Deixe só a garrafa, Doris.
Ei. Porquê essas caras tristes?
Tudo foi apenas um estúpido erro.
Nunca devia tê-la salvo
daquela torre em primeiro lugar.
Eu odeio Segundas.
Não acredito que vais virar as costas
à melhor coisa que te aconteceu.
Que hipótese tenho eu?
Ela ama aquele bonito rapaz,
o Príncipe Encantado.
Vá lá. Ele é assim tão lindo?
Estás a gozar?
Ele é lindo!
Ele tem um rosto que parece
que foi esculpido por anjos.
- Oh. Ele parece um sonho.
- Sabem...
estranhamente, isto não está
a fazer sentir-me melhor.
Olhem, rapazes.
É melhor assim.
A mãe e o pai aprovam,
e a Fiona fica com o homem
com quem sempre sonhou.
Todos ficam a ganhar.
Excepto tu.
Eu não entendo, Shrek.
Tu amas a Fiona.
Certo.
E é por isso
que tenho de a largar.
Desculpe, ela está aí?
Ela está, uh... lá atrás.
Oh, olá outra vez.
Fada Madrinha, Encantado.
É melhor teres uma boa razão para
nos arrastar para este lugar, Harold.
Bem, receio que a Fiona não esteja realmente...
de amores pelo Príncipe Encantado.
- P.S.I., a culpa não é minha.
- Não, claro que não, querido.
Quero dizer, como posso ser encantador
quando tenho que fingir
ser aquele horroroso ogre?
Não, não. Ninguém tem culpa.
Talvez seja melhor apenas
cancelarmos tudo, não?
- O quê?
- Não se pode forçar ninguém a apaixonar-se!
Permita-me discordar.
Eu faço isso o tempo todo!
Faça a Fiona beber isto e ela vai apaixonar-se
pelo primeiro homem que ela beijar,
que será o Encantado.
- Hum... não.
- O que é que disseste?
Não posso. Não o farei.
Isso é que vai.
Se se lembrar, fui eu que vos ajudei
com o vosso "felizes para sempre".
E posso retirá-lo assim
tão facilmente.
É isso que quer? É?
- Não
- Lindo menino.
Agora, temos que ir embora.
Tenho que fazer o penteado
do "Encantado" antes do baile.
Não tem remédio.
Está todo levantado à frente.
Ele não consegue pentear para trás.
Temos que arranjar alguém que o faça.
Obrigado, Mãe.
Mãe?
Hum... Mary!
Um cavalo que fala!
O ogre!
Parem-nos! Ladrões! Bandidos!
Parem-nos!
Os abdominais estão fabulosos
e o musculo glúteo no máximo
hoje à noite aqui no Baile Real
de Muito, Muito Longe!
As carruagens estão alinhadas
saindo delas o melhor da sociedade
como a coalhada e o soro
da senhora Muffet.
Todo os que são importantes
apareceram
para honrar a princesa Fiona
e o príncipe Shrek.
E, oh, mas que bem,
os vestidos estão maravilhosos!
Vejam! o Joãozinho e a Maria!
Para que raio são as migalhas?
E logo atrás deles,
Tom Polegar e Polegarzinha.
Oh, não são adoráveis!
Aí vem a Bela Adormecida!
Velhota cansada.
Quem é este? Quem é este?
Quem é este?
Oh. É a número um, é a única...
É a Fada Madrinha!
Olá, Muito, Muito Longe!
Posso ter um "whoop whoop"?
Que todos os vossos finais
sejam felizes e...
Bem, vocês sabem o resto!
Voltamos já com o Baile Real
de Muito, Muito Longe
Depois destes anúncios.
Detesto estes espectáculos de Bailes.
Aborrecem-me de morte.
Muda para a Roda da Tortura
Não mudo nada, senhor,
até ter visto o Shrek e a Fiona.
Chatos é o que vocês são!
Ei, ratos, passem-me
uma asa de búfalo!
Não, à tua esquerda. À tua esquerda!
- Esta noite em "Cavaleiros"...
- Este sim é um bom programa!
Temos um Bronco branco em direcção a Este
dentro da floresta. Pedimos reforços.
É hora dos Homens de Aço mostrarem
a estes mamíferos loucos
que as suas atitudes inconscientes
não ficam impunes.
Porque me agarram?
Violência policial!
Tenho que falar com a Princesa Fiona!
- Nós avisámos-te!
- Au! Au!
Será que escapam?
Alguém deixou fugir o gato do saco?
Seus cães porcos capitalistas!
Tirem-no de cima de mim!
- Gatária! (erva que provoca euforia nos gatos)
- Isso não é meu.
Encontrem a princesa Fiona!
Sou um burro!
Diz-lhe Shrek...
Sou o marido dela, Shrek!
Rápido! Para trás!
