Report DairyRoadway's Profile

Statistics

Anime Stats
Days: 20.9
Mean Score: 0.00
  • Total Entries168
  • Rewatched2
  • Episodes1,240
Anime History Last Anime Updates
Little Witch Academia
Little Witch Academia
Nov 2, 2018 7:18 AM
Completed 1/1 · Scored -
Paprika
Paprika
Jan 27, 2018 6:03 PM
Completed 1/1 · Scored -
Demi-chan wa Kataritai
Demi-chan wa Kataritai
Dec 17, 2017 4:59 AM
Plan to Watch · Scored -
Manga Stats
Days: 9.3
Mean Score: 10.00
  • Total Entries537
  • Reread4
  • Chapters1,599
  • Volumes180
Manga History Last Manga Updates
Aka x Rina Enikki
Aka x Rina Enikki
Jan 26, 10:26 PM
Plan to Read · Scored -
Maigo no Kemono-tachi
Maigo no Kemono-tachi
Nov 2, 2018 8:03 AM
Completed 4/4 · Scored -
Kobato.
Kobato.
Nov 2, 2018 7:19 AM
Completed 40/40 · Scored -

Favorites

All Comments (7) Comments

Would you like to post a comment? Please login or sign up first!
fanfictionlurker Oct 25, 2017 4:55 AM
Thanks! You were totally right to quit it. Even scanlators seem to have given up on it, despite the pedigree.
I hope you'll like my future reviews too!
hellovitty Aug 13, 2017 9:54 AM
Foi sim! Pouca gente pra ajudar, pouco tempo e muito trabalho, receita certa para o fracasso KJDSKJD
Ah, deve ter alguma "contratando". Estou fazendo parte da Tradução Amadora, o problema é que acabamos ajudando com todos os projetos e não são todos que traduzem que eu leio, sabe? Geralmente pegamos mangás que foram "abandonados" por outras scans para dar fim. Mas enfim, as meninas lá são muito legais, elas tem uma página no face inclusive, se lhe interessar.
Conhecer Webtoons foi praticamente o que me fez parar de ler mangás KJDKSJD Estava meio cansada dos clichês japoneses, aí parti pra outras culturas. O melhor é que os webtoons são bem diversificados, varia bastante de acordo com o criador sabe? Adoro apreciar as peculiaridades de cada um.

Ah, para ser sincera eu realmente não sei... Mas é como você disse, a acessibilidade é o ponto forte desses sites, e como a nossa intenção é popularizar a obra acaba ficando difícil fugir deles.

Sim, algumas coisas estavam faltando. Mas era basicamente matérias "especializadas" que eu nunca teria aqui, como história americana, "estudos sociais" americanos, aulas de governos e também o que eles chamam de civics. SIM, DEMAIS! Fiquei me sentindo super pra trás, porque o ensino lá é super atrasado com o daqui. Acabou que aprendi pouca coisa nova e acabei esquecendo a maioria do que me esforcei em três anos pra aprender aqui por conta do vestibular. Tenso. Pelo menos com o inglês eu não tenho que me preocupar mais dkjskjds /cry

Ah, Internacionalistas têm um leque bem vasto de áreas de atuação, na verdade. Como você disse, sim, dá pra ser diplomata, mas também trabalhar em ONGs, empresas privadas, órgãos internacionais como a ONU... Enfim, tudo que seja relacionado à relações interpessoais no campo internacional. Digo que não posso exercer por causa de condições pessoais mesmo... Eu sou introvertida e bem tímida, não funciono sob pressão, fico ansiosa com pessoas no geral, tenho pânico da aglomerados e discursos públicos... Enfim, todas as características necessárias para se dar bem no ramo, eu não tenho. Aí acabei desistindo, apesar de a grade curricular ser praticamente tudo o que sonhei sendo alguém de humanas dkjskjd
Ah, relaxa que não me ofendi não dkskjd Na verdade só tinha ouvido isso sobre administração, por aqui quem faz Nutrição e Enfermagem é conhecido como a galera de biológicas que não passou em cursos mais concorridos, como Medicina, Odonto e etc dkjskjdksd Eu gostava muito de edição de sites e etc quando era mais nova, aí foi só pensar em talvez fazer algum curso de web designer e trabalhar na área que o prazer que eu tinha em editar se esvaiu. Eu acho ótimo quem consegue trabalhar com hobby e continuar amando, mas no meu caso não tenho nenhum que seja aplicável no mercado de trabalho além da tradução. Ah, tenho duas amigas fazendo e elas estão amando! Está muito em alta agora com todos esses novos "milennials problems" . Sinto o mesmo em relação a achar que serei medíocre mesmo escolhendo algo que goste. Afinal, fui medíocre durante toda minha vida, por que agora seria diferente? Apesar que o meu problema já começa na parte "gostar". Nunca houve nada que eu realmente pensasse "eu gosto disso e quero trabalhar com isso". No caso de relações internacionais, eu me apaixonei pela grade, e não pelas áreas de trabalho. E em nutrição, me interesso muito sobre tudo do mundo alimentício, e acho que até me daria bem clinicando, mas sabe aquela pontada de dúvida que continua martelando na sua cabeça e não te deixa em paz?

Eu vivi sempre com aquele sentimento de "tenho que estudar porque tenho que passar de ano, me formar", nada mais que isso. Estudava porque era o que tinha que fazer. Mas depois que isso passa, é um sentimento tão vazio. Me sinto perdida. Poxa, até alguns meses atrás eu tinha que perguntar pra alguém se podia ou não ir ao banheiro, e agora tenho que decidir algo importante assim? Escolher a vocação que seja perfeita para mim, passar na melhor faculdade, amar o curso e dar o meu desempenho máximo. Depois não sabem porque os jovens de hoje são frustrados. São sangue ruins mesmo, pode falar ksjdksd (inclusive eu sou do tipo que acredita muito em energia sabe? Sempre que entrava na casa deles lembro de sentir aquele pesar, uma energia ruim, a vibe era mesmo péssima. Não é possível que alguém viva feliz emanando uma aura tão negra como a deles). NOSSA SIMMM! Já tinha conversando com uma amiga sobre isso antes, e eu simplesmente odeio ser bancada pelos meus pais. Eu sei o duro que eles deram pra eu ter a educação que eu tive e sinto que estou jogando tudo fora com minhas escolhas, simplesmente por ser eu. Me sinto um fardo tão grande pra eles, nada de orgulhos, só desgosto. Me da vontade de morrer. Disse que sei que foi minha culpa porque eu sei que não fui o suficiente. Eu podia ter dormido menos, estudando mais, me interessado mais. As vezes eu fico me perguntando se eu só não sou uma vagabunda preguiçosa que fica escondida atrás de uma máscara de "falta de motivação". Mas sei lá, estou num nível em que nem mais consigo fingir motivação e interesse, algo que pelo menos conseguia antes.
Eu até tentei usar isso de motivação quando estava lá... Estava empenhada em viajar para NY e consegui bancar minha viagem com bicos que fiz, mas nada mais que isso. Nem sei se tenho tanta vontade mais de morar lá... Sabe aquilo de "não importa onde você esteja, se você estiver triste não é mudando de lugar que vai mudar algum coisa". Antes eu via os EUA como uma válvula de escape, o único momento onde serei finalmente feliz, expectativas super altas. Depois que vivi lá, tudo decaiu tão rápido que nem as coisas boas que conheço de lá parecem mais tão boas assim.

Eu tenho "estudado" bastante coisa sobre assuntos relacionados a militância, como ciências sociais e etc, e claro, sempre bate aquelas dúvida aleatórias no meio da madrugada que eu preciso sanar dksjkjd Mas sobre nutrição novamente, é algo que eu realmente gosto, inclusive um dos assuntos que eu mais pesquiso a respeito mesmo em casa. Eu gosto mesmo da área mas novamente, não sei se faria muito o meu perfil...