Sou o marido dela, Shrek! Au!
Querida?
Ah. Bem me parecia
que te encontraria aqui.
Que tal uma chávena quente
de chá antes do baile?
Eu não vou.
O Reino todo apareceu
para celebrar o teu casamento.
Só há um problema.
Aquele não é o meu marido.
Quero dizer, repare nele.
Sim, é um pouco diferente,
mas as pessoas mudam
para quem os ama.
Ficavas surpreendida o quanto
mudei pela tua mãe.
Mudar?
Perdeu completamente a cabeça!
Porque não desces até ao baile
e dás-lhe outra oportunidade?
Talvez descubras que gostas
deste novo Shrek.
Mas apaixonei-me pelo antigo.
Dava tudo para tê-lo de volta.
Querida. Esse é meu.
Descafeinado.
Senão fico acordado a noite toda.
Obrigada.
Tenho que sair daqui!
Não nos podem prender assim!
Solte-me!
E os meus direitos Constitucionais?
É suposto dizerem que tenho
o direito de permanecer calado.
Ninguém disse que tinha o direito
de permanecer calado!
Tu tens o direito de ficares calado.
O que te falta é a capacidade.
Tenho que me aguentar antes que,
também eu, fique completamente maluco.
Shrek? Burro?
Demasiado tarde.
Gingy! Pinocchio!
Tirem-nos daqui!
Oh...
Rebentamento!
Atenção aí em baixo!
Rápido! Diz uma mentira!
- O que queres que diga?
- Qualquer coisa, mas rápido!
Diz uma loucura como "estou
a usar roupa interior feminina!"
Estou a usar roupa interior feminina.
- Estás?
- Claro que não!
Parece certamente que estás!
- Não estou nada
- De que tipo?
- É um fio dental!
- Auu! São cuecas curtas!
- Não são nada.
- São sim!
Aqui vamos. Aguenta-te.
Espera, espera, espera!
Au! Au! Ei, ei, ei!
Au!
- Desculpem?
- O que é? Bichano!
Desculpe lá, mas importa-se
de me soltar?
- Desculpe, patrão!
- Parem com as palhaçadas!
Temos de impedir aquele beijo!
Pensava que a ias largar.
Eu ia, mas não posso deixar
que eles façam isto à Fiona.
Boom! É isso o que eu gosto de ouvir.
Olha quem vem ai!
É impossível!
Nunca conseguiremos entrar.
O castelo está guardado.
Há um fosso e tudo!
Malta, parece que estamos no riacho de
chocolate sem um pau de um gelado.
- O que é?
- Ainda conheces o pasteleiro?
Bem, claro!
Ele está em Drury Lane. Porquê?
Porque vamos precisar de farinha.
Montes e montes de farinha.
Gingy!
Liga os fogões, Pasteleiro! Temos uma
grande encomenda para entregar!
Está vivo!
Corre, corre, corre,
o mais rápido que puderes!
Anda, rico, anda!
Ali está, Mongo!
Para o castelo!
Não, seu grande bolo idiota!
Vamos lá!
Mongo! Aqui em baixo!
Olha para o pónei!
Exacto! Segue o lindo pónei!
O lindo pónei quer brincar
no castelo!
Bonito pónei.
Senhoras e senhores
Apresento-lhes a Princesa Fiona
e o seu novo marido, o Príncipe Shrek.
Shrek, o que estás a fazer?
Estou a fazer o meu papel, Fiona.
Isso é brilho nos teus lábios?
Mm. Sabor de cereja.
Queres provar?
- Ugh! Que é que se passa contigo?
- Mas, docinho...
Dó Menor, começa com Dó Menor.
Senhoras e senhores.
Queria dedicar esta música à...
Princesa Fiona e ao Príncipe Shrek.
Fiona, minha princesa.
Concedes-me uma dança?
Para onde foram todos os homens bons
E onde estão todos os deuses?
Dança! Dança!
Aonde está o esperto Hércules
Para combater a desvantagem
crescente?
Desde quando é que danças?
Fiona, minha querida,
se há uma coisa que sei,
é que o amor
está cheio de surpresas.
Pela noite dentro andei às voltas
E sonho com o que preciso
Dá-lhe!
Preciso de um herói
Muito bem, grandalhão!
Vamos dar cabo desta festa!
Homens às catapultas!
Apontar! Fogo!
- Agarrem-se!
- Ooh! Bonito!
O botão de goma não!
Projéctil!
Ha-ha! Está bem!
Algures depois da meia-noite,
Nas minhas mais loucas fantasias
Vai, Mongo! Vai!
Homens aos caldeirões!
Depois de ti, Mongo.
- É isso! Força!
- Cuidado!
Shrek!
Mais calor, menos espuma!