Ah, eu sempre fui péssima! Sei lá, eu tenho um pouco de problema em transformar sentimentos em palavras faladas, odeio falar sobre mim mesma. É, talvez... Não sei dizer se ela é ou não uma boa psicóloga por não ter parâmetros de comparação, mas também não estou muito animada para voltar lá e descobrir, até porque as consultas são super caras.

Exatamente! kdjskdj Isso de ironizar problemas eu tenho visto bastante em redes sociais. Por exemplo, tem várias páginas que eu sigo relacionadas a isso, mas eles acabam fazendo memes da situação... não sei se tu conhece, então olha uns exemplos:

Não estou dizendo que não gosto, até porque eu rio demais com vários deles e isso meio que me faz sentir melhor e menos sozinha, do tipo "olha só, tem mais gente passando por isso", mas as vezes eu fico pensando se o povo por trás disso tudo estão realmente bem. Entendi sim! kdjskjd
Nossa, nunca tinha pensado nisso, mas tem razão. Sempre pensei que tenho ansiedade pelos sintomas meio que "baterem", sabe? É, acho que a melhor forma é sempre procurar ajuda profissional mesmo, gostaria de ter mais apoio familiar em relação a isso, acho que ajudaria.

Eu tenho 4 cachorrinhas (apesar de não suportar duas delas /apanha) e duas hamster, que são meus bebêzinhos. Elas me ajudam a ficar mais felizinha, além dos memes kdjskjdkjs Ah, que pena... espero que consiga arranjar um amigo felino em breve! dkjskjd

Ah, obrigada! Fazia tempo que e não me sentia confortável em conversar com alguém assim. Ah, e sobre me expor demais, sinceramente eu nem ligo dkjskjd e duvido que o povo irá ler tudo isso da minha página de comentários de qualquer forma djskjd
hellovitty Jul 27, 2017 5:27 PM
Eu faço os dois... Mas só edição básica (typesetting), porque quem faz o redesenho é outra integrante do grupo. Antigamente eu tinha uma scan também, durou pouco mas lá eu que fazia toda a edição praticamente, já que não tinha muita gente para ajudar /cry. Se você achar bastante staff ai dá pra levar, mas o povo anda tão sem tempo que essa provavelmente seja a parte mais difícil. Caso goste de Webtoons e ainda se interesse em traduzir, tem o Webtoon Translate que é maravilhoso porque não precisamos nos preocupar com edição já que a ferramenta do site facilita demais (tô esperando quando irão criar algo parecido para mangás lol)

Entããão... Eu já vi muitos debates sobre isso mas não tenho uma opinião muito formada a respeito. Teoricamente eles ganham dinheiro com as publicidades, mas sempre avisam que o conteúdo lá é pego da internet e que não é conteúdo original. Eles tem o trabalho de organizar os mangás e manter o site, e como geralmente facilita o acesso para os leitores (e as vezes ajuda com o tráfico de público dentro da scan) prefiro não ficar pegando muito no pé deles nem nada, contanto que sejam de boa fé e mantenham os créditos e linkagem.

Então, na verdade é, mas como eu me formei adiantada no colegial aqui, eu estava dentro da idade do último ano do high school lá (porque geralmente se formam com 18). E como eu ainda tinha 17 eles são obrigados a me colocar na escola, por ser me menor e etc. Enfim, acabei fazendo um ano e alguns meses só para ganhar os créditos extras exclusivos de lá e consegui meu diploma.

Mais fácil falar do que fazer, exatamente. Estou em um momento em que sinto que não sei simplesmente mais nada, por ter ficado estudando matérias totalmente diferentes do que temos aqui por tanto tempo. Sai do ritmo, fiquei para trás. Se logo depois que me formei quando tinha toda a matéria fresquinha na mente não consegui passar, imagina agora? Sei que estou sendo pessimista mas simplesmente não consigo ver um lado bom.

Eu me interessava demais por Nutrição no 3º ano mas não pensei em prestar por motivos de "não faça isso menina porque não dá dinheiro", ai acabei prestando para Relações Internacionais (que eu amo mas nunca conseguiria exercer). Depois que fui viajar vi que lá nos EUA dá pra viver disso, e como sempre planejei exercer lá mudei de ideia no meio do caminho. Mas por um lado eu sinto que agora estou usando isso só para preencher o espaço de "foco" dos meus "estudos", não sei se estou morrendo de amores não, pelo menos não como antes. Olha, até pensei uma vez... Mas sei lá, eu sempre gostei de traduzir por hobby mesmo, é diferente quando pensamos em trabalhar com isso, né? Aliás, acho que não perguntei antes, mas já sabe para o que irá prestar? Desculpe se já perguntei a respeito.

"Pra quem não tem e não tá exatamente passando necessidade, não tem motivação que leve à disciplina." Conheço demais esse sentimento! E é horrível. E sempre senti que meu problema era de fato a falta de foco, até quando estava no colegial. Todo mundo dizia que eu devia estudar mas meu cérebro se perguntava "estudar para o quê exatamente?". Isso de estudar por estudar, sem objetivo, é simplesmente tão vazio.

Entendi! Mas por algum motivo eu acabo voltando a pensar sobre aquilo de "perder tempo" (além de dinheiro, esforço etc) e me dá um embrulho no estômago. Apesar de eu saber que muitas vezes não é tão fácil decidir algo assim e que acabamos mudando de ideia no meio do caminho, o que era pra ser tudo bem, mas não estaria tudo bem pra mim aaaaa

Agradeço mesmo pelos tapinhas dkskdj
Na verdade eu contei isso para poucas pessoas. Todo mundo imagina a experiência do intercâmbio como sempre sendo algo espetacular e mágico, e não que não tenha sido, mas se for pôr na balança os momentos negativos pesaram bem mais para mim. Para ser sincera eu me arrependi demais de ter feito. E tem a ver, sim. Eu me senti fracassada quando não passei no vestibular, me senti fracassada por ser uma aluna medíocre no high school, me senti fracassada quando não consegui entrar na faculdade lá, e eu sei que foi tudo minha culpa. E todo mundo fazia questão de me lembrar que sim, sou fracassada. Eu quero voltar, para morar talvez no futuro, e viajar também, mas por conta própria, sem ter que depender de ninguém como aconteceu antes.

Eu também! Inclusive me desculpa, acho que acabei me abrindo demais com você por motivos desconhecido, me avisa se estiver incomodando, tá? Eu fui em uma psicóloga quando cheguei, minha mãe me obrigou a ir porque me achou muito diferente do que eu era antes de ir viajar. Acabei indo em apenas uma sessão. Acabou que eu sou tão péssima em me abrir, por mais que tente, que não consegui contar nada para ela, e tudo que disse sinto que ela entendeu de forma errada. Foi estresse demais. Penso em voltar, mas não sei se conseguiria.
SIMMM! O tempo todo eu me pego pensando em coisas e quando eu imagino serem normais, acabo repensando... Não que isso ajude muito.
Ansiedade eu acredito que tenha, apesar de não ter sido diagnosticada. Minhas unhas que o digam, entende? Mas sempre vejo pessoas falando sobre "crises" e para ser sincera não acho que tenha, já que não sinto praticamente nada na maior parte do tempo. E quando sinto, são sentimentos negativos, como angústia, frustração, tristeza, medo (muito medo). Alguns dias durmo demais, outros de menos. A única coisa que me deixa minimante feliz são meus bichinhos kdjskjd