Lá em cima onde as montanhas
se encontram com os céus
Lá onde o relâmpago rasga o mar
Eu podia jurar que está lá alguém
Algures olhando por mim
Força!
Não...!
Vamos!
Cuidado!
Sê bom.
Ele precisa de mim!
Larga-me!
Burro!
Bichano!
Vai! Vai! A tua donzela
precisa de ti! Vai!
Hoje, pago a minha dívida.
Oooh...
Em guarda!
Ele tem que ser forte
E ele tem que ser rápido
E tem que ficar fresco
Depois da luta
Preciso de um herói
- Parem!
- Ei, tu! Afasta-te da minha mulher.
- Shrek?
Não podias voltar apenas para
o teu pântano e deixar-nos em paz.
- Agora!
- Porcos e cobertores!
Pinóquio! Apanha a varinha!
Vejo Londres! Vejo a França!
Uaaaa!
Sou um rapaz de verdade!
Ah! Ah! Aaahhh!
Apanha!
Burro!
Oh!
Sou um rapaz de verdade! Aah!
Oh!
- Ha!
- Ah.
Isso é meu!
Rezem por misericórdia, do bichano...
E do Burro!
Ela tomou a poção!
Beija-a agora!
Não!
- Fiona.
- Shrek.
Harold! Era suposto teres-lhe
dado a poção!
Bem, parece que lhe dei
o chá errado.
- Mãezinha!
- Mãezinha?
Eu disse-te.
Os Ogres não vivem felizes para sempre.
Uoo!
Ah!
Oh, Pai!
Ele está...?
Ele coaxou.
Harold?
Pai?
Esperava que nunca
me visses assim.
- E ele não facilitou contigo!
- Burro!
Não, tem razão.
Peço desculpa.
Aos dois.
Só quis o melhor para a Fiona.
Mas agora vejo...
que ela já o tem.
Shrek, Fiona...
Aceitam as desculpas
de um sapo velho...
e a minha bênção?
Harold?
Desculpa, Lillian.
Só queria poder ser
o homem que mereces.
És mais esse homem hoje
do que alguma vez o foste...
verrugas e tudo.
Patrão! A poção "Felizes para sempre"!
Meia-noite!
Fiona. É isto que queres?
Ser assim para sempre?
- O quê?
- Porque se me beijares agora...
podemos ficar assim.
Farias isso?
- Por mim?
- Sim.
Eu quero o que qualquer
princesa quer.
Viver feliz para sempre...
com o ogre com quem casei.
Aconteça o que acontecer,
não posso chorar!
Não consegues fazer-me chorar!
Uooo!
Não, não, não.
Oh, não.
Ei! Ainda me pareces um
garanhão nobre.
Bem, onde é que estávamos?
Já me lembro.
Ei! Não devíamos estar
a fazer uma "fiesta"?
Uno, dos, quatro, dá-lhe!
Bichano e Burro, todos...
Ela é supersticiosa.
Gatos pretos e bonecos de voodoo
- Canta, Bichano!
- Eu sinto uma premonição
Aquela rapariga vai ser o meu fim
Aqui vamos nós!
Ela está numa de novas sensações
Novos pontapés no candelabro
Ela tem um novo vício
Para todo o dia e noite
Ela vai fazer-te tirar as tuas roupas
E ires dançar à chuva
Far-te-á viver a sua vida louca
Mas vai-te tirar a dor
como uma bala no teu cérebro
De cabeça para baixo
para dentro e para fora
Vivendo "la vida louca"
Eh beleza!
Vivendo "la vida louca"
Os seus lábios são vermelho diabólico
E a sua pele da cor de moca
Ela vai esgotar-te
- Vivendo "la vida louca"
- Ela vive "louca"!
Vivendo "la vida louca"
- Digam mais uma vez agora!
- Vivendo "la vida louca"
Burro, isso é espanhol!
Ela vai empurrar e puxar-te para baixo
Vivendo "la vida louca"
Ela vai esgotar-te
Vivendo "la vida louca"
Ela vai empurrar e puxar-te para baixo
Vivendo "la vida louca"
Os seus lábios são vermelho diabólico
E a sua pele da cor de moca
Ela vai esgotar-te
Vivendo "la vida louca"
Sozinho
Não quero estar
sozinho, nunca mais...
Ei amigo, nós vamos até
ao Clube KIT-KAT.
Vamos, junta-te a nós.
Obrigado compadre.
Não... não estou com disposição.
Nós animamos-te!
Arranjamos-te um burro simpático!
Ei, querida!
É a minha miúda!
Isso! Vamos lá!
Querida, onde estiveste?
Também lamento.
Devia ter ficado. Mas o Shrek
tinha que fazer esta coisa.
O quê? Repete mais uma vez.
Do que estás a falar?
A sério?
Papá!
Vejam os nossos bebés mutantes!
Tenho que arranjar um trabalho.