OLHA SÓ ESSA BÍBLIA ME DESCULPA MESMO AAAAA
hellovitty Jul 27, 2017 7:29 AM
Eu faço parte de uma scan e também do Webtoon Translate (dei uma pausa lá na verdade), e eu acho que vale mais a pena... Porque pelo menos no final os trabalhos acabam indo parar nos leitores online e alcançam MUITO mais público, apesar do trabalho que é pra fazer lol

Eu me graduei no colegial e depois no high school, por isso estou meio sem rumo por enquanto, desde que voltei da viagem. Nossa, nem me diga, estou com os essas mesmas dúvidas. Olha, até tem... eu quero prestar para Nutrição (apesar de não ter 100% de certeza, sinto que nunca irei ter), mas minhas chances de passar esse ano são mínimas já que perdi muito tempo no EUA esse ano, então acho que passaria só ano que vem mesmo. E só em pensar que vou ter que passar por isso de novo por mais um ano acaba me desmotivando mais ainda. A verdade é que eu estou me sentindo tão cansada esses dias que não consigo me imaginar fazendo nada, só quero ficar na cama, motivação e vontades zero...
Aaaaaa eu sou cheia de neura com isso de não gostar do curso, acho que me sentiria um lixo em ter que mudar depois de todo o trabalho pra passar e pans, por mais que as pessoas digam que não é nada de mais

Não sinto não para ser sincera. O local e a família com quem eu morava eram bem tóxicos para mim, eles ferraram com o meu psicológico todo. Ainda tenho vontade de voltar mas para outro lugar, em outro momento.
Eu sinto que tô desperdiçando minha vida o tempo todo, e não consigo parar. Mas sinceramente, estou tão apática que nem me importo mais.
hellovitty Jul 11, 2017 12:58 PM
Sim, te entendo! Além disso eu sinto que o OtakuMole não tem um público muito grande para leitores do português, e a maior parte do pessoal que está lá acaba se virando no inglês mesmo, ai me desanima mais ainda de continuar as traduções. No meu caso eu sou assombrada pelos dois, mesmo /cry

Quem me dera... Gostaria de ainda ser uma estudante do terceiro ano perdida, no caso sou uma já graduada perdida mesmo. Sério, alguém me diz o que fazer da vida porque eu não sei e já não tenho tempo pra decidir DKSJDSKJD Está passando rápido demais pro meu gosto.

Ah, eu vivia, mas voltei pro Brasil já fazem alguns mesmo. Ainda sim aonde eu vivia não tinha muita coisa pra fazer, era um local bem isolado, então até mesmo lá eu vivia na mesmice, infelizmente. Acabava buscando coisas aleatórias pra me ocupar, até voltei a traduzir um pouco na época hehehe
hellovitty Jun 28, 2017 7:39 PM
AAAAA desculpa, eu errei o nome DKJSKDJSKJD Urutear, né?

Ah, eu tô na mesma... Só tô entrando pra acompanhar FuriFura mesmo, faz tempos que não traduzo. Por eu ter visto que ele foi finalizado (já faz tempo até), estava pensando em terminar, mas sei lá... Tô muito sem ânimo /cry
Ah, que isso! Tô mais ou menos na mesma também, mais perdida que não sei o que KDSKJDS
Hmm, nada a ver isso... Sério, minha vida é monótona demais. E eu posto vídeo a cada 3 meses, não dá nem pra usar como parâmetro DSKJDKJS
hellovitty Jun 26, 2017 6:57 PM
Olá! Hmm, não sei se vai se lembrar, mas eu tenho uma conta no OtakuMole, meu user lá é VittyKitty. Eu entrei na sua conta esses dias (Ramenai, certo?), e acabei achando o link para cá dksjksjd
Enfim, desculpe ter demorado para responder em relação a tradução de Toshishita no Otokonoto... Pode voltar a traduzí-lo sem problemas!
Como vai, btw?